Curtindo com o negão a praia de nudismo



Oi! Hoje vou contar sobre uma foda real que tive em uma das vezes que viajei para Floripa (SC), há quase três anos. Eu tinha ido sozinho e tava a fim de fazer coisas diferentes. Lá também estava um carinha que aqui chamarei de Almir. Ele tinha 32 anos na época, negro, magro definido e tinha cerca de 1,80m. Ele também é paulista como eu tinha viajado sozinho, e como um amigo em comum nosso me indicou que ele estaria lá, acabamos marcando algo para nos conhecermos e acabamos fazendo um rolê onde rolou até uma deliciosa brincadeira no mato, que contei em outro conto. Eu ia para a praia onde ele estava hospedado, então avisei que poderíamos nos ver lá.

Fui caminhando com uma amiga que fiz no hostel onde eu estava hospedado e ficamos um tempo curtindo a Praia Mole, conhecida praia de Floripa com presença LGBT. Ele mandou mensagem que iria me encontrar na frente de um deck, mas passaram uma, duas horas depois e nada dele. O sinal do celular tinha caído e a mensagem que Almir avisava que tinha chegado havia demorado também.

Fui correndo encontra-lo na cabana e finalmente nos vimos. Lembrando do que tínhamos feito no dia anterior (ou dias antes, não lembro em que eu conto mais), já cumprimentei ele com meu caralho duro e pressionando a sunga. Ficamos os três curtindo a praia, ele fez amizade com a minha amiga e depois me comentou de uma praia de nudismo lá perto chamada Praia da Galheta, cujo acesso era por trilha. Me animei a conhecer, vesti uma bermuda e deixei a minha amiga lá de boas pegando bronze e fomos caminhando até lá.

Durante o caminho, conforme tinha prometido, Almir tinha arranjado beck e sentamos em algumas pedras no começo da trilha para fumar um pouco. Enquanto isso, você já via alguns caras entrando e saindo da trilha, e ás vezes alguns casais. Ficamos um pouco curtindo a brisa e quando o beck acabou, continuamos a caminhar.

Era uma trilha belíssima, uma combinação repleta de pedras, verde, areia e o mar, mas a caminhada durava em torno de 20 minutos e tinha alguns obstáculos escorregadios. Cerca de metade da trilha você já começava a ver as pessoas peladas, principalmente homens com o pau pra fora balançando, mas todos de boas, alguns até cumprimentavam com a cabeça. Você olhava para o lado e via outros sub caminhos, trilhas que subiam o morro e terminavam em canteiros de pedras.

Havia poucas pessoas na praia, um casal hétero nu caminhando de mãos dadas, mais alguns pouquíssimos caras curtindo a praia sozinhos, nus ou seminus. Sentamos em uma pedra e ficamos deitados olhando para cima, conversando, dando uns pegas e esfregamos os nossos caralhos dentro das sungas (a gente não tava à vontade pra ficar nu – era minha primeira vez lá também). O céu começou a escurecer um pouco e com medo de surgir raios, decidimos voltar.
   
Na volta, cruzamos com mais caras, um deles usava botas e um boné, aparentava uns 45 anos, e caminhava nu, com o caralho duro e balançando naturalmente. Fiquei com puta tesão e, passado todo a fascínio com a praia e a trilha, comecei a observar que saíam e entravam alguns caras entre as pedras e também nas subtrilhas. Às vezes também saíam homens e mulheres juntos, em pequenos grupos, com aquela cara engraçada de que aprontaram alguma coisa.

Eu e Almir decidimos pegar uma dessas trilhas. Chegamos até a uma espécie de cantinho montado por pedras, escondido, tão perfeito, parece que a natureza tinha criado um quarto de foda (rs). Só tínhamos que tomar cuidado porque também aproveitavam para fazer necessidades ali perto, mas isso não atrapalhou o clima.

Ficamos e um cantinho mais fechado de pedras com uma linda visão para o mar, tirei minha sunga e me agachei pra baixar a dele. Quando fiz isso surgiu uma deliciosa piroca preta, grossa, devia ter em torno de 20 cm, que bateu na minha cara, me fazendo sentir aquele delicioso cheiro de caralho suado. O negão viu que eu curti, segurou a minha cabeça e roçou o pau no meu rosto pra que eu sentisse lentamente a pica dele desde a glande até o cheiro das bolas um pouco pentelhudas. Que tora deliciosa de sentir no rosto, puta que pariu!

