EMPREGADA CRENTE DA CCB



Olá faz um tempo que não posto meus contos aqui, apesar de ter acontecido muitas aventuras sexuais, umas melhores que as outras nestes seis meses, quem já leu meus contos sabe de mim então não vou falar da minha biografia é só você ler os contos anteriores que saberá quem sou.
Bom nestas férias do meio do ano minha família saiu foram passear como sou advogado e tinha muitas audiência eu não fui eles foram sozinhos, e minha esposa levou com ela a nossa empregada que mora com nós e contratou uma mulher para vim limpar a casa e fazer almoço para mim ela sabe que não gosto de comer em restaurante e também que na casa sou um desastre, então contratou esta mulher para ficar aqui por duas semanas, ela que contratou eu nem tomei ciência quem seria ela só disse que foi indicada por uma amiga que ela já teria trabalhado para ela, e quando foi na segunda feira as oito horas ela chegou apertou o interfone eu estava deitado ainda, olhei pela câmera e imaginei quem seria, fui abri o portão e a porta estava pelado somente com o roupão que me cobria bem, ela se apresentou (NÃO DIGO NOMES NOS MEUS CONTOS PARA PRESERVAR AS PESSOAS, POIS TODOS MEUS CONTOS SÃO REAIS), eu perguntei se já conhecia a casa ela disse que sim que minha esposa já tinha lhe mostrado no dia que veio combinar, eu falei ok vou estar deitado no quarto qualquer coisa é só chamar, ela respondeu sorrindo e balançando a cabeça, e entrei no quarto fechei a porta e voltei a dormir levantei pelas dez horas e o café estava na mesa eu já tinha tomado banho e me arrumado então tomei café e sai retornei as quatorze horas e o almoço já estava pronto eu convidei ela para se sentar comigo e almoçar ela aceitou meio tímida, ai comecei analisar ela uma mulher clara cabelos comprido sobrancelhas meio grossa a fazer vestido longo, mas meio justo no corpo queria ver seu traseiro pois até naquele momento nem tinha reparado, ai pedi pode pegar uma jarra de aguá na geladeira ela levantou e foi até a cozinha eu reparei que tinha cintura fina e bunda grande ela era media nem alta e nem baixa ai me serviu a água e sentou continuou comendo de cabes baixas, eu olhava ela comendo com vontade, boca meio grande lábios carnudos eu imaginei meu pau dentro da boca dela, ai acabamos eu disse olha vou deitar um pouco ali na sala e hoje eu não vou mais sair se quiser acabar e ir embora ok, falei para ela olha eu separei a chave do portão menor e da porta da cozinha assim amanhã e os outros dias você não precisa apertar o interfone eu costumo ficar na cama até mais tarde já que sempre durmo tarde, ela disse está bem, eu deitei na sala e quando acordei ela já tinha ido, no dia seguinte acordei com o barulho do aspirador de pó, então mesma rotina, por uns três dias, ai ela veio com um vestido grudado no corpo pude ver a beldade que era, percebi que só faltava um salão de beleza, o vestido era meio curto e vi suas coxas grossas deliciosas, então eu falei a ela você é casada ela falou sou sim casei quando tinha dezessete anos eu disse e agora qual e sua idade ela respondeu que tinha trinta e oito anos, ai na hora do almoço começamos a conversar ela estava mais desinibida eu perguntei sobre sua vida ela falou algumas coisas que nascera em uma cidade pequena chamada Santa Fé aqui perto de Londrina, era do sitio casou nova e era da igreja CCB, eu disse porque não cortava o cabelo e se arrumava um pouco porque não ia a um salão de beleza ela disse que o marido não deixava e que sua religião não permitia, eu falei você é bonita só falta um trato ela riu sem graça ficou vermelha e já se levantou e foi arrumar a cozinha eu levantei e falei olha vou deitar no quarto e quando for lá pelas duas e meia você entra no quarto e me acorda por favor não esqueça que as quatro tenho audiência e não posso faltar ok, ela balançou a cabeça concordando então eu entrei no quarto já pensando em putaria com minha empregadinha, então tirei toda a roupa e fiz que dormia quando faltava pouco eu pensei nela e deixei meu pau duro fiquei em uma posição que meu braço cobria meu olho e assim ela não percebia que eu estava acordado, então ela entrou no quarto e voltou rapidamente para trás, mas passou alguns minutos ela entrou de novo ficou parada perto da porta e pegou um lençol e jogou em cima de mim e ai me chamou, eu fiz que acordara e falei oi a sim já deu hora obrigado, ela saiu sem dizer nada então fui para o chuveiro tomei um banho bati uma punheta pensando nela e sai quando cheguei as dezoito horas ela ainda estava lá falei oi tudo bem porque não foi embora ela falou e que minha filha me ligou e disse que o gás acabou e meu marido não tem dinheiro ele está desempregado, eu falei e ai ela disse queria ver se o Senhor pode me adiantar sessenta reais para o gás, eu disse logico ai peguei cem reais e lhe dei ela agradeceu disse que traria o troco eu disse não pode ficar depois descontamos, ela saiu sorridente, no dia seguinte acordei e vi pessoas conversando quando desci era ela e sua filha caçula