A diarista negra



Olá! Aqui estou novamente para narrar mais uma de minhas fantasias (infelizmente até aqui não realizada), que me inspira a escrever e a bater imensuráveis e inimagináveis punhetas atualmente...

Trata-se de uma diarista que trabalhou aqui em casa por algum tempo, depois foi dispensada e que recentemente voltou para “quebrar um galho” depois que nossa última empregada teve que se desligar do emprego....

O nome dela é Benícia, não é nada (e digo NADA mesmo) parecida com alguma miss ou exemplo de beleza. Na verdade a Benícia é bem gorda, diria até obesa, mãe de alguns filhos, negra e suficientemente pouco atraente tanto em termos de feições quanto em termos de corpo.... Digo suficientemente a ponto de nenhum suposto leitor deste conto chegar a excitar-se apenas por sua figura, provavelmente....

Sua altura deve girar pouco abaixo de 1,70cm, mas seu peso deve exceder tranquilamente os 100 kgs, sendo ainda por cima mal distribuídos entre pescoço e xana, tendo rosto sempre sorridente (ou a impressão de estar sorrindo) como a maioria das gordinhas, seios volumosos e caídos sob blusinhas que geralmente apresentam decotes avantajados e sem marca qualquer que indique a presença de sutiã, e quadril que não se destaca em meio à gordura, tipo “prancha de surf”, com uma bucetaça arreganhada que se mostra volumosa sob a bermuda jeans e bumbum grandão porém ofuscado pelo restante do tronco, sobre pernas que poderiam ser classificadas como esguias caso isso não desse a falsa impressão de beleza, o fato é que as coxas e o restante das pernas se afinam indo para baixo, desproporcionalmente ao tronco logo acima....

Benícia é muito safada e faladora. Logo que nos conhecemos, contou-me bastante (provavelmente tudo) sobre sua vida emotiva e sexual, quantos namorados / maridos tinha tido até então (cada filho é de um cara diferente), e sempre ressaltando que prefere negros a brancos, por conta de serem mais bem dotados e mais másculos....

Como para acessar o material de limpeza da casa a Benícia é forçada a cruzar meu escritório (os apetrechos de limpeza e materiais respectivos ficam estocados no banheiro do meu escritório), várias vezes durante o dia de trabalho ela precisa entrar onde estou trabalhando e passar por trás de minha cadeira, espremendo-se contra o armário que fica logo às minhas costas.... Desde o início de nossa convivência, sempre brinquei com ela dizendo “deixa minha mulher te ver me dando estes “apertões” aí que você dá, e vai dar merda com certeza....” ao que ela invariavelmente respondia “ah não dá merda não, ela sabe que você jamais iria querer comer uma nega gorda como eu além do que também já falei pra ela que só gosto de dar pra negão, branco ta riscado da minha lista”.... Este tipo de papo logo levou-nos a maiores detalhes, onde fingindo-me de magoado pelas palavras dela eu a questionava “pô Bené, mas nem um branquinho te interessa mesmo, isso é injusto, é até racismo, olha que vou dar parte de você pra polícia hein?” e ela se acabava de rir a respeito e me dizia “não sô racista não é que já transei com branco e nunca nenhum me deu o prazer que os negões me dão”.... “mas Bené, é uma coisa de tamanho mesmo, ou é outra coisa?” ao que ela dizia “bom, primeiro é tamanho mesmo, tem que ter um pau bem grandinho pra uma gorducha como eu se entusiasmar, mas o principal é que branco só quer saber de negra como eu pra socar, gozar e cair fora, parece até que tem nojo de chupar, sabe?” ao que eu fui rápido e incisivo ao responder: “se você deixasse, eu te chupava agora mesmo até te fazer cansar de tanto gozar, nem precisava pegar em mim pra começo de conversa”....


