Dani. O evangélico novinho e fudedor.



Eu já expus em outro conto as razões pelas quais vim morar com meu pai. É um bairro da periferia distante uns 15 minutos do centro, um bairro bom de se morar. Aqui em menos de um mês já me senti como se tivesse morado a vida inteira nele, haja visto que conheci quase todos da rua, quando adolescente eu sempre passava uns dias na casa de meu pai.
    Vamos ao conto.

    Uma das vizinhas é a Cleide, tem a minha idade, eu a conheço desde adolescente, mora na mesma casa que era de sua mãe. Tem um casal de filhos e o menino Daniel tem 1.... anos e adolescente bem novinho.
   Daniel é o tipo comportado e educado, não tem ninguém que não goste do menino. Sua vida se resume em casa/escola/igreja, ele toca violão e faz parte do ministério musical da igreja.
      Sempre conversamos de boa, o menino sempre que pode toma tereré em frente de casa. É um mulatinho de rosto lindo deve ter mais ou menos 170 de altura e de corpo proporcional, não faz academia mas é saradinho por natureza e tem cabelos nas pernas.
Aconteceu que, certo dia eu estava sentado na frente de casa e o dani passou como de costume com seu violão, foi até sua casa mexeu no portão, mexeu na mochila, demorou um pouco no celular e veio até mim.
       Perguntou se eu vi a mãe dele saindo, respondi que sim e ela disse que ia resolver um problema é demorari. Ele falou que havia esquecido sua chave no quarto e não conseguia falar com sua mãe.
      Eu falei que podia esperar em casa de boa, já estava anoitecendo falei para ele entrar. Entramos e ficamos na varanda conversando e tomando suco.
   Até que eu disse que ia tomar banho e enquanto isso ele poderia tentar falar com a mãe dele do meu celular pois o dele havia acabado a bateria.
    Ficou na varanda e fui tomar banho.
Voltei pra varanda com a toalha para estender e o dani me avisa que conseguiu falar com a cleide, ela ia demorar ainda é falou para ele ir para casa de sua avó, mas ele disse que estava na minha casa e que esperaria ali, ela concordou e pronto.
    Após isso o menino me pergunta :
       - Cara, você está namorando?
   Achei um pouco estranho ele perguntar isso mas respondi que não.
Então ele fala:
      Bem, seu pai eu sei que não trás mulher aqui e se você não tem namorada nem pegueti, de quem é esse fio dental vermelho ali?
   Na hora eu corei, gaguejei. Eu aproveito os dias que fico sozinho em casa e lavo as langeris, sempre com cuidado pra ninguém ver, mas naquele dia dia vacilei.
    O dani vendo meu embaraço, deu uma risadinha marota e disse :
    - é sua né cara, você curte né?
Eu tentando explicar :
    - Po, dani não é isso que você está pensando. ...
    -   Cara fica tranquilo, não sou fofoqueiro, não conto prá ninguém .
E acrescentou :
    - Você dá gostoso com ela?
Falou de um jeito bem safado.
Eu só disse, que isso muleke, olha o palavreado e atirei a langeri nele, ele pegou rindo olhou pra mim e cheirou o fio dental e depois apertou em seu pau simulando movimentos de uma foda.
    Fiquei meio com tesão meio confuso quando ele me pediu para colocar pra ele ver, eu disse que não ele insistiu em eu falei que não acrescentando que ele nem devia saber fuder direito.
    -   olha sua idade garoto. Nem deve saber fuder.
    Ele respondeu, abrindo o zíper da bermuda e apertanto a pica dentro da cueca :
    - Cara, veste a calcinha que te mostro se sei ou não fuder, veste lá na moral, vai.!
Passou mil coisas pela minha cabeça, aquele garoto daquela idade me intimando daquele jeito.
    Ele, sempre com um sorriso sacana, acrescentou que ficaria só entre nós.
    Olhei pra ele e perguntei se ele falava sério mesmo e ele respondeu :
       - Claro que é Alex. Olha a pica duraça aqui. Vai, veste.
Peguei o fio dental da mão dele e ele falou baixinho:
