Fim de ano diferente



Depois de muito esforço consegui convencer meu pai de que ele deveria ter uma namorada. Ele relutou mas acabou cedendo. Comecei a incentivar suas saídas com amigos e tal e ele ainda brincava dizendo: "quer se livrar de mim né..." Lembrei de uma mulher do escritório com quem eu havia conversado uma vez e que achei que tinha interesse nele. Fui fazer uma visita para ela no escritório em um dia que meu ai não estava. Papo vai, papo vem, ela confessou que tinha mesmo uma queda pelo meu pai. Perguntei por que ela nunca tinha tentado investir nele e ela respondeu que respeita muito ele e que não tinha como ela tocar nesse tipo de assunto com ele. Fui preparando o terreno e comecei a falar dela para o meu pai. Aos pouco a coisa engrenou e eles saíram para jantar, depois para dançar e começaram finalmente a namorar. As coisas estavam fluindo, eu via meu pai cada vez mais feliz e isso me deixava menos preocupada com ele. Acabei arrumando um namorado, eu não gostava dele, apenas precisava de alguém para transar e para me distrair de vez em quando. Nos preparávamos para nossas primeiras festas de fim de ano isolados, sim, porque depois do acontecido na festa anterior não nos aproximamos mais de grande parte das pessoas de nossa família. Combinamos de passar as festas em uma casa de campo que ficou conosco depois da separação de meus pais. Era um lugar lindo e bem retirado, sem vizinhos e com uma vista linda. Estaríamos lá apenas eu e meu namorado e meu pai com a namorada. O Natal foi ótimo, meu irmão apareceu só para dar um "oi" e sumiu novamente. Aproveitamos os dias seguintes para passear bastante pelas trilhas e beira de rio. Estávamos em sintonia, os dois casais. Meu pai conversava bastante com meu namorado e eu com a namorada dele. Ela era uma pessoa ótima e linda, combinava muito com ele. Tomamos banho de rio, e neste dia percebi a excitação de meu pai por ela. Ele usava um calção que ficou um pouco justo por causa da água, e isso deixava perceber o volume que havia se formado entre suas pernas. Voltamos para casa, jantamos, conversamos e nos preparamos para a noite da virada. Já na noite esperada os meninos fizeram churrasco e nós, meninas ficamos agilizando os demais pratos da ceia e sobremesa. Como já estava me sentindo bastante íntima acabei puxando conversas mais apimentadas. Perguntei para ela como estava o relacionamento dos dois, falei que ela tinha sorte de ter conseguido atrair a atenção de um cara tão bonitão e gostosão como meu pai, e ela disse que eu não tinha do que reclamar também, pois o meu namorado também era bem bonitão. Eu disse para ela, em tom irônico que eu tive a sorte de encontrar um cara que me desse o prazer que eu sempre desejei e perguntei e se o meu pai conseguia fazer ela revirar os olhos com facilidade. Ela ficou vermelha, riu bastante e disse que sim, que ele conseguia com muito mais facilidade do que ela pudera imaginar. Então ficamos em silêncio por um minuto, ela olhou séria para mim e disse: "eu nunca tive tanto prazer na minha vida!!!" e caiu na gargalhada me abraçando. Eu retribuí o abraço e agradeci por ela estar fazendo tão bem para ele. Terminamos o jantar, curtimos a ceia, e, claro, bebemos. Eu não sou grande fã de bebidas, então depois as 2h da manhã eu era a única da casa que ainda sabia exatamente a cor do vinho que estavam bebendo. Meu pai já dormia no sofá. Meu namorado estava indo para o quarto com uma taça de vinho vazia e mais uma garrafa fechada. A namorada de meu
pai estava rindo até das luzes...ajudei ela a chegar na cama, perguntei se ela precisava de ajuda e ela apenas me agradeceu e perguntou a que horas meu pai chegaria em casa...aí eu vi que a coisa estava séria, rsrsrsrs. Fui ao meu quarto e encontrei meu namorado dormindo com a taça e a garrafa ao seu lado, na cama. Tirei minha roupa, coloquei apenas um shortinho solto que gosto de usar para dormir quando não estou nua, e uma camisetinha solta sem sutiã. Fui até a sala e vi meu pai deitado, dormindo profundamente no sofá. Como sempre ele estava lindo. Fui até o quarto dele para ver se estava tudo bem com sua namorada e vi que ela estava dormindo bem mal colocada na cama e ainda com a roupa usada durante a noite. Eu então a posicionei melhor na cama e como ela nem suspirou diferente me dei ao luxo de explorar a situação. Fui abrindo lentamente suas roupas para ver quais eram seus atributos e o que ela tinha de tão bom para oferecer ao meu pai. Abri sua blusa e libertei seus seios do sutiã aparentemente apertado. Eles não eram lindos nem perfeitos, mas eram grandes e surpreendentemente duros, com mamilos rosados que combinavam bem com sua pele e seus cabelos loiros. Apertei eles, acariciei e pensei "por que não..." a acabei mamando gostosamente os dois. Ela não exibia reação alguma, então me encorajei mais e tirei sua saia. Encontrei uma calcinha minúscula, branca, de