A pequena faminta por buceta



A noite com a Doutora Tamires foi bem agitada, só de lembrar que tive aquela loira deslumbrante só pra mim por slguns momentos, já me deixava molhada, fiz ela sentir orgasmos que ela nunca sentiria na vida com seu marido, supri todas suas necessidades, a fiz gozar, chupei ela todinha, e até desviamos de seu verdadeiro propósito, que seria dar prazer ao marido com meu cusinho… bem, a realidade foi outra…

Cheguei em casa após sair da casa de Tamires, tomei um delicioso banho quente e fui para a cama. Acordei no outro dia animada, me arrumei e fui para o trabalho. Entrando no corredor da unidade encontrei a Nathally, ela olhou para mim e ficou vermelha, acho que de vergonha. Me aproximei dela.

- Bom dia Dra. Nathally.

- Bom dia Ana - Ela respondeu timidamente - Posso falar com você depois… a respeito… daquilo.

- Tudo bem, só dar uma ligada na minha sala quando estiver livre.

Ela concordou e foi direto para seu consultório, achei um charme sua timidez, porque sabia que até o final da noite, iria ver seu lado mais perverso. Fui para a minha sala, e depois de umas 2 horas, Nathally me ligou e me chamou até seu consultório. Fui até lá, bati a porta e pedi licença.

- Pode se sentar Ana, fique a vontade, por favor - Sua educação também era de dar inveja - Então… eu não sei como começar ou o que dizer.

- Se facilitar pra você, pode me passar seu endereço e combinamos um horário - Facilitei muito para ela.

- Mais fácil - Ela pegou um pedaço de papel e escreveu o endereço de sua casa e me entregou - Pode ser as 9?? Tudo bem pra você?

- Pra mim está perfeito - Sorri

- Ok, e céus - Ela levou as mãos ao rosto - Não acredito que estou fazendo isso…

Me levantei e fui até seu lado, ergui sua cabeça cabisbaixa e dei um leve selinho nela.

- É normal ficar aflita assim, mas fica tranqüila que vou fazer do melhor jeito pra você.

Ela sorriu novamente, dei um beijo mais profundo nela, quase envolvendo nossas línguas, nessa hora alguém bateu na porta. Fui caminhando para a saída e abri a porta, eram mais pacientes, voltei para a minha sala e Nathally voltou para atender. No final do dia, fui direto para a casa para me preparar, tinha uma importante tarefa nas mãos, realizar a fantasia lésbica de uma garotinha. Se eu estava ansiosa? Obviamente sim.

Esperei dar o horário e me dirigi a casa dela, em comparação às outras doutoras, a casa dela era a mais humilde. Bati a porta, e Nathally atendeu, ela estava vestindo um short curto bem folgado e uma blusinha fina.

- Ana, estava te esperando - E me convidou para entrar.

Senti seu perfume e logo fiquei excitada, na verdade passei a tarde inteira excitada, pensando nas infinitas maneiras que iria usufruir do corpo da pequena. Fomos para a sala, onde tinha 1 garrafa de vinho e 2 copos, nos sentamos e ficamos bebendo e conversando. O álcool subindo e o tesão batendo forte, só pensava em agarrar aquela pequena dos olhos puxados e fazer ela ir as nuvens com orgasmos múltiplos.

Então decidi ir ao ataque, coloquei a taça na mesa de vidro em frente ao sofá, me aconcheguei mais perto dela com uma mão em sua coxa e outra em sua nuca, e levemente fui aproximando minha boca na sua até resultar num beijo de língua, um pouco tímido no começo, mas aos poucos foi relaxando, seu cheiro era de vinho misturado com seu perfume doce, me fazia apertar seus cabelos e sua coxa.

Fui aproximando minha mão em seu short finíssimo até sentir o melzinho atravessando o tecido, e me excitei ao sentir que ela estava sem calcinha. Na mesma hora que toquei em sua buceta, ela abriu mais as pernas e continuei massageando, ela gemia e eu continuava beijando seu pescoço, uma mão a masturbando e outra já apertando seus seios, ela desceu um pouco de sua blusinha revelando aqueles seios não tão grandes e nem tão pequeno, no tamanho certo, apertei gentilmente os biquinhos enquanto a pequena se contorcia no sofá.

