Gozando dentro da safada



Galera esse é o meu terceiro conto. Pra quem não leu os outros, me apresento de novo. Meu nome é Tércio, sou moreno, 23 anos, 1,80 de altura, 82 quilos, sarado, peito liso natural, pernas e braços quase sem pelos, pau de 22cm e bem grosso. Gozo muito. Sou do tipo que goza numa buceta e continua firme pra mais. Acho que nasci pra reproduzir pq fico de caralho duro so de pensar que minha gozada pode engravidar uma gata. Sinto tesão no risco. Da outra vez falei da Amanda e respondendo as perguntas, sim ela engravidou! Tenho quase certeza que foi de mim embora o corno do marido que vai assumir. Fiquei sabendo pq ela não tava mais vindo na academia e o marido dela veio me falar todo orgulhoso que iam ter um bebê. Mal sabe ele que provavelmente é meu!
Bom hoje vou falar da Cláudia, uma amiga da Amanda que também faz academia e que por vezes ficava junto com a Amanada olhando pra mim enquanto eu malho. Cláudia é morena de cabelo encaracolado, longo, pele morena bronzeada de olhos castanhos, labios vermelhos e grandes, 1,70 de altura, toda malhada, bunda redonda grande bem gostosa e peitos muito grandes. Parecia até peitao de mulher gravida, o que me deixava mais excitado ainda. Cláudia deve ter talvez quase 30 anos.   
Quando Cláudia veio conversar comigo num dia depois da academia, eu senti algo coçar no meio das pernas mas me controlei. Ela chegou muito simpática e carismática e perguntou se eu estava indo pra casa e se podia dar uma carona pra ela já que hoje a carona dela não viria. Eu disse que não tinha problema, mas fiquei curioso em porque eu e ela me disse que queria conversar comigo sobre a Amanda. Gelei na base. Será que a Amanda tinha falado algo pra ela? Curioso e com tesao crescendo por aquela morena peituda eu aceitei dar a carona que ela pediu.
- Então, o que queria conversar?
-A Amanda me falou o que rolou entre vocês...
- E o que ela disse?
- Que você tem algo muito gostoso e que faz como um macho de verdade.
- E...?
- E eu fiquei curiosa, sabe? Meu marido anda meio deprimido ultimamente com o trabalho e td mais e quase não me procura mais. Estou necessitada de um homem de verdade dentro de mim.
Cláudia falou aquilo com desejo enquanto alisava a minha perna e escorregava a mao pra dentro do meu calçao de academia onde meu cacete já dava sinais de vida. Em meia bomba devia ter uns 18cm e já era bem grosso. Ela alcançou a cabecinha e deu uma apertadinha de leve que me deixou com mais tesao ainda.
- Nossa, ela tinha me dito que era grosso mas eu não esperava tanto!
- Ta com medo, gata?
- Não, com desejo! Quero muito ele dentro de mim!
- Então vamos encontrar um local mais tranquilo que o estacionamento da academia...
Sem pensar duas vezes levei ela pra um motel num bairro bem afastado. No caminho ela já tinha me deixado sem o calção e com o pauzao todo duro. Meus 22cm já estavam completamente enrijecidos e ela lambia e passava a lingua no saco e na cabecinha. QUando ela pegou no saco abri bem as pernas pra deixar ela engolir meus dois bagos na boca. "Vai safada, mama nas minhas bolas leiteiras, gostosa!" e ela lambia mais e mais com vontade mesmo. Adoro uma boa lambida no saco. Quando finalmente chegamos no motel tirei definitivamente a cueca e o calçao e a camisa e despi ela todinha. Levei ela pra dentro do quarto roçando com o pau na entrada da buceta enquanto caminhava atrás dela. Ela estava muito quente.