      - Se quiser vestir algo mais veste. Depois você me diz se o garoto aqui é inexperiente e sabe ou não fuder.
Fui ao quarto, confuso e com tesão. A idade do garoto me incomodava. Mas pensei e Decidi ir até o fim com o garoto.
   Vesti o fio dental, um par de elástico nas coxas, uma cinta de rendinha vermelha para prender as ligas até o elástico rendado nas coxas e uma um baby doll rosa com bojo vermelho de seda.
   Voltei a varanda e o dani estava lá todo largado na cadeira de fio. Quando me viu apertou a rola e sorrindo disse apenas:
    - Nossa! Alex....
Sentei ao seu lado e dei um beijo em seu pescoço enquanto uma de minhas mãos já alisava seu cacete dentro da cueca. O dani retribuiu o beijo no pescoço dizendo :
   - Bom hem! Perfume de mulher.
Ficou dando chupadas em meu pescoço e suas mãos alcançaram meu peito que ele apalpou, apertou depois abaixou o bojo do baby doll e abocanhou, chupava meu peito como um bezerro, mamava os dois, meu tesão aumentava com o garoto sugando meus mamilos, parou e comentou que era como as tetinhas das gurias de 14 anos.
   Aproveitando a parada dele sai do lado e me coloquei de frente tirei sua camiseta, era lindo seu corpo, axilas com poucos pelos, tórax e abdômen lisinhos e uma penugem bem rala na cintura.
Literalmente lambi ele o que pude, fui lambendo e descendo até sua cueca que tirei e sem pestanejar abocanhei aquela pica duraça toda babada, Chupei como nunca aquela rola, era a primeira vez que mamava um garoto assim e a pica era fenomenal, apesar de sua pouca idade tinha uma rola bem desenvolvida, uns 20cm ou mais, grossa, reta e um cogumelo delicioso.
    Caprichei no boquete, engolia o que podia, lambia as bolas e passa a língua na cabeçona da vara. Assim fique por uns vinte minutos . O garoto era só risinho maroto sinal de quem tá curtindo. Em dado momento ele me diz :
   - Alex! Cara tá dando um talento hem! Boquete gostoso do carai!
    Me levantei e disse para irmos para o quarto. Fomos, o colchão já estava no chão e com o dani em pé me ajoelhei e dei mais uma sessão de boquete nele que afastando minha cabeça de seu pau pede para eu pegar a camisinha e colocar nele.
    Coloquei a camisinha dei mais umas chupadas, com a rola tinindo de dura o Dani me fala :
    - Ajoelha no sofá e empina esse cú que o " inexperiente " aqui vai fincar a madeira. E pode gemer se quiser.
Me ajoelhei, empinei a bunda. Dani pegou o gel e passou na cabeça da pica dura e tirando o fio dental do meu rabo, puxou de lado, passou um pouco de gelzinho na porta de entrada. Encostando a pica no meu cusinho me diz :
    - Quer minha rola nesse cu? Quer? Até o talo? Quer?
Respondo que sim.
E ele já empurrando a cabeça dilatando meu anel anal, prossegue :
    - Fala, o que eu sou seu agora? Fala. Sou seu garoto fudedor?
    Eu, gemendo com metade da pica no meu cusinho respondo :
    - Sim, você é meu garoto fudedor.
E ele tirando a pica do meu cu deixando só a cabeça finca com força até o talo de uma vez só. Dizendo :
    - Resposta errada. Sou é seu boy macho comedor de cú. Entendeu?
Com a fincada forte dei um grito abafado de dor e ia puxar a bunda da pica mas ele com as mãos em meu quadril começou a fincar com força sua vara no meu rabo. Sem dó, as estocadas faziam barulho das bolas batendo em minha bunda.
    Eu urrava e gemia com o garoto me rasgando o rabo. Cada medida era acompanhada de um palavrão.
    O garoto meteu firme sem parar por vários minutos até parar de novo tirar até a cabeça e dizer :
   - Você não responde o sou seu. Responde pra levar mais rola nesse cú, responde, carai!
E novamente caprichou na estocada que apesar de doer e eu gemer a cada fincada eu já havia assimilado a dor e era agora só prazer sentir a pica me arrombando o cú.