Fiquei de joelhos em sua frente e fui chupando seu seios com ela segurando meu cabelo e com minha mão ainda em sua boceta. Desci beijando sua barriga até chegar na área que é a felicidade de qualquer pessoa, puxei o shortinho de lado e cai de boca em sua boceta lisinha e cheirosa, e além de tudo, super molhada. Chupei ela como se estivesse beijando sua boca, usei muito a língua e sua saliva, enfiei a língua lá dentro e voltava a focar o clitóris, descia, erguia suas pernas enquanto degustava seu anelzinho é a masturbava ao mesmo tempo, até que veio o primeiro orgasmo da pequena, e foi a coisa mais excitante que eu já vi.

Ela revirava seus olhos puxados, tremia inteirinha e tentava abafar seus gemidos, mas sem sucesso, enquanto ela gozava eu continuava a chupar seu cuzinho. Quando ela terminou, subi com a língua e suguei todo o mel que ainda sobrava em sua buceta, subi mais e compartilhei seu melzinho com um delicioso beijo de língua, com ela ainda ofegante e se recuperando.

- Então, como é? Gostou? - Perguntei a ela sussurrando.

Ela apenas sorriu e acenou que sim com a cabeça, então voltamos aos beijos..

- Fica de quatro no sofá Ana, agora é minha vez - Dizia ela se levantando e amarrando o cabelo.

Fiquei de quatro no sofá assim como ordenado, antes tirei minha calça e fiquei só de calcinha. Ela começou acariciando minha bunda, apertando levemente, senti sua boca mordendo e seu hálito quente em meus buraquinhos. Sua língua percorreu do meu clitóris até meu cuzinho, não me reprimi e gemi pra caralho quando ela grudou sua boca em minha rachinha e começou a chupar feito uma viciada em boceta, estava muito bom pra ser a primeira buceta que essa menina chupava.

Rebolei em sua boca, sua língua habilidosa me fazia suspirar, seus dois dedos em minha buceta e um dedo em meu cuzinho me fazia ficar louca, tocou meu ponto fraco. Em pouco tempo já estava gozando, empurrando a bunda contra seu rosto e ela chupava ainda mais gostoso. Me deitei no sofá e fiquei tomando fôlego, ela veio em minha direção e trocamos mais beijos e carícias, fomos ao banho juntas, e lá só ficamos caladas, apenas aproveitando o pós sexo. Terminando o banho, voltamos para a sala, já estava me arrumando para ir embora.

- Já vai? Não quer ficar mais um pouco? - Dizia ela um pouco chateada.

- Tenho que acordar cedo amanhã, melhor ir pra descansar.

- Pode dormir aqui… comigo… se quiser - Os olhos dela não negava, ela queria muito aquilo.

Acabei cedendo e a pequena doutora se alegrou e muito. Fomos de imediato para a cama, e em pouco tempo já havia adormecido, com a cabeça dela recostada em meu corpo. Acordamos um pouco mais cedo no outro dia, bem… fui acordada com a mão boca de Nathally, senti a passando por todo o meu corpo e já acordei com um fogo, que só pode ser apagado com uma bela chupada. E foi o que ela fez quando percebeu que estava acordada, desceu até minhas pernas, puxou de lado a minúscula calcinha já melada pela minha buceta e caiu de boca, sem enrolação e sem frescuras, senti sua língua macia sob minha buceta e sua fome voraz pelo mel que escorria de mim.

Não demorou muito, e gozei segurando seu cabelo e gemendo feito a puta que sou assumidamente. Ela subiu e me beijou, compartilhando o gostinho de uma saborosa biceta logo pela manhã, claro que eu tinha que retribuir o favor, pedi pra ela sentar com a buceta em minha boca, foi o que ela fez. Ela sentou, rebolou e cavalgou enquanto minha língua invadia seu interior. Ela gozou gemendo igual uma biscate. Terminamos, e fomos para belo banho quente. Tomamos café da manhã e fomos juntinhas para o trabalho, claro que disfarçando, não podíamos dar ao luxo de dar ganchos de fofocas para os outros.

