Pescaria do prazer



Olá pessoal! depois de algum tempo sem escrever, volto aqui com minhas recordações do passado, recordações prazerosas, diga-se de passagem.

Bom, se já leram os meus contos anteriores, sabem que eu tinha um comedor oficial e só ele desfrutava da minha bundinha sedenta e viciada na rola do Rubem.

Certo sábado de verão nos idos de 1983, Rubem ia pescar com seus sobrinhos iria também uma molecada, eles iriam em uma lagoa afastada da vila onde morávamos, meu pai não gostava que eu fosse mas como tinha um maior de idade, "responsável" ele deixou que eu fosse também,

Rubem o avisou que iríamos passar o dia lá e levaria barracas de acampar pois passaríamos a noite acampados, pescando.

Tudo resolvido, fomos à pescaria, após uma longa caminhada, chegamos, montamos o acampamento e passamos o dia nos divertindo e pescando, assim que o sol começou a se por os moleques foram se recolher, pois apesar de ser verão na região da lagoa começava a esfriar rapidamente,

Rubem me chamou para irmos do outro lado da margem e mais afastados deles, com a desculpa que lá pegaríamos mais peixes, eles nem desconfiaram de nada estavam todos alegres e distraídos.

Eu e o Rubem, pegamos o material agasalhos e cobertores e nos afastamos bem do local do acampamento no caminho Rubem até brincou me fazendo uma pergunta:

- Rubem: Sabe porque eu gosto de peixe?
- Eu: Não, por quê?
- Rubem: Porque peixe, eu corto a cabeça e como o rabo rsrssrsrsrssrsrs

Rimos muito e logo senti meu rabinho piscar.

Chegamos num local afastado nos ajeitamos, colocamos as varas de pesca preparadas para pescar e logo fui alisando a outra vara, que não era de pesca, mas pegava peixe grande, ele deu uma gemidinha e falou:
Nossa!!! estava louco por esse momento, enfiei a mão por dentro do short dele e senti aquela vara, quentinha grossa, me ajoelhei saquei aquela pica, pra fora do short e comecei a mamar gostoso,

Rubem gemia de prazer, eu ofegante me deliciando naquela rola veiúda, roliça, gostosa, babava, beijava, engolia o máximo que conseguia, pois a boca era pequena para aquilo tudo e gemia igual uma gatinha no cio.

Me levantei, tirei meu shortinho e ao tocar no meu pintinho notei a quantidade enorme de babinha que saia dele, passei nos dedos e lubrifiquei bastante meu rabinho deixando bem lubrificado para receber a vara do meu comedor, peguei o cobertor que o Rubem tinha levado, estendi ele no chão e me pus de quatro, chamando ele, Vem! meu gostoso enfia essa pica no meu rabinho, me fode gostoso, ele se ajoelhou mais que depressa e se posicionou atrás de mim, com uma das mãos segurou na minha cintura e com a outra segurando sua pica, foi pincelando meu cuzinho, colocou a cabeçona na entradinha, já completamente molhada e foi introduzindo devagar, senti quando a cabeça entrou no anelzinho, dei um gritinho manhoso, aímmm, delícia issoooo, vemmmm, coloca tudo assim devagar, sem pressa, nisso ele me segurou com as duas mãos na minha cintura e foi enterrando tudo, até eu sentir suas bolas encostarem na minha polpa, sensação indescritível a que senti, meu macho me fodendo do jeito que eu sempre quis e imaginei, eu todo ali entregue ao meu comedor, comecei a dar umas reboladinhas e ele se movendo num vai e vem delicioso, que pica gostosa Rubem!!!! Isso, assimmmm, fode sua putinha, ele acelerava os movimentos, ora diminuía num ritmo alucinante o qual eu não queria que acabasse nunca, com as duas mãos na minha cinturinha me puxava e me afastava, eu alucinado sentia sair de mim litros de babinha, me joguei pra frente com o rosto no chão, as mão apertando o cobertor, empinando ainda mais minha bundinha, senti sua rola ficar mais grossa o vai e vem mais acelerado, senti que ele estava prestes a gozar, pedi alucinadamente.., isso cachorro, assimmm fode! fode! sua putinha.... Ele: hummm delíciaaaaa, vou... aiiii aiiii aiiii caralhoooo... nininhaaaa eu vouuuu gozarrrr!!!! Eu: issooo... amorrr.... assimmm... fode... enche meu rabinho de leite seu safado gostoso, nisso ele me puxa, cravando toda sua pica e sinto ele inundar meu rabo com seu leite quentinho, massageando minha bunda com as suas mãos grandes eu toda empinadinha rebolando, ele gemendo gostoso, nós dois com palavras desconexas curtindo aquele momento mágico e prazeroso demais.
CONTINUA...