Quando chegou no quarto, ela já foi ficando de quatro em cima da cama empinando a bunda deixando o cuzinho e a entrada da buceta bem à mostra pra mim. "Me come meu garanhão! Enfia caralho em mim até as bolas!" Ela tava realmente com o atraso. Mas ao inves de satisfazer ela eu me abaixei e comecei a chupar os labios da bucetinha dela, lambendo as bordas e depis enfiando minha lingua pro interior. "Ahhh que delicia! Que isso, meu macho? Aiii que gostosoooo. Lambe mais lambe! Me deixa bem molhada pro teu caralhao!" e foi o que eu fiz. Acho que ela nunca foi chupada daquele jeito pq ela gemia e se contorcia feito uma virgem. Deixei ela bem maluca e pedindo pica enquanto eu achava uma camisinha em cima da mesa do quarto e abria-a pra encapar meu caralhão. Ele murchou um pouco mas tava de boa ainda pra entrar nela. Me levantei e fui penetrando ela na buceta bem devagarinho. Ela ia gemendo a medida que meu caralhao ia entrando e ia forçando a buceta de encontro ao meu pau. "vai meu garanhão, me cavalga, monta na sua potranca, me fode gostoso!" ela berrava bem alto pedindo fica. Sem mais, fiz o pedido dela. fiquei por cima e cobri ela que nem um cavalo, fodendo ela na buceta igual um garanhão pelo qual ela me chamava. Fodi forte e ela acariciava meu pau com a mao quando ele saia e entrava de volta. Notei umas fisgadas quando as unhas compridas dela arrastavam na haste do meu pau, arranhando a camisinha. Não sei se era o que ela queria mas de tanto arranhar e puxar euqnato eu fodia a buceta dela, ela acabou rasgando a camisinha e mesmo depois de rasgada ela não parou e continuou o que foi rasgando mais e começava a me machucar. Eu parei e tirei de dentro. Me abaixei e comecei a lamber ela de novo enquanto analisava o estrago na camisinha. Decidi tirar ela toda. Tava toda estragada ao longo do corpo da camisinha. Liberto, meu pauzao pulou de alegria e ficou muito duro. Me levantei e enfiei de novo, dessa vez meu pau pelado pra dentro dela. Nossa que tesao. A buceta quente apertou meu pau e o cabeção pulava de excitação e tesao dentro dela, inchando gostoso enquanto eu enfiava ele ate o talo. Ela ia botar a mao pra alisar mas eu virei ela num papai e mamae nesse momento, abri bem as pernas dela e trepei em cima. Ela via o caralhão entrando e saindo pelado de dentro dela e só fazia berrar e pedir mais. "Ah gata que buceta quente e gostosa, isso rebola a buceta vai, meche gostoso, prepara meu pau pra inseminação que eu vou te dar!" ela ficou louca ouvindo eu falar aquilo no ouvido dela. "ai meu macho, meu puto fortão e safado, vai me inseminar que nem fez com a outra ne? vai me engravidar né seu cachorro? ai safado, vai gozar gostoso na minha buceta e me fazer mulher, não vai? ai que porra... eu não devia, mas ta tao bom... ahhh me fode seu puto, aproveita essa buceta no teu pau!" que delicia ela tava se deliciando no meu pauzão pelado dentro dela e já sabia o que eu ia fazer com ela. Enfiei ate o fundo da buceta dela e rebolei esfregando a cabeçona do pau no fundo da buceta, na entrada do utero. ela gemia alto e forte e se tremia toda. Elas adoram sentir ele esfregando bem no fundo, massageando a caminha do bebê. "Isso gata abre bem, recebe esse caralho na buceta que o leite vai sair certeiro no utero. sente a cabeçona no fundo sente. Ta sentindo ela esfregando bem na entrada do utero, mamae? É bem la que eu vou ejacular!" ela gemia e se rebolava toda na vara "ahhh naaaooo, naooo, por favor... mas ta tao bom!! ahh que porra! tu merece seu macho puto e gostoso. bota pra dentro então! Goza vai, me engravida meu macho! Me insemina com essa vara! Quero o leite ai onde vc esta esfregando! Solta vai, deixa