Olhamos para os lados para ver se não vinha ninguém, mas só me lembro de ouvir folhas de mexendo e outros caras caminhando pelas subtrilhas. Ficamos batendo punheta juntos até sentirmos segurança de que poderíamos aprontar por lá sem ninguém nos interromper.

Depois, olhei pra aquele pica preta duraça e balançando na minha direção, não perdi tempo e abri os meus lábios pro negão enfiar a pica na minha boca. Senti aos poucos a glande penetrando, em seguida o tronco, e senti aquela pica enorme tomando conta da minha boca, fui socando até onde aguentava, quando senti as bolas balançando nos meus lábios. Almir tinha uma voz bem grossa, e enquanto sentia a minha boca envolver o pau dele, soltava um gemido viril, como se fosse um leão rosnando. Chupei aquela piroca preta com vontade. Não lembrava de ter chupado um pau grande daquele até então, e sentia ele pulsando de um jeito na minha boca que, putz, me deixou muito doido!

Pra descansar a língua, meti uma fungada forte nas bolas deles, que o cara ficou com a perna até mole e teve que escorar subitamente nas pedras pra não cair! kkkkk Ele me levantou, me agarrou com força e me beijou com violência, como se a partir daquele momento todo o lado civilizado dele tivesse ficado para trás e ali ficado apenas um animal selvagem cheio de tesão e porra dentro do pinto pra atirar pra fora – como eu também.

Sentia aquela picona dele duraça esfregar até no meu umbigo, e antes que eu emitisse qualquer reação do que fazer no minuto seguinte, ele me jogou na parede e se agachou para curtir o meu pau de cabeça rosada e poucos pentelhos como o dele. Caralho, senti aquela boca quente e úmida envolver o meu pinto como se fosse uma camisinha mais grossa, e quando chegou nas minhas bolas, senti a respiração ofegante dele tentando tomar meu fôlego.

Joguei os braços para trás, fechei os olhos e deixei o negão curtir a minha pica como se fosse a coisa mais importante da vida dele, no meio daquele cheio de natureza que convidava a gente soltar os instintos, som do mar, aquela atmosfera que exalava sexo e putaria, além do efeito do beck que deixou a gente mais safado.      

Mesmo meu pau sendo um pouco menor que o dele, Almir curtiu e chupou com gosto, forcei estocadas na boca dele como se fosse um cu e ele começou a gemer mais alto com aquele vozeirão forte. Senti que ia gozar, ele tirou o meu pau a boca e pediu pra segurar. Voltei a chupar a piroca dele, ele agarrou a minha cabeça, enterrou o pau dele na minha boca e fez a minha boca de cu, só que como seu pinto era maior, eu sentia ir até perto do começo da garganta e, confesso, acho que era a primeira vez que sentia aquilo daquele jeito.

Ele avisou que ia gozar mas preferiu segurar. Eu tirei o pau dele da minha boca e botei ele de costas. Estávamos sem camisinha, então decidi fazer portinha no rabo dele. A bunda era lisa e gostosinha de esfregar o pau. Não sei o grau de prática que ele tinha nisso, mas ele conseguiu pressionar meu pau entre as nádegas de um jeito que ele ficou bem prensado, enquanto eu esfregava com força, agarrava o pescoço dele e mordia a sua orelha soltando um grunhido que vinha do meu lado mais animalesco, deixando o cara loucão. Eu queria experimentar aquela sensação com uma piroca de ouro daquela, então invertemos e ele esfregou o pau na minha bunda. Sentir aquela tora enorme roçando em mim, enquanto ouvia aquele grunhido de voz grossa no meu ouvido me fez ter um esforço tremendo pra não explodir em gala. Meu pau agora ficou úmido só de lembrar.      

Ali, o céu não estava tão escuro até então como estava na praia, mas essa escuridão começou a chegar por lá, então aceleramos um pouco para irmos embora antes que ficássemos presos. Ficaram as duas pirocas frente a frente, meladas, duras como pistolas. Nos beijamos e esfregamos nossos paus que empapavam a virilha do outro de suor e melado. Ele agarrou meu pau e começou a bater pra mim, e eu, gentil, cuspi na mão e fiz o mesmo com a piroca dele. Fechamos os olhos e sentimos a mão do outro trabalhando para o prazer do nosso pinto. De repente senti aquela pirocona pulsar mais forte, o negão ficar com o braço mole, soltar meu pau e escorar na pedra, e vi a minha mão tomar jatos violentos de porra enquanto aquele vozeirão grosso se desequilibrava em um suspiro forte de quem sofria uma alta descarga de adrenalina.