    Parou com a pica socada até as bolas e falou:
    - vou madeirar seu cú até arder. Responde o que sou seu agora?
E reiniciou a deliciosa sessão de arrombamento.
Gemendo respondi que ele era meu boy macho comedor de cú. Ele sem parar de meter falou que agora sim eu tinha acertado a resposta mas:
      - Vai sofrer um pouco o mais na minha vara por ter demora a responder. E empina essa bunda.
    Empinei o que pude pra receber sua rola.
Daquele jeito, ele estava mesmo possuído. Kkkkkk.
   Metia e perguntava se eu estava gostando da pica dele em meu cu e eu balbuciando dizia que sim. Então ele falava:
    - Isso, tem que gostar sem reclamar, tem que dar esse cú pro seu boy macho fuder sem dó.
Depois de muito pirocar meu cusinho, dito muito mesmo, quase uns 35 minutos de fincadas, eu já estava de rabo ardendo. Esses novinhos tem um fôlego e tanto.
Dani parou, tirou a rola do meu rabo e pediu para eu deitar no colchão ficando de frango assado. Sem demora veio pra cima de mim, abriu minhas pernas ajeitou a pica pulsando fincou de novo em mim dizendo :
   -Quero ver sua cara quando seu comedor mete nesse cú.
E fincou a rola. Dessa vez deu umas quinze medidas e segurando a pica até as bolas dentro de mim, deu um suspiro longo e gozou.
    Eu a essa altura já havia gozado duas vezes. Depois de gozar gostoso ficou algum tempo com a rola engatada em mim até que ficando meio mole tirou do meu cusinho que ardia.
Retirou a camisinha me mostrando a quantidade de porra. E dizendo:
    - Carai! Que cú delícia, não pensei que eu podia gozar tanto.
   Sentou extenuado no sofá. Eu fiquei deitado me recuperando também.
Nos recuperarmos colocamos nossas roupas e voltamos para a varanda. Dani ficou em pé olhando para o nada e eu ia fazer mais suco porém cheguei perto dele que se virou e me deu um selinho e encostando a cabeça em minha orelha falou baixinho :
    - Eae! Fala se não curtiu o inexperiente. Fala agora que não sei fuder.
Abracei ele pela primeira vez nos beijamos de língua.
Paramos o beijo e disse sorrindo pra ele:
    - Safado.!
Ele riu e me beijou novamente. Então eu disse que só tinha faltado eu tomar leite então ele me faz sentar na cadeira e fala :
    - Sem problema. Tá com bastante porra ainda prá você.
E abrindo a tirando a pica prá fora se coloca na minha frente. A rola apesar de ter gozado a poucos minutos estava duraça novamente. Não perdi tempo comecei a mamar o garoto alternando entre chupar a pica e parando prá chupar as bolas enquanto eu chupava as bolas ele batia punheta eu voltava com a boca na rola chupando e ele segurando minha cabeça fodia minha boca cansando eu voltava para as bolas, dessa vez não demorou muito pra ele gozar. Segurou minha cabeça colocou a pica até minha garganta eu com as mãos em sua cintura senti seus músculos enriquecerem e culminou esguinxando leite na minha boca que a cada jato ele ia tirando a rola devagar até gozar tudo.
    - CARAI! Bebe toda minha porra. Bebe.
Bebi tudo. Era deliciosa, grossa, perolada com gosto de rola de garoto e exuberante.
Depois disso se sentou e eu fui preparar mais suco.
Ficamos conversando e tomando suco. Perguntei como ele que era o menino certinho da rua, o evangélico puro que só ia da casa prá escola e da escola pra casa e igreja, como ele tinha experiência em fuder.
Sorriu e respondeu que eu sabia melhor que ele que sempre tem um jeito de dar uma escapada, de dar um perdido e que se eu tivesse curtido e ficasse no sigilo dava pra nós darmos umas escapadas sempre.
Nisso chegou a mãe dele. Entrou tomou suco e agradeceu por ter deixado o dani ter ficado ali.
   Respondi que tinha SIDO UM PRAZER.
O dani deu um risinho maroto de quem entendeu a expressão.
Nos despedimos e fui dormir pensando no garoto que me deixou de cú ardendo.