sair! Me da esse filho!" Nossa foram as palavras magicas pra mim. Minhas bolas subiram na hora e o cabeção latejou gostoso mostrando que eu tava bem perto! "Ah gostosa! Isso mesmo vadia abre bem e deixa eu botar meu filho em vc! Ta vindo gata, to quase! Mais um pouco e tu ganha! Prepara ae pra recebeu meu gurizão! Ah porra ta saindo! Vai sair! TO GOZANDO PORRA!!! AHHHH!!! CARALHO QUE PORRA!!! ABRE BEM!!! DEIXA EU TE ENGRAVIDAAAARR!!! AHHH MAMAE!!! TOMA LEITE NESSE UTERO!!!" ela abriu as pernas e eu enfiei o meu caralhão até o talo. cabeçona encostada na entrada do útero e a porra vazava solta pra dentro dela em vários jatos fortes. Ela gemia e berrava a cada gozada minha. Gozei forte e muito e continuei duro dentro dela.
Mexi o pau dentro dela como se fosse uma colher remexendo a mistura de porra e suco de buceta dentro dela, cozinhando na buceta quente, sentindo que ia ser meu esperma que ia se instalar dentro daquela gostosa e botar mais um no mundo. "Não para, não para! Me da mais! Mais! Quero mais desse leite! Me da mais!" ela pedia mais e eu só podia obedecer. Pra ter certeza que a porra ia se instalar no utero dela botei ela de pernas pro ar, e fiquei em pé pra fuder ela. ela se segurava com as mãos, forçando a coluna pra cima, enquanto eu sustentava o peso e metia a pica buceta abaixo. Não tirava mais que um dedo de dentro e voltava a enfiar. Meu negocio era esfregar a porra que já tava la dentro bem na porta do utero pra forçar pra dentro o esperma. E o calor combinado da buceta quente dela com o da minha porra tava me deixando cada vez mais doido. Junto com o cheiro de porra e de buceta e ela gemendo e pedindo pra eu deixar ela prenha, eu não ia muito mais longe. Ajudei as bolas a entrar pra dentro da base, o que fez meu saco sumir e o cabeçao do pau começar a latejar, dando sinais de que vinha mais leite por ae. "Gata ta vindo mais. Quer mais leite nessa buceta?" ela começou a apertar mais o meu pau enquanto gritava gostoso "Quero! me da mais! Bota mais desse leite de macho pra dentro da minha buceta! Quero fazer um filho gostoso como você seu puto! Cachorro! Safado! Me deixa gravida de você meu garanhão!" "Ah safada! Quer um filhote do teu machão pauzudo né? Pois vou botar mais leite então dentro dessa buceta. Prepara a cama pra chegada do bebezinho que o leite já ta vindo! HUMM! Sente a cabeçona inchando? Ta vindo gata! Vou gozar... ai... porra, TA SAINDO!!! AHHH TOMA GATA!!! MAIS LEITE NA TUA BUCETA!!! TOMA GOSTOSA! ACEITA MEU FILHO DENTRO DE VC! AHHHHH!!" Gozei forte, apertando o maximo que eu pude meu pau pra dentro dela, enfiando a cabeçona la no fundo da buceta, ate mais que a primeira vez, enquanto ela se tremia toda e gritava gostoso. A buceta dela apertava muito meu pau parecida que queria suga todo leite que eu podia dar. A safada tava exausta e arfando mas continuava rebolando a buceta, empurrando ela de encontro ao meu pau que dava sinais de começar a amolecer.
"Que delicia meu macho. Nunca me senti tão satisfeita, tão mulher, tão gostosa! Quero mais! Me faz todinha, me fode, me enche com teu leite, machão caralhudo gostoso!" ela mordia meu pau dentro da buceta dela toda larga de tanto fuder e melada de porra e suco do gozo dela. O cheiro de reprodução no ar me deixava doido. Esperma e buceta junto e aquela gostosa peituda apertando os peitos com desejo de mais pica e mais leite, não resisti. Ia foder ela mais uma vez antes de sairmos dali. Tirei meu caralho da buceta dela e esfreguei ele nos peitos dela, e fodia as tetas enquanto ela chupava a