Bené se interessou: “é sério mesmo, você chuparia uma negona como eu? E sem querer nada em troca?” e eu continuava jogando com ela “seríssimo.... sou doido pra experimentar uma xana negona, porque já ouvi dizer que tem um gosto forte e alucinante, fico com tesão só de lembrar do meu amigo me contando.... disse pra mim que ou você ama ou você odeia, mas deixa eu te confessar uma coisa.... o que eu mais gosto numa transa é de chupar a xana da parceira, e como nunca tive uma negra antes, sou doido pra experimentar.... e outra coisa também é o seguinte: como nunca transei com negras antes, morro de tesão imaginando eu gozando sobre o rosto delas, só pra ver o contraste da porra branquinha do meu pau contra a pele escura dela.... você gosta de porra, gosta que o cara goze na sua cara ou na sua boca?”.... e ela “ah vc ta de onda comigo, claro que eu gosto que gozem na minha cara, adoro o calorzinho do leitinho e também o gosto, mas não acredito que você sinta tesão só de vontade de chupar uma preta....” aí pra responder eu levantei (estava de bermuda folgada) e mostrei minha ereção monstruosa para ela perguntando: “e por que você acha então que to com o pau desse jeito durão, você acha que é só de conversar contigo ou você acha que é porque eu to doido pra te chupar?” e ela se fazendo de desentendida “ah isso vc é quem sabe”.... Aí ela veio querendo sair do escritório carregando balde, panos e alguns produtos, mas eu bloqueei o caminho dela só arrastando a cadeira um pouquinho pra trás, de modo que ela tinha um espaço pra passar mas era insuficiente dado o seu avantajado tamanho....

Quando ela tentou me empurrar pra frente, eu aproveitei e fui levantando, dizendo pra ela em tom severo: “Bené, se tu pode ficar me dando esses apertões aí eu também vou te apertar, e se tu contar algo pra minha mulher eu falo que você foi quem provocou ficando aí me azucrinando com esses apertões enquanto eu tentava trabalhar”, e fui logo empurrando-a contra o armário e tentando beijá-la....

De início ela recusou, dizendo que não podia sacanear minha mulher daquele jeito, e que insistia que preferia transar com preto e que não era por eu ser seu patrão que ela ia abrir mão daquilo....

Tentei tranqüiliza-la dizendo: “tudo bem, eu respeito tua preferência pela cor preta e por dote grande, e te garanto que vou te fornecer exatamente o que você quer, se você confiar em mim e deixar de frescura, ok?” ao que ela disse “me compensar? Não com essa barraquinha sua que eu vi aí debaixo dos seus shorts.....kkkkkkkk”. aí eu peguei a mão dela e forcei-a sobre meu caralho duro, dizendo “pode ser pequeno pros seus padrões, mas ninguém nunca reclamou.... além disso, não pretendo meter meu pau em você sua preta gorda e tesuda, afinal tu deve dar tanto essa tua xana que ia ser que nem um badalo dentro de um sino, ia entrar e ficar fazendo “Belém, Belém, Belém” sem nem eu nem você sentirmos nada.... mas garanto que te faço gozar, e garanto que tenho a solução pro teu problema com tamanho e cor.... vamo lá no quarto que eu te mostro ok?”

Ela ficou curiosa e topou.... primeiro ainda no escritório me deixou beijá-la de língua e correspondeu, e deixou também que eu arriasse a blusa dela e mamasse levantando com as mãos aquelas tetonas imensamente caídas que ela tem....