Ainda meio mole e com o pinto pingando, ele agarrou o meu pau e passou a bater pra mim com mais força, enquanto eu cheirava a porra dele na minha mão e depois limpei no peito dele, deixando aquela pele maravilhosa besuntada de porra. Foi a minha vez de gozar e mandei jatos na mão dele. Almir ficou admirando a minha porra escorrendo nos dedos e limpou a mão na minha virilha.

Saciados, nos vestimos de sunga e bermuda e voltamos, já sentindo uma leve garoa. Cruzávamos com outros caras saindo de trilhas semelhantes e com caras cismadas, mas nossa troca de olhares logo os relaxavam, porque viam que a gente também tava na mesma vibe que eles. Fizemos o resto do caminho com as mãos meladas e com cheiro de pica. Quando voltamos para a Praia Mole, nos lavamos na água e reencontramos a minha amiga, que estava hiper relaxada e já com um bronze no corpo.

Foi a última vez que transamos, já que nos dias seguintes caiu muita chuva na cidade e fiquei preso no Hostel, e acabamos nos distanciando também, ainda que eu o tenha encontrado outras vezes na minha cidade.

Bom foi isso. Gostou? Espero que tenha gozado bastante. Se não gozou, que essa história te inspire para a próxima punheta! Hehehe Leia também DEIXANDO A VIAGEM MAIS INTERESSANTE que é o conto que escrevi sobre o que eu e ele aprontamos no mato dia antes.

Até mais!

Foto 1 do Conto erotico: Curtindo com o negão a praia de nudismo

Foto 2 do Conto erotico: Curtindo com o negão a praia de nudismo

Foto 3 do Conto erotico: Curtindo com o negão a praia de nudismo

Foto 4 do Conto erotico: Curtindo com o negão a praia de nudismo

Foto 5 do Conto erotico: Curtindo com o negão a praia de nudismo


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 20/06/2019

Rafael, obrigado pelo comentário em meu conto e o convite oara vir ler seus contos. Comecei por este e me deliciei. Votado! Tenho outros contos, todos são fatos com fotos dos fatos reais. Continue lendo, enriquecendo com seus comentários e presenteando com seu voto! TESÃO da porra amigo! Betto o admirador do que é belo

foto perfil usuario anjogabriel

anjogabriel Comentou em 29/10/2018

Quando vier pra floripa me chame.

foto perfil usuario olavandre53

olavandre53 Comentou em 22/10/2018

Adorei tudo, menos o beck, me desculpe, mas ñ preciso disso para me soltar: comer, ser comido, beijar na boca, linguar e ser linguado. Bjs

foto perfil usuario sograrb

sograrb Comentou em 17/09/2018

Quero ir com meu marido numa praia assim.