uma espécie de seda. Puxei cuidadosamente para o lado e vi uma buceta muito bem desenhada. Eu sempre gostei de transar com mulher, sempre fui bi, mas não posso dizer que uma mulher me despertava desejo maior que algum homem, mas confesso que fiquei completamente melada ao me imaginar com a língua ali dentro. O clitóris dela foi a coisa que mais me chamou a atenção, isso porque eu sempre achei o meu enorme, e realmente ele é, o porém é que o dela era quase do mesmo tamanho que o meu, e eu nunca tinha visto isso antes. Eu salivei por ele e não consegui me conter. Cheirei, beijei e lambi ele. Encaixei minha boca em sua buceta. Ela tinha cheirinho de morango e sabor adocicado. Tive um orgasmo vibrante enquanto sentia seu gosto, minhas pernas estavam trêmulas e eu estava suando como coração quase explodindo. Eu estava muito excitada e queria esfregar meu grelo no dela, mas tinha medo que isso a acordasse, mas mesmo assim resolvi arriscar. Levantei sua perna e encaixei minha buceta na dela, roçando levemente nossos clitóris. Eu levava choques intermináveis e gozava maravilhosamente quando de repente ela suspirou e se mexeu, puxando a perna e procurando algo para se cobrir. Eu fiquei desorientada, estava no meio de mais um orgasmo, fiquei com gosto de quero mais, mas decidi não abusar da sorte. Chupei ela para que ficasse limpinha, sem rastros de meus orgasmos entre suas pernas e aproveitei para me masturbar enquanto o fazia. Voltando para meu quarto passei pela sala, onde meu pai dormia ainda na mesma posição. Beijei seus lábios, esfreguei meu grelo em seus lábios e ele fez um tipo de careta, como se algo fizesse cócegas em seu rosto. Eu abri sua calça e coloquei seu delicioso e lindo pau para fora. Não estava tão cheiroso como das outras vezes e tinha um pouco do gosto de morango que eu acabara de provar. Sentei no chão e mamei nele até que ficasse duro o bastante para que eu pudesse montar sobre ele. Quando estava pronto, puxei meu short para o lado e fui descendo lentamente até fazer todo aquele mastro sumir dentro de mim. Lembrei de ter acabado de chupar a buceta que tinha o mesmo gosto daquele pau...e gozei deliciosamente por duas vezes. Quando me preparava para um terceiro orgasmo ouvi um barulho vindo do segundo andar, onde fica o meu quarto. Saí rapidamente de cima de meu pai e apenas coloquei duas almofadas sobre seu pau, para esconder sua nudez. Não vi ninguém, subi às pressas para o quarto e vi que o barulho era da garrafa de vinho que havia caído da cama quando meu namorado provavelmente se virou. Pensei em desistir do que havia começado, mas resolvi encarar e ver até onde poderia ir. Ainda eram 3:30 da manhã então aquele povo demoraria para acordar. Peguei um plug anal que adoro usar e coloquei dentro de mim, tirei toda minha roupa e desci para a sala. Retirei as almofadas de cima de meu objeto de desejo e vi que ele já estava mole, então comecei a chupar ele novamente, até que ficou como pedra. Enterrei ele em mim e gozei gostoso, sentindo um plug dentro do meu cuzinho e aquele delicioso mastro massageando meu útero. Depois de gozar mais uma vez achei melhor sair de cima dele e tentar beber seu leite, pois fazia bastante tempo que não recebia aquelas golfadas maravilhosas na minha boca. Tirei o plug do meu cuzinho e coloquei na minha buceta, que estava muito larga depois de receber aquele enorme pau. Então tive a ideia de colocar ele no meu pai, e tentar dar a ele um prazer ainda maior. Lambuzei o cuzinho dele com meus líquidos e a penetração não foi tão difícil, talvez por ele estar bem relaxado. Mamei naquele cacetão enquanto apertava exageradamente forte suas bolas grandes e massageava sua próstata com aquele plug. Em poucos minutos eu recebi uma carga inexplicável de esperma em minha boca. Não eram jatos fortes, mas era como se estivesse transbordando, era intenso, o esperma era grosso e a quantidade que saía era muito grande. As pernas de meu pai tremeram e eu bebi até a última gota! Retirei o plug de dentro dele, mamei mais um pouquinho meu "presente de ano novo", guardei no devido lugar e fui para o meu quarto. Tomei um banho gostoso, me masturbei bastante e finalmente fui dormir. Mesmo sendo a última da casa a dormir, fui a primeira a levantar. Fiz café e a primeira pessoa que me deu bom dia foi meu maravilhoso pai. Um bom dia especial para mim, com um gostoso abraço. Tomamos café juntos, conversamos, tudo naturalmente, e em seguida chegou sua namorada, com a cara de quem tinha sido atropelada por um caminhão, perguntando se mais alguém tinha ficado tão mal como ela. Nós rimos bastante e dissemos que ela precisa aprender a beber e em seguida chega na cozinha também meu namorado, com aparência pior que a dela. Foi motivo para mais risos. Pelo visto estava tudo em ordem e teríamos mais um dia normal...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario ksadodf