Fomos até o quarto e lá eu fui logo abrindo a gaveta do criado onde minha mulher guarda nossos brinquedinhos, e peguei o maior dildo que temos, que é negro como chocolate, e imenso em tamanho (23 x 7,5 cm), deixando-a boquiaberta literalmente.... ela disse “ah, esse sim parece um negão, maior até do que os maiores que já tive” e eu então fui jogando-a sobre a cama dizendo “não disse que ia te dar o que tu queria sua putona? Só que pra gozar em cima desse caralhão preto vai ter que me dar só uma coisa: vai ter que deixar eu gozar na tua cara, ok?” então ela disse “ah mas não é assim não seu filho da puta, primeiro tu tem que me provar que a história de querer me chupar não era só papo de branquelo não”.... sem falar palavra, afastei suas coxas e puxei com os dedos a sua horrorosa calcinha roxa que era minúscula para o tamanho do corpo dela, e caí de boca naquela xana que parecia ter sido totalmente depilada havia umas duas semanas no máximo, com pentelhos abundantes porém curtos e espinhosos, e arregaçava a lábia dela com minhas mãos e enterrava a língua naquela racha.... Confesso que realmente é verdade sobre as xanas de mulheres negras: ou você ama ou você odeia, porque o odor é realmente muito forte.... Eu amei.... e chupei aquela bucetona como se não existisse um amanhã, caí de cara e alternava estocadas de língua, nariz e queixo naquela xoxotona inacreditavelmente entumecida de tanto tesão.... enquanto chupava aquela bucetona e me deliciava com o odor e o gosto extremados que de lá provinham, liguei o dildo preto e com a boca dirigi-me a sugar o clitóris da Bené enquanto tratei de socar o dildo negão naquela xana dela, arrancando um urro de tesão por parte dela, até fazê-la dizer “puta que pariu, vai seu branquelo filho da puta, teu caralho é melhor do que os dos crioulos pra quem eu já dei essa minha xana, fode com tudo seu viado, vai, me fode.....”

E eu a fodia com gosto, alternando estocadas violentas do caralhão falso negão com mordiscadas suaves mas constantes sobre o clitóris da Bené, e logo a fiz gozar como uma verdadeira vadia no cio, tremendo aquelas banhas todas, urrando em alto tom que “branquelo filho da puta, que gostoso, não pára, não pára, não pára seu viado, me fode mais”.... Aproveitei o momento pra perguntar “quer levar nesse cuzão preto também sua cadela?” e ela gritou que sim, então peguei o outro dildo (menorzinho, de cor rosa, ainda assim razoavelmente grande (como é um massageador de ponto g ou de próstata, é curvo e possui saliências, começando fino na cabeça e alargando até uns 5 cm de diâmetro na parte mais grossa, com uns 19 cm de comprimento) liguei-o e dei uma rápida chupada bem salivada no mesmo, e o atochei naquele cu sem dó nem piedade, continuando a foder a xana com o negão falso e chupando aquele clitóris monstruoso dela.... O cheiro no quarto era inebriante, e ela deixava escorrer um líquido gosmento de cor branquinha como leite quando gozava, que a esta altura já tinha tomado todo o meu rosto e rolava pelas nádegas dela em direção aos lençóis....

Sem parar de gozar e nitidamente enlouquecida pelo tesão, Bené rendeu-se às suas convicções, girou rápida pela cama (como jamais se imaginaria pensando em quão gordinha ela é) e posicionou-se num 69 onde engoliu meu modesto caralho branco (14 x 4,5 cm) e passou a me boquetar com mais habilidade do que jamais tinha presenciado antes, pedindo no meio-tempo para que eu enchesse sua boca de minha gala....

Eu fui ríspido “pode parar que esse não é o combinado... quando eu for gozar é pra gozar sobre sua cara toda sua vaca” e ela em concordância submissa meio que mugiu concordando comigo....Quando novamente ela gozou sendo duplamente penetrada e ainda chupada no clitóris, eu senti que não agüentaria resistir mais e que precisava gozar, então tratei de remover meu pau da boca gulosa daquela crioula e me posicionei de joelhos aproximando o pau do rosto dela, que numa pose de verdadeira puta esticou a língua pra fora dizendo “goza seu branquelo filho da puta, me enche desse leitinho na cara toda”, então esporrei imensamente sobre todo aquele rosto redondinho dela, de pel bem esticada, e vi seu sorriso de rampeira quando levava minhas esporradas sobre a testa, cabelo, escorrendo pelo nariz, entrando pela boca, lavando seu queixo e escorrendo pelo pescoço e repousando sobre suas tetas imensas.... tetas que ela urrando levantava com as mãos para em vão procurar formar uma espanhola em volta de meu caralho rosado e duríssimo, enquanto dizia “caralho, não tem tamanho mas é gostoso demais, deixa eu chupar deixa....” mas só levava esporradas no meio do rosto, procurando tomar tudo o que lhe caía à boca ávida....