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


19128 - Da seca para o beco - Categoria: Gays - Votos: 21
19129 - O aluno que queria surpreender - Categoria: Gays - Votos: 10
19231 - Pagando por punheta - Categoria: Gays - Votos: 10
19396 - Cala a boca, porra! - Categoria: Gays - Votos: 16
19687 - Picas pra fora, no meio da rua - Categoria: Gays - Votos: 15
19847 - Revólver com porra - Categoria: Gays - Votos: 11
20325 - Calor de macho - Categoria: Gays - Votos: 9
20986 - Chupa, novinho! - Categoria: Gays - Votos: 11
21346 - Zíper aberto dentro do ônibus - Categoria: Gays - Votos: 36
21821 - Olhadas do professor - Categoria: Gays - Votos: 22
21865 - Brigando de pau duro - Categoria: Gays - Votos: 12
22495 - Metendo o pinto onde não é chamado - Categoria: Gays - Votos: 18
22624 - Metendo o pinto onde não é chamado – A vingança - Categoria: Gays - Votos: 20
23330 - Uma surpresa na cama - Categoria: Gays - Votos: 7
23541 - Encaixando sem pedir - Categoria: Gays - Votos: 13
23882 - E toooma porra! - Categoria: Gays - Votos: 33
24088 - Couro e porra: motociclistas tarados - Categoria: Gays - Votos: 13
24422 - Dando um jeito no moleque punheteiro - Categoria: Gays - Votos: 19
25100 - Experiências com o cú do novinho - Categoria: Gays - Votos: 9
25587 - Salvando o amigo - Categoria: Gays - Votos: 6
25840 - Rapidinha no muro - Categoria: Gays - Votos: 17
26328 - Boqueteiro particular - Categoria: Gays - Votos: 21
26881 - Dando o cú como esmola - Categoria: Gays - Votos: 19
27116 - Sinfonia de punhetas - Categoria: Gays - Votos: 9
27469 - Uma tarde com o amigo - Categoria: Gays - Votos: 16
28057 - Pica solta na bermuda - Categoria: Gays - Votos: 25
28418 - Porra no sapato do chefe - Categoria: Gays - Votos: 7
29000 - Aprontando no mato - Categoria: Gays - Votos: 12
29857 - A leitada - Categoria: Gays - Votos: 13
30419 - Metendo no técnico de informática - Categoria: Gays - Votos: 22
31043 - O pedreiro queria gozar... - Categoria: Gays - Votos: 28
31633 - Barraca armada no ônibus - Categoria: Gays - Votos: 20
32576 - Bandido de pau duro - Categoria: Gays - Votos: 29
32715 - O moleque safado e suas luvas de couro - Categoria: Gays - Votos: 10
33582 - Esqueceu a porta aberta... - Categoria: Gays - Votos: 25
34282 - E toooma MAIS porra! - Categoria: Gays - Votos: 22
35177 - Catei uma siririca, meti o serviço completo - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
35807 - Ele dá no couro - Categoria: Gays - Votos: 15
36065 - O caralho fotogênico do amigo - Categoria: Gays - Votos: 17
37133 - Chuva de porra - Categoria: Gays - Votos: 11
40008 - O pau gostoso do gerente - Categoria: Gays - Votos: 16
41228 - Caralhos à vontade - Categoria: Gays - Votos: 7
42554 - O punheteiro da madrugada - Categoria: Gays - Votos: 3
44768 - Descobrindo o punheteiro da madrugada - Categoria: Gays - Votos: 3
46614 - O maludo que não reparava em mim - Categoria: Gays - Votos: 16
47068 - Vizinho pervertido - Categoria: Gays - Votos: 8
47822 - Comendo o amigo da facul - Categoria: Gays - Votos: 8
48294 - O caralho do negão - Categoria: Gays - Votos: 11
49033 - O caralho do negão - parte 2 (final) - Categoria: Gays - Votos: 15
49836 - Minha primeira vez num cinema pornô - Categoria: Gays - Votos: 14
51214 - Punhetando um desconhecido na rua - Categoria: Gays - Votos: 6
53365 - Gozando por aí - Categoria: Gays - Votos: 4
56651 - Traçando o punheteiro do terreno baldio - Categoria: Gays - Votos: 7
59353 - Roubando as pregas do malandro - Categoria: Gays - Votos: 12
60087 - Flagrando o estagiário na punheta - Categoria: Gays - Votos: 24
62246 - Mão amiga no banheiro - Categoria: Gays - Votos: 10
66753 - Brincadeira de moleque safado - Categoria: Gays - Votos: 14
71682 - Esquema no mato - Categoria: Gays - Votos: 12
76296 - Pagando pau para o motociclista - Categoria: Gays - Votos: 9
79693 - Mão amiga no banheiro (2) - Categoria: Gays - Votos: 7
82983 - Me come! Isso é uma ordem! - Categoria: Gays - Votos: 5
86208 - Revistado de pau duro - Categoria: Gays - Votos: 9
88827 - Deixando a viagem mais interessante... - Categoria: Gays - Votos: 5
92473 - Maratona de boquete - Categoria: Gays - Votos: 6
93363 - Minha primeira vez numa festa fetichista - Categoria: Gays - Votos: 3
96295 - Batendo uma pro cara na balada - Categoria: Gays - Votos: 9
98638 - O mamador da festa - Categoria: Gays - Votos: 6
101018 - O mamador da festa – Parte II (FINAL) - Categoria: Gays - Votos: 4
104863 - Bate pra mim! - Categoria: Gays - Votos: 10
111833 - Skatista de programa - Categoria: Gays - Votos: 11
115124 - Catou na bronha matinal - Categoria: Gays - Votos: 10
131964 - Contando história de pau duro - Categoria: Gays - Votos: 8
140068 - Contando história de pau duro – Parte II - Categoria: Gays - Votos: 1