ksadodf Comentou em 23/08/2019

Excelente conto! Fiquei muito excitado...

foto perfil usuario adorolokuraspro

adorolokuraspro Comentou em 20/08/2019

DLC d conto

foto perfil usuario laureen

laureen Comentou em 19/08/2019

então comecei a chupar ele novamente, até que ficou como pedra. Enterrei ele em mim e gozei gostoso, sentindo um plug dentro do meu cuzinho e aquele delicioso mastro massageando meu útero. Depois de gozar mais uma vez achei melhor sair de cima dele e tentar beber seu leite, pois fazia bastante tempo que não recebia aquelas golfadas maravilhosas na minha boca. Tirei o plug do meu cuzinho e coloquei na minha buceta, que estava muito larga depois de receber aquele enorme pau. Então tive a ideia de




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


142089 - O pau mais lindo do mundo - Categoria: Incesto - Votos: 71
142131 - O resultado da festa - Categoria: Incesto - Votos: 48
142299 - Curtindo meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 34
142572 - O banho do papai - Categoria: Incesto - Votos: 37
142957 - Tentando preencher o vazio - Categoria: Heterosexual - Votos: 12
143541 - Mulher maravilhosa - Categoria: Lésbicas - Votos: 9
143636 - Minha primeira festa - com Kátia - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 12
143925 - Finalmente fui possuída por meu pai - Categoria: Incesto - Votos: 32
144114 - Decisões - Categoria: Incesto - Votos: 10
144178 - Casa nova - Categoria: Incesto - Votos: 17
144637 - Novo Dia - Categoria: Incesto - Votos: 7
144685 - O Jantar - Categoria: Incesto - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil amandhinha
amandhinha