Assim que acabei de gozar, exausto, admirei com muito orgulho aquele rosto negro coberto de porra branca, em contraste com meu cacete ainda duro rosado e latejante, que ela adorara embora criticasse o tamanho....

Removi os dildos do cu e da xana imensa, sob protestos dela “não, não tira, deixa aí seu viado, filho da puta, deixa aí que eu quero gozar mais neles” mas eu fui irredutível, e retirei-os de dentro dela....

Perguntei: “e então, ainda quer dar só pra negão, ou topa dar o cu pra esse pauzinho branquelo que tu tanto gostou de chupar, sua cadela vadia?” e ela respondeu com voz estilo “bebê”, “me fode do jeito que tu quiser papaizinho, vai me fode”....Aproveitando a deixa, posicionei a Bené de todas as maneiras que quis e soquei a vara nela, que pedia mais jeba e me xingava “gostoso mas muito pouco, me dá mais seu corno viado” então eu atochava o dildo preto nela (se estivesse com o pau fodendo a xana, metia o dildo no cuzão da gorducha, ou se estivesse metendo no cu, atochava e socava naquela xana, arrancando-lhe gozos imensos)....

Quando de novo gozei na cara dela para seu deleite, caí mais uma vez com a cara no meio de suas coxas e chupei aquela buceta negra de lábios roxos mais uma vez, arrancando dela suspiros e gemidos incríveis e inéditos para mim, fazendo-a gozar profundamente em meu rosto novamente....

Terminada esta fase, ficamos deitados por alguns instantes com ela nitidamente refletindo e repensando sobre seus próprios conceitos....

Perguntei: “Então Bené, ainda quer dar só pra negão, ou acha que um branquelinho de merda como eu dá conta do seu recado?”... e ela disse “nossa, você passa qualquer um, tá certo que tem que usar os brinquedinhos como ajuda, mas pelo amor de Deus, que homem é esse?”....

Levei aquilo como elogio, e disse “me chupa mais uma vez, dessa vez voc|ê é que vai me dar prazer, eu não vou te tocar ok?” e ela abocanhou minha vara com gosto, até o talo, sentia a garganta dela pulsando em volta de meu cabeção....

Estive várias vezes pronto para gozar, mas aí fazia ela reduzir ou até parar o ritmo da chupada, queria fazê-la pedir para que eu metesse nela mais uma vez, o que não tardou a acontecer: “Ai meu branquinho, mete essa piroquinha aqui pra eu gozar também, to morrendo de tesão em você agora....” ao que disse “só que dessa vez sem brinquedinhos, vou comer tua xana primeiro até você tar bem tesuda, depois vou comer teu rabão e você toca uma siririca com as mãos até gozar no meu pau, ok?” e ela concordou sem nada dizer, só meneando a cabeça que sim....

Soquei aquela xana carnuda com gosto, sem preocupar-me em dar qualquer prazer a ela, com raiva e vontade de mostrar que podia ser melhor do que qualquer um que já a comera antes....

Ela disse “agora mete no meu cu, que eu já vou gozar, enche meu cuzão com esse leitinho branco então seu filho da puta”....

Sem hesitar por qualquer instante, mirei no cu dela e soquei com raiva, e bombei até ela urrar de tesão e começar a gozar, comprovadamente por dando-me um beijo de língua de estontear qualquer um.... Tão logo isto ocorreu, gozei como um potro, um azalão acasalador de verdade, e enchi o cu dela de porra, até vazar pelos lados, ela recolhendo o que podia com as mãos para levar à boca onde queria beber e sentir meu gosto....

Ainda fez-me deixá-la chupar-me por algum tempo e gozar mais uma vez na cara dela, depois disso nos vestimos entre promessas de novas fodas no futuro....

Depois conto como fomos flagrados, e por quem.... o que rendeu novas fodas magníficas e inusitadas, envolvendo inclusive incesto e bissexualismo feminino....