uma menina linda cabelos longos loira novinha estava de saia e camiseta percebi que não estava de sutiã mamilos pequenos e pontudos saia meio curta pelos loiros no braço e nas pernas lábios rosados, e ai sua mãe disse essa e minha filha caçula hoje o pai e a irmã tinha que sair eu trouxe ela se o Senhor não se importar, eu disse logico que não fica tranquila, fui para sala e vez enquanto elas passava para lá e para cá limpando ali e aqui eu olhava para a garota dava um sorriso de canto de boca ela correspondia, ai chegou o sábado eu estava peladão na cama deitado meio dormindo meio acordado percebi quando alguém chegou até a porta e ai eu chamei fulana você está ai, ela respondeu no corredor sim Senhor estou limpando os quartos, pensei nossa limpando os quartos mas os quartos estão limpos e ninguém está usando ai logo percebi que ela estava era tentando me ver pelado, então joguei um lençol em cima e disse pode vim aqui um pouco ela falou sim, chegou meio desconfiada então eu falei olha senta aqui na cama ela sentou eu disse faz uma massagem em mim ela falou eu não sei, eu disse olha vou virar de costa e você aperta os dedos nas minhas costa por cima do lençol ela falou ok, ai assim fiz, logo meu pau estava duro como ferro ai eu virei de barriga para cima peguei sua mão e coloquei no meu pau por cima do lençol ela tirou rapidamente, tentou se levantar eu segurei pelo braço e coloquei de novo ela agora agarrou e ficou segurando ai eu tirei o lençol e mostrei a ferramenta seus olhos fitou no meu pau eu disse você nunca viu um cacete, ela disse do meu marido poucas vezes eu disse vocês não transa ela falou poucas vezes sempre no escuro ele fala que é pecado ver, eu disse vai mexe gostoso ela começou bater uma punheta para mim ai eu tentei beijá-la mas ela recusou a punheta estava tão boa que gozei melando toda sua mão ela saiu correndo eu achei que ela iria embora que eu teria perdido a empregada de verão e uma foda gostosa, ai passou um tempo tomei banho desci e vi ela na cozinha cozinhando e cantando alguma coisa, quando cheguei ela parou e continuo na pia cortando uns legumes eu cheguei por trás abracei forte vi que ela fechou os olhos eu tirei seu cabelo de lado beijei seu pescoço vi ela se arrepiar e gemer baixinho tirei a faca da mão dela peguei pela mão levei ate a sala ela de pé perto do sofá eu tirei seu vestido deixei cair no chão, ela estava com uma calcinha grande horrível bege, eu tirei seu sutiã ela permanecia de olhos fechados e arrepiando tudo tremula, eu arranquei sua calcinha observei sua buceta media cheia de cabelo, ai eu a joguei no sofá e abri suas pernas ela gemia e tremia, eu deixei ela bem arreganhada e vi que tinha um grelo enorme ai eu cai de língua chupei tudo ela estava molhada e menos de três minutos eu fiz ela gozar, ela puxava meu cabelo falando não, não, não e fechava as pernas apertando minha cabeça entre suas coxas grosas brancas e roliça eu joguei ela no chão em cima de um tapete que tem no meio da minha sala e chupei seus peitos deliciosos e beijei sua boca ela beijou meio sem jeito eu beijava sua barriguinha linda mordia suas coxas, ai eu abri sua pernas e enfiei sem do naquela bucetona ela de olhos fechado sempre gritava de tesão e me arranhava as costa com as unhas, eu socava sem do até encher sua buceta de porra, ela estava no chão como desmaiada, eu falei vou tomar um banho pode ficar ai descansando o quanto quiser, mas por favor não vai embora, e sai fui para o quarto tomei outro banho e demorei quando desci ela estava colocando o almoço na mesa, almoçamos ela disse porque o Senhor fez isso com que cara vou chegar em casa eu cometi o maior pecado da minha vida nunca tinha traído meu esposo e agora, e começou a chorar eu larguei o prato e fui até ela sentada eu de pé encostei sua cabeça na minha cintura e acariciei seus cabelos e dizia, fica sossegada somente nós sabe disso e alguns minutos ela se acalmou, almoçamos e ela disse se podia ir, eu disse que sim, isso era uma hora da tarde, ai fiquei delirando pensando nela que delicia que corpo que tesão ela tremia quando eu comia nossa aquela coitada acho que nunca tinha sentido tanto tesão como como sentiu comigo , ai não via a hora de chegar segunda feira e ai novamente fiquei pelado e ela chegou eu ouvi barulho, ai como sempre desci já era umas nove horas conversei com ela, ela respondeu normal perguntei do seu fim de semana ela disse que foi como sempre sem nada interessante, ai almoçamos sai fui trabalhar e falei olha se quiser ir assim que terminar pode ir, mas se quiser conversar um pouco mais eu volto antes das cinco horas ai se quiser me esperar podemos continuar nossa conversa ela riu sem graça e falou está bom, ai fui e pensei que nada chegando ela já vazou, mas para minha surpresa quando cheguei ela estava na sala assistindo TV, eu falei oi você ainda está ai ela respondeu eu esperei porque não tem nada para fazer em casa e talvez o Senhor poderia precisar de alguma coisa, eu falei você sabe do que preciso