Foto 1 do Conto erotico: Dani. O evangélico novinho e fudedor.

Foto 2 do Conto erotico: Dani. O evangélico novinho e fudedor.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario olavandre53

olavandre53 Comentou em 06/11/2019

Onde fica a igreja do Dani?

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 07/05/2018

Um evangélico, eu até caso! Betto (o admirador do que é belo)

foto perfil usuario coroaaventura

coroaaventura Comentou em 05/05/2018

VOCÊ É UM SORTUDO, CARA. ADOREI. DEU MAIS PARA ELE?

foto perfil usuario coroaaventura

coroaaventura Comentou em 05/05/2018

VOCÊ É UM SORTUDO, CARA. ADOREI. DEU MAIS PARA ELE?

foto perfil usuario chaozinho

chaozinho Comentou em 03/05/2018

Cu ardendo, largo, gozado, mas te deixou feliz por recebido o pé de mesa do mukleque.

foto perfil usuario morsolix

morsolix Comentou em 03/05/2018

...tão angelical de rosto,onde a ingenuidade se refletia no sorriso tão candido escondia um devasso comedor de bundinhas masculina....cara! Gostei deste seu personagem.Legal.

foto perfil usuario

Comentou em 03/05/2018

Qual a idade do mlk?

foto perfil usuario pcdebh

pcdebh Comentou em 02/05/2018

que delicia de conto...votado!!