Abraços,

Carlos
Abraços,

Carlos


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario candir

candir Comentou em 25/01/2013

Conto gostoso e safado! Muito boa inspiração.

foto perfil usuario

Comentou em 12/11/2012

Muito bom, votei Recomendo para você os contos nº 18838, 18633 e 20812 Leia e comente meus contos, vote se gostar

foto perfil usuario morena_safada

morena_safada Comentou em 28/05/2012

Oi tesao eu, adorei o conto, quero esse branquinho,que sabe fazer uma mulher pira!Beijos!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


10449 - Cristina - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
10512 - Amélia - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
10514 - Eliane - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
10515 - Histórias Diversas pós Separação - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
10605 - Experiências antes de perder a virgindade - 1 - Categoria: Virgens - Votos: 7
14967 - comendo a muçulmana coroa - Categoria: Heterosexual - Votos: 7
14970 - A prima que eu NÃO comi - Categoria: Incesto - Votos: 3
14978 - Massagistas asiáticas - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
14999 - Susan a chinesa corretora de seguros - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
16059 - Na empresa - estagiária nova - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
16062 - Desisti de sexo virtual - trauma - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
16530 - Minha Primeira Mulata - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
16533 - A Mãe que eu queria ter tido - Categoria: Incesto - Votos: 4
16597 - Minha aluna particular - Categoria: Fantasias - Votos: 3
16614 - A contadora chinesa coroa - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
16703 - MINHA ALUNA PARTICULAR - 2 - Categoria: Fantasias - Votos: 3
17781 - A coroa empresaria - Parte 1 - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
17786 - A coroa empresária - Parte 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17787 - A coroa empresária - Parte 3 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17789 - A coroa empresária - Parte 4 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17791 - A coroa empresária - Parte 5 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17792 - A coroa empresária - Parte 6 (Final) - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
17800 - Chance aproveitada com a concunhada - parte 1 - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
17801 - Chance aproveitada com a concunhada - parte 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17802 - Concunhda - Parte 3 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17803 - Concunhada - Parte 4 (final) - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
17851 - Colega de trabalho - Parte 1 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17852 - Colega de trabalho - Parte 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17853 - Colega de Trabalho - Parte 3 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17854 - Colega de Trabalho - Parte 4 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17855 - Colega de Trabalho - Parte 5 (Final) - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
18736 - Ejaculação feminina - é verdade! Parte 1 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
18738 - Ejaculação feminina - é verdade! Parte 2 - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
18741 - Ejaculação feminina - é verdade! Parte 4 - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
18743 - Ejaculação feminina - é verdade! Parte 5 - Categoria: Heterosexual - Votos: 1
18749 - Ejaculação feminina - é verdade! Parte 6 - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
29234 - De novo a coroa empresária - Reencontro - Categoria: Coroas - Votos: 6
29438 - Carta de confissões a um novo amigo - Categoria: Fantasias - Votos: 3
29711 - EJACULAÇÃO FEMININA - CAROL - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
29735 - Minha nova amiga do facebook - Categoria: Coroas - Votos: 6
29746 - FAXINEIRA DO CONDOMÍNIO - NEGRA TESUDA - Categoria: Interrraciais - Votos: 9
29747 - A VIZINHA DO ANDAR DE BAIXO - Categoria: Fantasias - Votos: 6
30257 - PRIMEIRA EXPERIÊNCIA COM TRAVESTI - Categoria: Fantasias - Votos: 2
30259 - NOSSA PRIMEIRA TRAVESTI - MENAGE - Categoria: Fantasias - Votos: 0
74670 - Me pediu ajuda mas o ajudado fui eu - Categoria: Fantasias - Votos: 2
75872 - A Amiga Safada da Minha Namorada - Categoria: Fantasias - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil carloszfonseca
pumbazim