ela falou não estou falando disso, eu falei vem aqui comigo quero que você faça uma coisa ela me acompanhou, eu disse tira a roupa, ela disse não, eu falei anda tira, ai ela falou tira o Senhor, ai fui até ela e tirei deixei ela peladinha, e falei agora ajoelha ela se ajoelhou eu tirei o pau da calça e mandei chupa ela recusou eu olhei e gritei anda vagabunda chupa, ela assustada começou a chupar eu enfiei tudo ela deu ânsia de vomito eu enfiei gostoso ela não sabia chupar e as vezes com os dentes machucava eu falei fica na cama de quatro, ela obedeceu mas meio desajeitada então eu falei vou te arrumar fica do jeito que eu colocar ai fiz ela colocar a cabeça na cama com o rosto virado olhando para trás, com as pernas bem abertas e com a bunda arrebitada para trás mas ela sempre de olhos fechados e pude ver saindo lagrimas dos olhos não sei se de medo, ou de tesão ou de remorso por perceber que acabara de virar puta, então eu peguei meu celular e aproveitei que ela não estava olhando pois estava de olhos fechados eu tirei várias fotos que pegava ela toda com rabo para cima de pernas abertas bucetona exposta e aberta de rosto nítido ai guardei o celular e comecei a lamber sua bunda linda e grande aquela buceta que agora parecia bem maior naquela posição, chupei seu cuzinho gostoso ela gemia de prazer e chorava ao mesmo tempo acho que de medo, ai eu falei olha vou comer seu cu ela disse isso não por favor isso é o maior pecado que eu posso cometer, eu falei cala a boca vagabunda agora você será minha puta sempre, ela se levantou e falou não eu vou é embora, eu falei olha o que eu tenho se for amanhã todas amiguinhas da sua filha vai ver no face a mãe puta que ela tem, ela ficou doida e assustada pedindo por favor não faça isso apague isso, eu falei fica na posição que coloquei ela ficou eu passei um creme no cuzinho dela e de pé na beira da cama eu fui enfiando meu pau naquele rabo gostoso sem do ela chorava que dava dó pedindo clemência não faz isso eu falava quieta putinha e enfiava socava ela gritava o cu dela foi rasgando eu sentia suas pregas rasgarem eu gosto de descabaçar cuzinho e fui socando até enfiar tudo ai parei ela estava em pranto eu falei cala a boca puta ai ela ficou quita só gemia eu comecei o vai e vem socando tudo no cuzinho dela e dando tapas naquela bunda gostosa fui até gozar enchi seu rabo de porra, ai sai de cima ela caiu na cama chorando eu fui ao banheiro tomei banho e fui para a sala, ela saiu e foi embora nem olhou na minha cara, no dia seguinte ela estava lá novamente eu acordei sai só de cueca ela estava na cozinha eu sentei no sofá e gritei vem cá minha putinha, ela veio sem falar nada eu falei tira a roupa ela tirou eu falei senta com essa bucetona aqui que quero gozar, ela veio meio sem jeito sentou mas estava ruim ai eu fui até a cozinha peguei uma cadeira ela veio e sentou de frente para mim abraçou meu pescoço escondendo o rosto eu enfiei gostoso ela cavalgava no meu pau gotoso, ai enchi sua buceta de porra, ai fui tomar banho almocei sai e quando cheguei lá estava ela de novo no sofá, me esperando sentei do lado dela falei tudo bem, ela falou sim, puxei ela dei um beijo, ela retribuiu eu disse tira a roupa, ela tirou e já estava sem calcinha, eu falei olha que delicia minha putinha, ela falou eu estava com vontade mas quero lá na cama, subimos ai ela já ficou de quatro na mesma posição entendi dei um banho de linguá e cuspi no cu dela e falei, quer no cuzinho puta ela balançou a cabeça que sim, ai comi ela gemia dava uns gritinhos e vi quando a miserável gozou molhou todo o lençol, ai eu falei ajoelha quero gozar na sua cara ai enchi a cara dela de porra, deitamos pelados ela deu uma cochiladas, acordou e falou tenho que ir, nossa o Senhor agora fez eu pecar mesmo porque agora foi eu quem quis, eu falei fica na cama deitada um pouco e tirei várias fotos dela de pernas aberta de quatro etc, bom o ultimo dia foi sábado pois no domingo minha esposa chega, mas para minha surpresa eu acordei com a boca dela no meu pau me chupando, eu gozei na boca dela melecado tudo ela estava peladinha e deitou comigo começou se esfregar e disse que pena hoje é o último dia eu disse mas vamos encontrar em motel ela falou é perigoso mas o Senhor que sabe já tem meu celular, ai virei ela de costa e comi sua buceta mas gozei no cuzinho dela soquei, e aquele dia ficamos até a uma da tarde na cama meu pau já doía de tanto foder, mas eu fiz um convite para ela que tenho uma casa na minha chácara se eles não quer ir morar lá, e cuidar para mim, ela disse que vai falar com o esposo e me dá a resposta, mas não estou fazendo isso por ela eu já tenho o celular dela e sei que vou comer ela quando quiser de agora em diante, mas estou de olho na filha mais nova e também na outra que não vi mas deve ser tão gostosa quanto a novinha e tão puta quanto a mãe, espero que gostaram, este conto é real, e assim que virar sobre a chácara eu conto aqui ok, abraço
Foto 1 do Conto erotico: EMPREGADA CRENTE DA CCB