Ficha do conto

Foto Perfil o libertino
olibertino

Nome do conto:
Curtindo com o negão a praia de nudismo

Codigo do conto:
125467

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
15/09/2018

Quant.de Votos:
8

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


meu cunhado me fudeu. desabafoconto erotico tomando banho com minha maeputinho afeminado dando escolaconto gay carona rebolei calcinhawww.xvidio prima neguinha virgemporno conto erótico com a sogracontos eroticos do treinador em quadrinhosconto minha mulher foi penetrada na minha frentedor doendo virgindade primeiro nojo pregas "porno"conto gay irmaos gemendo no pirocao do irmao c fotoconto erotico taradofodendo com a mãe na cozinha contocontos eroticos comi a amiga da amanteflanelinha contoqueriasercornocontos eroticos mulher casada do seu primeiro orgasmocontos eróticos o amigo do meu marido me seduziu novinha levantando o vestido e mostrando a buceta 240x320contos eroticos gay quando eu tinha oito anos esperei meu pai ficar bebado e dei o cu pra eleamanda dijean flagra peitoConto porno desdi pequena pai e mae me comeconto erotico gay negao dominador escraviza travesticontos erotico estrupando menina crenticontos e encoxando a tiaSr e sra smith conto eroticocontos eróticos da sogra toma leitinho na cama do genroContossado excrava extremotop contos eróticos escrito por cristina23livresquadrinho erótico cunhada peitudacretinha pertubandocalabreza no cu conto eroticogostosa de olhos verde de beibidol transparente pornocontos eroticos flagrei minha esposa seduzindo meu amigocontos eroticos . o namorado da minha amiga gays 2017contos minha vida de cornotemcurva xvideohq pornocontos dou cu desde novinhoquadrinho gay porno amigoshospedei casal sem tem pra onde ir contos eroticoContoerotico fotonovela travequinhaas buceta sussurranteconto erotico estuprando a amante da mulher violenciatrepei com minha filha contos incestosmamae e titia ve o pintao do filho enorme contosultimo contos eroticos com fotos 2017 vizinho roludo engravidou minha mulherconto erótico incesto mãe com dois filhosmeninas da family guy peladasfudendo rapidinha a xereca lisinha ca bacinhoconto fudendo as irmas no parquequero ouvir conto erótico do garotão da farmácia da rola de jumentodragon ball z hentai gayver contos eroticos de meninas de dezoitoanos que foro ceduzidas pelos garotos de quinzequadrinhos eroticos velhos transando com novinhaPorque o homem e viciado a bater punhetaEmpregada virgem que seu patrao coroa rico dava dinheiro pra ela conto eroticocontos eróticos disse pra ela você treparia com outro homem na minha frenteContos erotico corintiano enteado como empregadacontos erotico da mulher que deu po kachorro labradorGostosas De lycra conto erotico Seirenconto minha mae me iniciou no lesbianismoconto erótico com pastorContoerotico na rola dosogroContos eroticos 2017cornosMinha esposa do bundao e o amigo de infancia dela/relato erotico reaisconto erotico gay tio bebadoconto erótico estrupado a novinha virgem dentro de ônibus novinha linda emcochadaConto mete ai ui ui uicontos erotico com vizinho velhinhominha bucetonae e muito apertadinha contoseroticoswww.fotos.morena.safada.fudendo.dlangeri.sex.contos.sexcontoerotico baby blizconto erotico eu e amigas da escola indo embora pra casa e encontramos um homem bem pauzudo e chupamos o pau delecontos eroticos minha mae traiu meu pai na cara delecontos deu mole ele kreuVidioporno professora de quadrinhocontos de sexo na matao negao comedor de cu quadrinhosconto com foto amadora corno esposa enteada incestopornocontoincestoConto eroticos de carnaval 2017 dando o cu na foliagibis pono volei sexoal entre uma mamãe e uma titia com bucetas muito deliciosas 2Contos deu cu a forçaadoro provoca homemlimomada giibi pornowww.pornpics.com comtos eroticos de imcestoconto erotico tirando o atraso da tia e da maecoroaConto erótico medica travesti conto de sexo com palavrõesContos erotico minha esposa foi comprar paosogro tarado eroticoQuadrinho erotico familia favelafoto conto erotico mae gostosacomo tranzar com aprima coroa da minha esposapeguei papai cheirando minha calcinha contos eroticosFotos incesto bixesualconto erotico novinho vizinholeres casada nuascontos eróticos gay entre irmãos/de sandro virei sandrinhaconto erotico meu senhor me fez colocar o plug anal