Nome do conto:
A diarista negra

Codigo do conto:
16709

Categoria:
Fantasias

Data da Publicação:
09/04/2012

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


priminha da bunda empinada contos eroticosme fuderam depois de casada contoconto erotico calourasConto erotico coroa vendedoraeu sou do riu de Janeiro e a minha mamãe pediu pra que eu gozace dentro da buceta delaconto erótico gay vestiárioconto erotico diretora e novinhaConto erótico escravqcontos eroticos faladoContos de cdzinhaconto erotico orgiaContos Padrasto tirando cabaçoshentai gay pai e filhoContos eroticos maravilhosa ui amei ser fodida por aquele homem ai fode fodeconto erotico negao 20117Conto erotico madrasta putacomi minha sogra na casa dos parentes contos eroticosconto erótico gay vingançacontos eroticos dei para os amigos de meu marido no jogo de baralhoporno/japones/pai/comendi/mae/filha/sogra/cunhadabrincando de verdade ou consequência na roça com os primos e primas conto eroticocontos trai minha esposa com o viadinho inquilinotia carente conto eróticopretinhovirgem..comcomi e gozei dentro da minha vizinha contosconto gay gesseiromenininhas do rio contos eroticosConto eu garoto e tres travestiContos erotico minha mãe só comprava roupa vulgar freira 13 amo.punheteirasFotos incesto bixesualconto erótico mulher perde a virgindade do anus com filho sem saberquadrinhos porno gayconto erótico eu estava com medo o pau era muito grande sofri muito quando levei no rabinhozezao arrombou minha irma contos eroticosgravidezcompenisconto herotico com vaso sanitarioperfil quero filme ali derrapando periquita mano banhocontos eroticos viciei no leite doconto de homens mais velhosobrinhacontoeroticocontos erotico comi 3negro gosando dentro de buceta de mulher casada xvidio tealIncesto 7 em nome da mae e do filho phhttps://vangogrostov.ru/conto/77001/640600/podolatria-com-a-amiga.htmlContos eroticos negao hiper dotados com coroascontos eroticos seduzindo meu cachorro e ficando grudada com eleultimos contos de incestocontospoeno pai filha e tiosvideo sexo minha esposa com negao pintor me traindoconto erotico fazendo massagem gostosa na maninhaconto erotico filha e sobrinhacontos eroticos a travesti transformou e outra travesticonto casada na igreja e safadavidios porno brasileiro madrasta surrando a enteadaConto erotico em q o homem comanda a mulher e ela obedececonto erotico df 2017contos+eroticos+e+excitantes+de+mulheres+loiras+e+brancas+casadas+que+e+taradas+por+negroes+bendotadoscorno limpa porra de vários negros roludos na buceta de sua puta na baladaconto erotico cheio de tesaoconto erotico pivetes 2017quadrinhos eróticos de gays o amigo negro do meu filhohistoriaes em quadrinhos sexo familia sapecaconto.de sexos pegeicarona e o.cara deu.emcima de meconto erotico cheio de tesaocdzinhas onlinecontos erotico ensinando o filhonovinha puta conto eróticoconto erotico a menina me chupouSexoincestocontosconto incesto cunhadaconto erotico como-me-tornei-a-cachorrinha-do-meu-padrastofigurinhas pornoquadrinho contos candida eroticominha tia anda de bicicleta sem calcinhas contos eroticosmeu cunhado me/faz de putaMilftoon Tia WalquiriaMeu marido adora ser corno historia em quadrinhocontos eróticos gay chutando o cozinho do molequesapecacontoseroticoscontos eroticos minha filha rabuda e o namorado delaconto porno vendi minha mulherConto erótic lesbicos duas me xuparam no Parkcontos de casada chantageadaspornocantoseróticoskomik xxxsubmissa nuaver conto erotico sob caminhoneiro pirocudoporno meu pai pediuloira ganha presente surpresa no hotel do marido cornoconto erotico doce aniversario parte doisMeu filho atrevido hqconto erotico "namorado" "beijo"escravo das amigas conto erotinoaos pes das professoras parte 5 contoContos gay pau pequenocontos eroticos das amigas da escola da minha filhadesenhos porno negros em quadrinhoswww.contos erotico em quadradradinho