Foto 2 do Conto erotico: EMPREGADA CRENTE DA CCB

Foto 3 do Conto erotico: EMPREGADA CRENTE DA CCB


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario tioggcambista

tioggcambista Comentou em 17/11/2017

eu sou crente tambem da c c b. só que eu sou corno e viado tambem adoro ver minha esposa dando outro macho e depois limpar com lingua a xana dela e o kct do macho que acabou de fuder minha esposa

foto perfil usuario benoliver

benoliver Comentou em 22/09/2017

Quando deparei com teu conto, dois pontos salientes a serem observados: Empregada e crente. São fantasias todas peculiares e creio bem familiares a maioria dos homens e mulheres, pois, obstante esse inicio tímido, sua crente de 38 anos revelou-se uma excelente safada submissa. Como a leitura é algo a viver os transcritos, colocando-se na cena, o prazer foi excitante. A parte mais gostosa da sala, de ver-lhe a calcinha grande, que é normal à mulher reprimida. Coisas do marido. Coitados deles!

foto perfil usuario marcussex

marcussex Comentou em 10/08/2017

Olá eles aceitaram ir morar na chácara e a filha mais velha e mais gostosa que a menor e tem uma cara de puta, parece que não veja a hora de um cara tarado arrancar suas pregas logo conto para vcs vou bater em cima, kkk bj,

foto perfil usuario bianor

bianor Comentou em 28/07/2017

Boa tarde Bjus na piriquitá dela;gostei muito. se vc comer as filhas dela publica

foto perfil usuario gigio579

gigio579 Comentou em 26/07/2017

Beleza. Amigo dá uma continuaçao com a gostosa esposa do caloteiro de pensão. Que realmente merece chifre.