Na entrada da unidade, encontramos Lyllian, minha querida dominadora, finalmente estava de volta, às ordens daquela que realmente me possuí...

Foto 1 do Conto erotico: A pequena faminta por buceta

Foto 2 do Conto erotico: A pequena faminta por buceta


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario marcoza

marcoza Comentou em 15/05/2019

Simplesmente fodástico,parabéns por postar essa delícia da literatura erótica.

foto perfil usuario robertoeluiza

robertoeluiza Comentou em 15/05/2019

Ótima profissional!! Parabéns Votado

foto perfil usuario arqueirorj

arqueirorj Comentou em 15/05/2019

Conto bem narrado, com muita sensualidade, me deixou com muito tesão aqui... Delicia, votado com parabéns e tudo mais que tenha direito...

foto perfil usuario muitoputo

muitoputo Comentou em 15/05/2019

Nossa que delícia de conto, adoro duas ou mais mulheres se deliciando, beijando muito de língua, se chupando...se esfregando muito...hummm que tesao! E suas fotos ficaram deliciosas...amei..beijos

foto perfil usuario suerealesposa

suerealesposa Comentou em 14/05/2019

Votei com prazer e inveja! E que prazer... 🙈🙈🙈

foto perfil usuario Soninha88

Soninha88 Comentou em 14/05/2019

Menina, fiquei molhadinha e tive que me tocar!!! Que conto delicioso e fotos super sensuais...votado...bjs




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


131630 - Chantageando a professora - Categoria: Lésbicas - Votos: 50
131721 - Meu irmão gostoso - Categoria: Incesto - Votos: 61
131765 - Meu rabo de presente para o meu irmão - Categoria: Incesto - Votos: 62
131807 - Transformando a amiga crente - Categoria: Lésbicas - Votos: 53
131850 - A ruivinha da faculdade - Categoria: Lésbicas - Votos: 35
131910 - Meu namorado fodeu loirinha na minha frente - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 56
132001 - Meu namorado fodeu minha amiga - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 51
132052 - O cuzinho da minha prima - Categoria: Lésbicas - Votos: 44
132077 - Curiosidade anal, como me tornei uma viciada em dar o rabo - Categoria: Virgens - Votos: 57
132128 - Curiosidade anal, como me tornei uma viciada em dar o rabo é a primeira pica de verdade no meu cuzin - Categoria: Heterosexual - Votos: 68
132310 - Meu rabo é viciado no seu pau - Categoria: Heterosexual - Votos: 35
132323 - Meu irmão fodendo eu e minha prima - Categoria: Incesto - Votos: 57
132408 - Papai me fodeu gostoso - Categoria: Incesto - Votos: 50
132468 - Papai fodeu meu rabinho - Categoria: Incesto - Votos: 56
132633 - Mamãe é uma vadia - Categoria: Incesto - Votos: 48
134709 - Mamãe me obrigou a dar o rabo pro meu irmão - Categoria: Incesto - Votos: 48
137623 - Putaria gostosa com a amiga - Categoria: Heterosexual - Votos: 37
138083 - Traição consentida - Categoria: Lésbicas - Votos: 29
138183 - Sou a escrava sexual de uma médica... - Categoria: Lésbicas - Votos: 31
138216 - Abusada pela Lyllian e suas amigas - Categoria: Lésbicas - Votos: 31
138314 - A esposinha fez ele comer meu cuzinho - Categoria: Lésbicas - Votos: 39
139006 - Dando o rabo na escola - Categoria: Heterosexual - Votos: 45
139627 - Abusando da prima mais nova - Categoria: Incesto - Votos: 38
139795 - Eu, meu namorado e sua irmã - Categoria: Incesto - Votos: 54
139857 - República - Surpresa da amiga, dando para 3 ao mesmo tempo - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 37
140778 - Papai me fodeu no escuro, achando que era a mamãe - Categoria: Incesto - Votos: 47
140827 - Papai me pegou e me fodeu com força - Categoria: Incesto - Votos: 36
141586 - Lyllian me fez dar o cu para o pausudo - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 27
141610 - Lyllian foi fodida no cuzinho - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 33
141715 - Paula, a enfermeira gostosa - Categoria: Lésbicas - Votos: 18
142321 - Meu irmão fodeu meu rabo na sala - Categoria: Incesto - Votos: 27
142537 - Iniciando a amiga no anal - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 21