foto perfil usuario negropaullo

negropaullo Comentou em 02/05/2018

Conto maravilhoso... Fiquei até com o cuzinho piscando

foto perfil usuario blau1984

blau1984 Comentou em 01/05/2018

Melhor conto q li.. me empresta ele onde... acho

foto perfil usuario oliveira956

oliveira956 Comentou em 01/05/2018

Que garoto delicioso.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


107783 - Muleke pauzudo me fudeu. - Categoria: Gays - Votos: 44
107795 - Perdendo o cabaço com o Duda, o primo maconheiro. - Categoria: Gays - Votos: 47
108103 - João, muleke afeminado, me comeu gostoso. - Categoria: Gays - Votos: 20
108121 - Uma casa velha, um muleke negro,uma foda fantástica. - Categoria: Gays - Votos: 30
108131 - Alê, o cafuçu delicia. - Categoria: Gays - Votos: 6
108311 - Eu e Muleke de rua delicioso. - Categoria: Gays - Votos: 19
108332 - Eu virando cedezinha vadia de um casado pauzudo. - Categoria: Gays - Votos: 6
108453 - Noite perdida, me achei com dois boys! - Categoria: Gays - Votos: 10
108482 - Amiguinho ativo de meu primo, salame e bate estaca. - Categoria: Gays - Votos: 21
108513 - Meu muleke Hétero, brigas e recomeço. - Categoria: Gays - Votos: 16
108611 - Eu cedezinha, Luiz e o enteado metedor. - Categoria: Gays - Votos: 10
108711 - Carnaval fora de época. Um branquinho novinho. Leite e cerveja. - Categoria: Gays - Votos: 11
109054 - Edu, o garoto do interior, fincador novinho. - Categoria: Gays - Votos: 19
109113 - Tirei o cabaço do Rudi, branquinho delicioso. - Categoria: Gays - Votos: 15
109190 - Gurizão, servente de pedreiro e eu sua cedezinha puta. - Categoria: Gays - Votos: 13
109319 - Boy Hétero me comeu. - Categoria: Gays - Votos: 31
109419 - Meu aluno tímido, um cavalo. - Categoria: Gays - Votos: 28
110003 - Enrabado pelo casado ou rapidinha gostosa no banheiro do posto - Categoria: Gays - Votos: 11
116457 - AMIGO DE INFÂNCIA CAVALO E EU CEDEZINHA VADIA. - Categoria: Gays - Votos: 16
116687 - Ganhei o dia com o boy favelado. - Categoria: Gays - Votos: 37
116743 - Duda, meu primo maconheiro e seu amigo. Nosso fim de semana. - Categoria: Gays - Votos: 39
116964 - Dois amigos. Uma história. - Categoria: Gays - Votos: 18
117020 - Irmão negro de minha namorada me rasgou. - Categoria: Gays - Votos: 42
117131 - Eu, cedezinha e o novinho casado. Parte 1 - Categoria: Gays - Votos: 9
117140 - Eu, cedezinha e o novinho casado.parte 2.A surpresa - Categoria: Gays - Votos: 6
117156 - Amigo do meu amigo. Parte 1. - Categoria: Gays - Votos: 22
119223 - Eu, e o novinho casado.parte 3, comi o Binho. - Categoria: Gays - Votos: 7
119275 - Peão de obra no terreno baldio. - Categoria: Gays - Votos: 15
131710 - Boy MC madeirou meu rabo. - Categoria: Gays - Votos: 32
132265 - O magrelo empalador e eu. - Categoria: Gays - Votos: 13
132324 - Fast foda no último de no emprego. - Categoria: Gays - Votos: 6
132465 - Noite inesquecível, o haitiano e eu Cedezinha. - Categoria: Gays - Votos: 16
133886 - No cafofo do Ueverton, fui cedezinha puta do nóia. - Categoria: Gays - Votos: 6
134043 - Tinha vontade de me fuder e me fudeu mesmo. - Categoria: Gays - Votos: 17
134155 - Manuscrito no banheiro e branquinho comedor - Categoria: Gays - Votos: 17
134199 - Gurizão me cantou e me deu leite no fundo da farmácia. - Categoria: Gays - Votos: 21
134282 - Casado na madrugada, jogo rápido. - Categoria: Gays - Votos: 9
134286 - Atraso do ônibus, Marquinhos e eu, loucura no cine. - Categoria: Gays - Votos: 3
134312 - Júnior sumiu mas o Dener fez gostoso. - Categoria: Gays - Votos: 8
134361 - Maloqueiro. Trilogia P1 - Categoria: Gays - Votos: 17
134366 - Maloqueiro. Trilogia P2 - Categoria: Gays - Votos: 20
134469 - O quintal. Memória curta, pica comprida. - Categoria: Gays - Votos: 10
134472 - Outra foda no quintal. A cadeira de fio. - Categoria: Gays - Votos: 6
134527 - Conheci o Guilherme. 01 - Categoria: Gays - Votos: 11
134611 - motoboy entregou a marmita e me deu sua calabresa. - Categoria: Gays - Votos: 36
134784 - Sobre como fiquei com o amigo " porra loca" do meu irmão. - Categoria: Gays - Votos: 47
134789 - Depois de uma noite com o favelado jeguin, dei para outro favelado amigo dele. - Categoria: Gays - Votos: 27
134915 - A noite com o favelado jeguin. - Categoria: Gays - Votos: 26
135421 - Sobre como fico com o rapaz no sigilo da madrugada. Ou, pouco importa o nome dele. - Categoria: Gays - Votos: 6
135699 - Rapidinha com o nerd no escritório. - Categoria: Gays - Votos: 11

Ficha do conto

Foto Perfil marthy
marthy

Nome do conto:
Dani. O evangélico novinho e fudedor.