Confesso que após 37 anos, fico muito molhado e excitado recordando esse passado prazeroso.

Foto 1 do Conto erotico: Pescaria do prazer

Foto 2 do Conto erotico: Pescaria do prazer

Foto 3 do Conto erotico: Pescaria do prazer

Foto 4 do Conto erotico: Pescaria do prazer

Foto 5 do Conto erotico: Pescaria do prazer


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 16/09/2019

Nossa, que esporte gostoso!!! Adoraria ter um amigo gostoso desses, me levar pra pescar e passar a vara em mim. Show!!! Betto o admirador do que é belo

foto perfil usuario gregory24

gregory24 Comentou em 10/09/2019

Delicia de conto e fotos !!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


135733 - Início do prazer I - Categoria: Gays - Votos: 16
135914 - Início do Prazer II - Categoria: Gays - Votos: 14

Ficha do conto

Foto Perfil dinho50
dinho50

Nome do conto:
Pescaria do prazer

Codigo do conto:
143053

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
19/08/2019

Quant.de Votos:
13

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


contos eróticos com vizinha viúvaconto de farmaceutico pornocontoerotico esposa e o mulequeconto erotico agarrada a forçacontos eroticos biquini punheta incestoconto erotico menina novaas buceta sussurranteconto com foto de entregador de gas comndo um gorotoimagens da julia pais com o cu arronbado saindo porraconto erotico Marta parte 2calabresa no cu virgem contocasei com uma boqueteira contisflanelinha contofantasia erótica cachorrinhacontos eroticos depois de muitas saudadestravestis amarradas e fodidabebadas nua afodercotoa de zoofilia de cao engatado em novinhas ajudado pelo maridocontos veridico mulher casada,mas nao resistiu ao travesti bem dotado e fode com elecontos eróticos gay a boca da garotadagemendo na pica grande do namorado da minha amiga, aiii...me come se caralhudo mete tudo na minha buceta. conto eróticoconto tio gosra ser cornoimages de familia sacana comendo o cu da mae quadrinho eroticoliberal contos eroticoscontos erotico irma quadrinhoContos de cornos de siliconadasMinha sogra deliciosa comtos e hentai erotcosContos eroticos maldososcontos erotico no trem lotadocontos eroticos com o amigo do meu filho 2017[email protected]contos eu comi minha sobrinha de 6PONODOIDO CONTOfode irma e cunhada de 25 anos a dormir peludascontos dei minha esposa pra um comedorcontos eroticos a namorada evangelica em quadrinhosincestocontogaycontos erotico de 70 anos a frenteConto Erotico Gay conhecendo o prazer com o vizinhoconto erótico filha não sabia o que pai gozou na boca contis eroticos vi meu sobrinho comendo sua irmacontovporno com fotos reletos de chifresconto erotico cantada do segurancaconto gay maitertodo mundo querendo mamar na peituda conto eroticocontos camioneros fudeno.com.brxvideos insetocontoseróticosconto gay enganadoconto erotico exibionismo para meu paiempregada conto eroticocontos eróticos dominei a negra no onibuslegal porno contos erotico com negros e mendingos fudendo mulheres casadasmae puta conto eroticocontos minha mulher deu no clube de nudismocontos eroticos veridico sendo fodida por um roludocontos gay ubercheiro de cu fedido contocontos eroticos minha tia caboetaconto erotico juliana traindoconto erotico realizei o sonho com doisminha mae me fez de putinhaencanador conto gayfotos dedo no cu do namoradocontos eroticos incesto a garotinha bucetuda do papaiContos erotico minha esposa chego do trabalho com pentelho na bocaConto erotico padre de 60 anos comendo uma freira de 59 anosxvideos papai comendo filunhasPepeca da minha vizinhacontoeroticoputaX-men gay comic porncontos eroticos quer duas pica