foto perfil usuario londrino

londrino Comentou em 25/07/2017

Rapaz que delícia heim, também ou de Londrina, tomara que eu ache uma empregadinha gostosa assim tb!!!

foto perfil usuario baianosafado13

baianosafado13 Comentou em 25/07/2017

Gostosa demais

foto perfil usuario voyspmen

voyspmen Comentou em 25/07/2017

humm, muito bom, belas fotos tb se for ela é muito gostosa, parabéns pela aquisição, abraços

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 25/07/2017

Amo mulher crente! Essa tem uma buceta maravilhosa! Minha empregada é crente, mas não é tão formosa assim! Betto (o admirador do que é belo)




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


78280 - COMI O CASAL DE NOIVOS - Categoria: Fantasias - Votos: 27
79955 - COMI A CATADORA DE RECICLÁVEL PARTE 1° - Categoria: Virgens - Votos: 16
80390 - COMI A BUNDA VIRGEM DA CATADORA DE RECICLAGEM 2º - Categoria: Virgens - Votos: 13
84833 - FIZ A CASADINHA DE PUTA RASGUEI SEU CUZINHO VIRGEM - Categoria: Traição/Corno - Votos: 9
85298 - FIZ ELA TRAIR O MARIDO PARA NÃO PERDER O EMPREGO E - Categoria: Traição/Corno - Votos: 11
86310 - MINHA PRIMEIRA VEZ COM UM CASAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
90353 - COMI OUTRO CASAL - Categoria: Fantasias - Votos: 9
90431 - COMI A ESPOSA E A FILHA VIRGEM DO MEU PEDREIRO 1º - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
90436 - COMI A ESPOSA E A FILHA VIRRGEM DO MEU PEDREIRO 2º - Categoria: Virgens - Votos: 15
90746 - COMI A ESPOSA E A FILHA VIRGEM DO MEU PEDREIRO 3º - Categoria: Fantasias - Votos: 20
90841 - ARREGACEI AS PREGAS DO RABO DO MEU ESTAGIÁRIO NOVI - Categoria: Virgens - Votos: 12
91637 - A CASADA TRAIU O MARIDO PARA TIRAR DA CADEIA parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
91911 - A CASADA TRAIU O MARIDO PARA TIRAR DA CADEIA parte - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
92391 - O NOIVO TRAIU A NOIVA, E A NOIVA TRAIU O NOIVO NA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
93011 - COMI A ESPOSA DO MEU TIO COM ELE DENTRO DE CASA - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
93323 - ARREGACEI O CÚ DA ESPOSA DO MEU SOBRINHO - Categoria: Traição/Corno - Votos: 23
94615 - COMI A CUNHADA NO QUARTO AO LADO E VOU COMER AS FI - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
94781 - COMI A CUNHADA E AS FILHAS VIRGEM PARTE 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 14
94970 - COMI A CUNHADA E AS FILHAS VIRGEM PARTE 3 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
96286 - COMI O NAMORADINHO DA MINHA SOBRINHA - Categoria: Virgens - Votos: 20
104310 - A CASADA TRAIU O MARIDO PARA TIRAR DA CADEIA PARTE 3 - Categoria: Virgens - Votos: 4
104519 - ARREGACEI O CÚ DA ESPOSA DO MEU SOBRINHO parte 2. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 20
105036 - EMPREGADA CRENTE DA CCB parte 2 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
106373 - EMPREGADA CRENTE DA CCB parte 3 - Categoria: Virgens - Votos: 15
106856 - ARREGACEI O CÚ DA ESPOSA DO MEU SOBRINHO parte 3. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
107199 - ARREGACEI O CÚ DA ESPOSA DO MEU SOBRINHO parte 4. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10
138256 - A NOIVA CRENTE VIRGEM - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
139336 - ESPOSA CRENTE TRAI O CORNO COM O CHEFE EM SEU APARTAMENTO – 1º PARTE. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 37
139337 - ESPOSA CRENTE TRAI O CORNO COM O CHEFE EM SEU APARTAMENTO – 2º PARTE. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 24
139338 - ESPOSA CRENTE TRAI O CORNO COM SEU CHEFE EM SEU APARTAMENTO – 3º PARTE. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 29
139726 - ESPOSA CRENTE TRAI O CORNO EM SEU APARTAMENTO PARTE FINAL - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
140551 - ELE DESCOBRIU OS VÍDEOS IMAGINA O QUE FEZ - Categoria: Traição/Corno - Votos: 10