Codigo do conto:
116533

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
01/05/2018

Quant.de Votos:
32

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


conto erotico no metrofotos pornô do genro comendo a sogra em quadrinhoscontos eróticos casado carente chupou amigo gaycontos eróticos machão é transformado em viadinhoDei o cu ao peãocontos eróticos AVS Gay contos marginalContos eroticos lebicos de professoras e alunasZoofilia franco e belinhafiquei sozinha na casa do titio e provoquei ele sem calcinha pornoa minha cunhada quadrinho pornoketmarinacontos eroticos tia com sobrinho dormindoConto porno desdi pequena pai e mae me comeconto erotico comi o recepcionista da pousadaconto erotico de sogra gostosaquadrinhos contos eróticos gaycontos eróticos meu avô cuidou muito bem de mimconto erotico casada garotisconto erotico andandomeu filho atrevido e selvagem porncontos fudi zenildacontos eroticos incesto bikine punhetaconto erotico eu e minha mulher com uma gordinhaContis zoofiliacontos mia mulhezinha arumou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rolona dele contosconto erotico tres dias de sexo esposa puta com10 negros marido cornogozaram no cu conto eróticoNovinha da o cuzinho contos eroticocontos eroticos desistindo de desidtircontos erotico fingindo quadradinhoCANTOS FOTOS DE SEXO DE MECANICO PIROCUDO COM MAE E FILHAS NOVINHAS VIRGEMse mastubando com frasco de traspirante porno doidomae super rabuda sendo chantagiada pelo filho conto erodicoPornolesbicascontosxvideo irmas espiando irmas e sao percebidaspornobrasil tia quadrinhos ano 2017pornô contos erótico minha mulher gosta de chupa meu pau em encanto dar o cuconto tio come a buceta da moça quando ele leva ela pra faculdadeconto erotico o medicocontos eróticos vovó comendo o cu da netinhaDespedida de solteiro hentelcontos eroticos reais Minha mãe é puta e eu viadinhomelhores arronbos nas mulheres quadrinhoconto erotico novinho e o coroa calcinha gaydei meu cu pra um travesti e le gozou dentro do meu cu e cagei todogrelos. gigantes ativoscontoeroticodfcontos eroticos crentenovinha tinder bebada contofamilia favela hq porno album onlynecontosanimespornoContos Eróticos sou puta depravadaprimos no mato contoConto erótico gay boquete com amigosenrabador de gravidas contoscontos eroticos juvenismeu irmao pauzudo me comeucasada que fes zoofilia pela primera vessuecos porno gay picudoSexo na faculdadecontos eroticos comi o cu da minha sobrinha bebadaconto gay virei mulherquadrinhos eroricos A gerente eabudafudendo o cuzinho das mais gostosas novinhasgarçom negro gay pauzaocontos eroticos minhas alunas chuparan ninha bucetaconto erotico gay o garanhao bombeirocontos eroticos gays com gesseirosvovo fudendo com negao70contos comi o cu virgem da minha sogra e minha mulher ajudouconto darkroomগুদের চোদাxvidios porno a mae chupador a rola dor filho no martocontos eróticos casada novinhaque deu pro instalador datvvibrador grande e grossopai pegou a filha Barbuda transando e meteu a rola nela tambémconto erotico+crente,gostosa e depravadaconto erotico comi o filho do meu amigonquadrinhoseroticoscontos eroticos garoto de programa com quinze anosvedeo porno inpurrou de uma vez no cu e ela chorouhentai+oh+famíliaMinha vó bundudacunhado cumedo a mulhe ia cunhadaContos incesto irma cavala bucetudacontos.eroticos. meu mordomo e.minha esposacontos eroticos vovozinhoscontos eroticos um estranho mim arombou no meio da ruaconto erotico esposa putaconto erotico safada provocadoracaralho grabde fudendocandidato a ator pornogravidezcompenis