Nome do conto:
Fim de ano diferente

Codigo do conto:
143093

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
19/08/2019

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


so mostrei a bunda pro meu cunhado e ele gozoufilinhacontoeroticofudendo ate caga menino do pap grande hetai quadrinho eroricoconto porno meu marido e eu minha filha e o mendigoporno onibos lotado casada e agarrada por outro na cara do cornocontoseroticos.vip/incesto/dando-uma-fugidinha-com-o-padrasto/conto erotico mulher fas esgandalo quando trepandomenina bundao sentou no colo conto eroticocolocontos eroticos adoro chupa rolacontos eroticos meu padrasto me comeu com seu pauzaoenceto filho vai visita a mae e ela provoca ele e fode ela gemia pornoconto erotico suruba de mulheres bola de sinucaavos cuzudas fotosconto foder caralho pequenocontos eróticos nosso netinho e garoto de programa Pornô mãe me aranha de pau durocontos eroticos virgem se masturbandoconto erotico gay com o motoboypornocontos heroticos cinco contra umconto porno madrinhacontos eróticos incesto com zoofiliaultimos contos sadointernato+contossentando na pica do vovô contos eroticos de incestoCANTOS FOTOS DE SEXO DE MECANICO PIROCUDO COM MAE E FILHAS NOVINHAS VIRGEMmeu filho fez mulher de puta quadrinho eróticoconto erotico em quadrinhõFilho tarado pela cunhada quadrinhosConto piazinho pauzudo insestodei minha bucetinha menor na virada do ano contoscontos eroticos flagrei meu filho fudendo minha amiga travesticonto incesto comeu a filhinha do amigo durante a viagemcontos eróticos de cornoscontoerotico tia dormindo primo camadei a buceta pra um coroa pintudo contos eroticobuceta de sena a fudercontos eróticos de novinhas dando a b***** para o negãominha mae sábia sexo expricito contosve vidios de xaponezinha dando ate gozascontos eroticos de gay estrupado na academicaminha tia vizinha bem novinha da buceta gorda e grande taradinha em contos eroticos caseirocontos eroticos prima puta rabuda viajante contos eroticosporno fantasia eu comi minha maecontos eroticos no hotel com mamaecontos eróticos segurandocontos meu irmãozinho boto o piruzinho no cuzinhoQuadradinhas eroticos Quadrinhoseroticos.a paquera.netQuadrinhos negros pornobrexei a gostosa de vestido sem caucinha bebendo la em casacontoerotico a enteadinharabudas nao contoconto vizinha punheteiracontos eroticos gay de são gonçalo rjcontos eroticos minha cunhada me deu o cu de presentedei o troco no meu marido na cachoeira contoscontoseroticos o padre arrobandor de cuconto incesto no busãoconto erotico amiga da minha mulherconto erotico filha mama enquandto ela mamadei pro meu irmao mais velho a forca gayConto erotico de evangélicacontos eroticos coroa forróConto erotico mulher vadiasexo zoofilia com mulheres do Uruguaixxxxxvideos sobrinho e tia moz manha 2016contos vontade de ser corno virtualfudendo com o mendingo outra vez contoperdi as preguinhas do cu quando era pequenadormi bebado perdi as pregasdou o cu pro meu cunhado no lugar da maninha contosconto erótico minha irmã Alana 2subrinhasafadaponoa gulosa contos corno no cinemacontos gay tetinhas gordinhafodendo+a+buceta+da++professoracontos eroticos roupa transparenteconto erótico novinha fudendo com o delagadocontos eroticos gay eu e meu amigo dormimos peladossó guey do rabao dando cu de brusuA menininha da rua contos eroticosperdi as preguinhas do cu quando era pequenacasadas quer machos contocontoerotico filha paiconto erotico castigado meu irmaoconto erotico pau enorme e grossocontos gays casados um negao socou forte em meu intestinoultimos contos sadocontos eroticos mae e filho Mozwww.contos-esposadotado.comcontos erotico - a cunhadinhaconto fui parar no quartinho do negaonifeta de chotinhocontos erotico esposa ezibeamiga rabuda morena contos eroticostomates conto hetero