Ficha do conto

Foto Perfil marcussex
marcussex

Nome do conto:
EMPREGADA CRENTE DA CCB

Codigo do conto:
103732

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
24/07/2017

Quant.de Votos:
32

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


Contos gay pau pequenoPorno marido nega foder a esposa e é dado no vizinhochifrei na festa relatotirei o cabaço da minha enteadacasei com uma boqueteira contisdesejo de hannah final[email protected]ultimos contos sadomuhler acho negao roludo demais tento fujirconto erotico com foto coroa fumandofoto de mulhe de calcinha fio detau puxador a causinhacomtos da dielyconto erotico-so durmo com uma pica no cuincesto meu pai comeu meu cuzinho quando cheguei do carnaval de chortinhoconto erotico com meu sogroconto erotico esposinha gostosacontos eroticos de incesto: meu filho me arrombou todawwwesposachupando negaojumentocontos erroticos ja dei o cu ultimos contos 2018contos com fotos fodi esposa do meu inclinoultimos contos sadoconto erotico de mamae traindo o meu paibuceta retacontos eroticos a crente do fretadocontos eroticos em quadrinhos garotinha com seu sapinhomulheres q traí deus matidos r. quadrinhos eriticos pornoconto.eroticos ciganocontos de safados de primoscontoeroticodfconto de homens heteros entre homens heteros trazandoPornor.galei.minha.conhadacontos eroticos de negao fudeu eu e minha namoradacontos eróticos chantageada e estupradasiririca ba amigas contoconto eroticos românticos com mulheres inocentes Porno conto eroticos minha namorada me traiu por pau grandeporno chantagem empresa contoCachorrao com paugg adora fuder cuznho da safadaporno Anime comicConto erotico batendo punheta com o amigosmulheres gostosas na fodacontos eroticos cheirou o cusinho suado da negrinha e meteu a vara nelapapai pelado contosComtos tia e sobrinha fodidas pelos amigos do tiomamae gravuda contoContos eu trai minha mae com meu paicontos eroticos vou ao culto e meu cu fica piscandoconto erotico gay bundodoconto tirando o atraso da sogracontos saunas velhos chubbys gaysFabiola rabo de arraia fudendocontos eroticos de corno dividido no dias das mães 2017esposa vadia contosfudi minha mãe quadrinhos 1irmaogayboquetenovinhas escancarando o bucetao de legconto cu arregacadoConto erotico titia tarataconto erotico flagradocontos gay 2017conto erotico sogro pausudo de cuecaquadrinho eroticofotos de homem machao levando enrrabada do sograoconto erotico mae safadaconto erotico fui comida pelo mendigo de fio dentalcumendo o cu e bucete da venderora de mobiliariafudendo com o mendingo outra vez contoay papy haitai nrgoescontos mamei.no.grelinho da menininhajacarés de loiro bem dotado com cena de sexo da gente assistirbuceta da viuvaporno quadrinhos putamonica_merlot pornContos erotico com fotos menagecontos erotico meu patrao me chantageou e comeu minha bundadei minha bucetinha menor na virada do ano contosSexo com Beto Papakucontos eróticos UFFquadrinhos eroticos comendo a sogracontos erotico eu e minha filha fudida por um menino roludoquero vídeo de conto erótica de lésbica mamando no seios como um bebê na praiaconto erotico marido viado e submissoconto sexo menina esconde-escondequadrinhospornoirmaos fotos do usuario betonegao_pecontos primeiro sexo grupal suruba dando pra váriossafada tirando a roupa devagarzinocontos eroticos dando a buceta para minha amiga travestierotico meu paiTraindo Meu Com Dois Caras Duplo Penetraçao Gemedo De Gritos ContoVelho fazendeiro sendo enrabado contos gays vaninha coroa gostosa conto erotico com fototetas sendo mamadas lactofiliaamei ver o pauzao contos