Ficha do conto

Foto Perfil evilsexyangel
evilsexyangel

Nome do conto:
A pequena faminta por buceta

Codigo do conto:
138639

Categoria:
Lésbicas

Data da Publicação:
14/05/2019

Quant.de Votos:
33

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


conto erotico mulher e filha do caseiro da chacaraesposa estuprada conto eroticoperdi a virgindade com o meu cunhadocontos eroticos um negao tirou minha virgindade e fiquei gravidacontos eroticos adoro leite deles 2contos eróticos papai meu amorconto porno ela nao quis mais enfiei mesmo assimContos favela eroticosdei meu cu pra um travesti e le gozou dentro do meu cu e cagei todoFilhaputagravidaConto+vizinha boquinha de veludoConto erotico de Recife com videoMoema contos eroticosconto erotico comendo coroa casadaconto mulher caseiro ensinei a cornear marido ela gostouconto erotico grupal com bebadasquero raxa minha buceta au meio com uma pica bem gramdeNovinha transando pela primeira vez conto eroticovideos irma grita estrupada pelo irmao que goza dentromeu irmao doente contoscontos rola gigante na bucetinha da esposaconto erotico gay macho dominador convida amigos pra fuder seu viadinho putinhochupando a buceta da esposa do meu irmao contosContos Incesto tio faminto devorando sua sobrinhaNo hotel irma e irmao conto eroticoContos de incesto mãe peituda obriga filho pauzudo a fodela com fotocomto erotico enteada 9 prima 9ex sogra contocontos vontade de ser corno virtualconto erotico gozada na bucetacontos macho puto de macho partw 8Eu disse pra minha mulher que eu ia fuder o cu virgem da minha filha no motel conto erotico mozto.rucontos eroticos de xifrudoscontos eroticos gay me vestiam de menina pra me comercontos eróticos Meu Vaqueiro me comeu no curral meu marido virou chifrudocontos cdzinha vireiconto erotico de minha tia novinha casada safada puta e rabudacontos eroticos gay pau suadoconto erotico minha mulherzinha honestaconto marido manda primo conquista sua mulhercontos meus amingos fodera minha mae contos eroticos desde de novinho adoro me vestir de mulheresposa traindo com dotado contoscontos de sexo comendo a minha mulher e filha juntasconto de sexo ajudei a minha filha na sua primeira vez pois o rapaz tinha um pintaocontos eroticos marcamos um encontro, no mesmo shopping, tomamos um chopConto erotico de tiaquadrinhoseróticosinterracialcontos espiei no banheirocasada de vestido de pirigueteconto wrotico de casada rabuda conto erotico comendo o cu da Drica Conto erótico de coroa com bigodinho na bucetavideo dando o cu deitada de brucos gritando de dorporno. meu. filio que. mecomecontos eroticos amiga rabudarelatos reais de casais amadores que iniciaram no menage em familia 2017contos eroticos banheiro trabalho gaydeitada de brucos e aparecendo a bucetapaguei minha priminha pra ela deixar eu chupar contosincesto porno/mamae no quintal estendendo roupaconto ela era greluda demais e fudru meu cu histosocontos gay brendonmae gordinha contos eróticosconto gay amei o negaocontos eroticos novinha dando cu chingadoperdi as preguinhas do cu quando era pequenaesposa safada com o sobrinho contoquadrinho erotico dando um trato na vizinhasexo com a minha sogra flagrantexvidio homo com a sogracontos veridico mulher casada ,mas nao resistiu ao travesti bem dotadowww.conto erotico fui convidado por duas amigas para uma inversaohermafroditas conto eroticoConto filha sem calcinha camao caralho era tao grande e grosso que quase desmaiei com ele dentro do cucasa dos contos gay o PlayStation do vizinho contos erotico fui obrigada atransa ate com cachoroContos erotico cinemão padrasto.mete.na.mae e filha