Meu pai sarado II



Meu pai sarado II

Pai : - ou então vamos fazer aqui e agora, oque você acha?
Eu : - seria um grande prazer …
Então ele me pega pelo pescoço e tasca um beijão na minha boca, chupava minha língua com vontade como jamais haviam feito antes, dava leves mordidas nos meus lábios enquanto passava suas mãos por todo o meu corpo.
Pai: - está gostoso filhão?
Eu:- sim pai, está muito bom
Vamos para seu quarto sem parar os beijos e ele me joga na cama com força e fala:
- Agora vc vai ver como um macho fode de verdade.
Tirou toda minha roupa e me pôs de 4 e começa a chupar meu cu, no quarto dele tem uma grande janela que dá para a casa do vizinho que escolheu exatamente esse momento para aparecer na janela da sua casa e assistir a tudo que iria rolar.
Enquanto chupava meu cu dava mordidas no meu rabo e no meu cuzinho e punhetava meu pau com a mão livre, eu ia ao céu e voltava, só sabia gemer na com a bunda na cara do macho que meu vida, rebolava e piscava meu cuzão na boca dele e ele ia a loucura.
Depois de 20 min chupando meu cu ele diz:
- Chupa o meu cacete caralho.
Me pega pelos cabelos, dá um tapão na minha cara (amo) e eu começo a chupar aquela vara perfeita, sem nenhum pelo, grossão e com 21 cm, era rola que não acabava mais. Eu engolia aquele mastro, com bastante dificuldade, e ele gemendo falava:
- Vai porra, chupa o pauzão do teu papai, vai filhão, engasga com essa tora porra.
E mais tapas na minha cara q já começava a arder, começo a chupar com o rabo bem empinado e ele mete a mão, dava cada tapa gostoso na minha bunda e dedava meu cuzão.
30 min depois chupando o cacete dele, com o maxilar dolorido e a cara vermelha, ele me pega pela cintura e me põe de frango assado, lubrifica bastante o pau e meu cu e começa a meter. Parecia a morte. Tentou por vezes colocar mas eu pedia para tirar, trocamos de posição e pedi para sentar (acho bem mais fácil e cômodo para o passivo). Vou sentando lentamente e passa a cabeça, eu travo, deixo acostumar bem, depois de 2 min eu continuo o sacrificil, até que entra todo, ahhhhhhhh, aquela sensação de dever cumprido.
Começo então a subir e mexer lentamente, olhando para sua cara de safado cheio de prazer. Só sabíamos gemer e falar besteira:
Eu : - está gostando do cuzão do teu fihão paizão? Gosta do modo como eu rebolo e sento até o talo nesse cate porra?
Pai : - estou sim filho, não para, mexe esse cu no pau do papai, cavalga porra, cavalga nesse rolão caralho.
Em certo momento levanto a cabeça e vejo meu vizinho olhando sem nenhum pudor, ele é daqueles caras bem branquelos, bem alto, um coroa de 51 anos muito bem cuidado, um corpo de dar inveja com pelos bem distribuídos, peito largo, olhos verdes e um belo rosto, battia punheta numa rola de +- 19cm branca e veiúda, com uma cabeça bem vermelha, uma elicia
Cerca de 20 min depois de ficar cavalgando, já cansado, meu pai me pega no colo e me fode de lado para a janela (falei do meu vizinho), metia muito e sem dó no meu cu, eu só sabia pedir mais rola:
- Fode porra, arromba esse cu caralho, mete rola no teu filho; e beijava aquele macho que enfim era meu.
Do nada ele me joga na cama, sua rola sai do meu cu comum “ploc”, ele se abaixa e começa a chupar meu cu fodido, puta que pariu, nunca tinha sentido nada tão bom, a língua dele ia fundo, voltava, fazia círculos e mordia, o filho da puta sabia o que fazia. Coloca novamente sua rola no meu cu e fode de frango assado metia com força, nossos corpos suados se esfregavam um no outro e urrávamos de tesão chupava seu peito duro e definido e ele aumentava e enterrava ainda mais o cacete em mim e me dava cada beijo de tirar o fôlego.
Meu pai aumenta a velocidade das estocadas e solta:
- Vou gozar filhão, vou encher seu cuzão gostoso de leite.
- Pode gozar paizão, enche de leite o cu do teu filho caralho, vai, vai porra, mete esse pauzão no meu cu caralho.
Ele enfia tudo, seu pau pulsa, fica mais grosso e enche meu rabo de leite:
- Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh, CARALHO FILHO DA PUTA, TO GOZANDO FILHÃO, Ahhhhhhhhhhh, toma leite no cuzinho filho, toma leite do papai.
- Isso papai, goza no meu cuzinho, meu macho gostoso, me deixou arrombado porra.
Ele cai em cima de mim e me dá um puta beijo.
Na casa do vizinho, nós não tínhamos como saber, mas ele gozava horrores depois do show enquanto pensava :”um dia eu fodo esses dois”


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario raphaknowles

raphaknowles Comentou em 24/08/2019

Seu amigo transou com vc e seu pai junto.

foto perfil usuario raphaknowles

raphaknowles Comentou em 24/08/2019

E aí deu tbm no vizinho.?

foto perfil usuario camps

camps Comentou em 20/08/2019

Delícia!!!

foto perfil usuario

Comentou em 19/08/2019

Safadinho!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


138295 - Meu pai sarado - Categoria: Incesto - Votos: 23

Ficha do conto

Foto Perfil lipe24
lipe24

Nome do conto:
Meu pai sarado II

Codigo do conto:
143112

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
19/08/2019

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eroticos ta doendo padrinhoGozando nas tetinhas contos eróticoskasada_japcontos eroticos gay putinhacontos eroticos de madura com neguinho novinho analcontos eroticos minha mulher nasalna mistacontos eroticos tia dos meus sonhos 1ver historia erotica corno levano mulher cinema pornoContos eróticos com bebês CarlosTia viuva japonesa conto.conto erotico aposta com,o irmaocontos de irma e irmao casadaconto jardineiro safado com loiraMeu avô Lambeu meus peitinhos contosgordinha sendo arrombadaa reação da minha espoza kuando pergunto se ela ker dois pinto um no cu outro na buceta contosporno menina gemendo muitoaultocontoerotico: tesao da gravida.Quadrinhos eróticos Novinha virgem chora na pau do pairola na madrinha/contoConto erótico interacial tema pedreirocontos eróticos Meu Vaqueiro me comeu no curral meu marido virou chifrudome perdi no mato eles me encontraram e me fuderam pornoconticos erodicos de incestos gaysXvideos dos simpsons em quadrinhosconto porno meu marido levou amigos pra jogar baralho em casaContodeputaConto Incesto Meu Irmaofamilia favela xvideonamorado da minha mãe conto erótico conto erotico dois velhos me comeram com dupla penetracaoconto gay hóspede gaymae do amigo porno quadrinhosconto erotico fudendo meu maridorelatos de fragantes com novinhas fazendo sexocontos sexuais pirigueteporno encoxada na balada sentindo pau na mao e ela gostapornony mas nadaContospornodezoofiliabuceta limpacontos eroticos gls revelei que sou viadojapacdpassivocontos eroticos gays infancia na roçaconto peguei mha irma menor pelada quebrei cabaco delacontos eroticos novinha arrebentadaconto gay penissabendo que minha empregada e entra dentro do quarto eu fiquei nu e de pica dura sexona minha cama conto eroticoPriminha gostosa da cadeira de roda conto.eroticoboafoda egravidadoponheta olhano subrinha quadrinhos pornocontos eroticos dando a buceta pro meu primo cacetudoconto erotico como me tornei uma putaContos eroticos pauzao cogumelo no cufui forcada a chupar papaivovó fode sua netanifeta safada contos eroticos hentay 2017 papai comendo a bucetinha da filinhaerotismo contoscontos de pirocudocontos eroticos amigo do penis grossocontos eroticos de gay estrupado na academicacontos eróticos vizinha venho compra sacoleVirei lesbica com minha irma conto eroticoconto erotico sem querer transei com meu irmao de criaçaofabiola solta a bucetao na plateiaas buceta sussurranteconto erotico casada chupa pau cavalocontos mia mulhezinha arumou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rolona dele contosContos mae puta do filho realcontos eroticos trepando com o sograo 2Contos eroticos eu e meu amigo fodemos o cu da minha cunhada casadabunda toda marcada de arranhada e porrada sexo porno branquinhas