cabeçona melada do meu pau. "Isso mamae, chupa a cabeçona da rola. Chupa gostoso, suga forte pra chamar mais leite. Isso. Suga forte. Aqui vai, da um trato nas bolas tambem." Botei as bolas na cara dela e ela engoliu as duas com vontade. Meu saco é pequeno mas as bolas são grande por isso não ficam muito soltas, mas ela conseguiu abocanhar as duas ainda assim e lambia gostoso e quente. "Ah tesuda, isso, chupa gostoso as bolas que vao te dar mais leite. Isso. Ahhh. Quer meu pau de novo na buceta, quer, gostosa? Quer ser mais fudia, quer?" Ela fez que sim com a cabeça enquanto chupava as bolas gostoso. Meu pau já tava de novo durasso e latejando, querendo entrar naquela buceta molhada de novo. Desci pro meio das pernas dela, esgacei bem as pernas da gostosa e meti a rola ate no fundo de uma vez soh. Ela gemeu alto e forte. "ahhh isso, que delicia! Vai meu machao, me preenche com teu caralho grosso, enfia gostoso essa rola dentro da minha buceta, me domina!" peguei ela num abraço e envolvi ela toda enquanto enfiava meu pau ate o fundo da buceta dela. tirava o minimo possivel só pra fazer o entra e sai, esfregando na porta do utero. deitei e botei ela por cima. Ela se ergueu e começou a cavalgar. Porra e suco escorriam da vagina dela me lambuzando enquanto ela remexia a buceta com meu pau todo dentro dela. Tava fervendo de tao quente. Com as maos ela mexia no meu saco e massageava minhas bolas. "Ta gostoso assim, meu macho? Vai me dar mais leite, vai? vai encher minha buceta e meu utero, papai? Vai me inseminar, gostoso?" que delicia de mulher. os peitoes balançavam enquanto ela subia e rebolava na vara. Peguei os dois com a mao e começeia chupar eles enquanto ela se retorcia no pau. ela apertava e sugava meu pau com a buceta, que latejava e pulsava livre dentro dela, gostoso e quente, se preparando pra inseminar ainda mais aquela buceta safada. botei ela na cama de novo e voltei pro papai e mamae, o jeito que eu mais gosto de goza. Meu pauzao tava pulsando de tesão, a cabeçona inchando, as veias saltando. Eu tava muito perto de gozar. "Ta vindo, gostosa. A terceira onda de esperma pra garantir que tu vai sair daqui com um filhote nessa barriga. Isso abre bem essa bucetona, esgaça vai, aperta ela de encontro ao meu pau. Ahhh gostosa, to sentindo que vai sair. AH PORRA! TA SAINDO! AHHHH CARALHO! TO GOZANDO! TOMA, GOSTOSA! MAIS LEITE PRA TE DEIXAR GRAVIDA DE VEZ!" apertei meu cacete contra ela o mais fundo que eu conseguia e deixei vazar a porra. "Ah MEU MACHO! QUE DELICIA! AI TO SENTINDO! ISSO GOZA MEU GOSTOSO! AH QUE JATO GOSTOSO! ISSO, MAIS, VAI, DEIXA SAIR MAIS! AHHH ISSO, MAIS! AH QUE QUENTE! QUE DELICIA! AHHHH" Ela tremia, berrava e se sacudia na cama, rebolando forte no meu pau. Lutei pra manter o caralho dentro dela enquanto eu ela gozavamos, ela tava realmente doida de tesao. Quando terminei, eu relaxei em cima dela e ela ofegava do meu lado.
- Nossa eu não imaginava que podia ser tão bom assim.
Fiquei meio que com pena dela. Nossa, que tipo de marido ela tinha em casa?
- Que isso gata, faço so o que vc merece.
- Humm e quem sabe não fará mais vezes?
- Pois é, gata, quem sabe...

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


16433 - Engravidando a indecisa - Categoria: Heterosexual - Votos: 4
33706 - Engravidando a loirinha - Categoria: Heterosexual - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil megablaster
megablaster

Nome do conto:
Gozando dentro da safada

Codigo do conto:
17012

Categoria:
Heterosexual

Data da Publicação:
30/04/2012

Quant.de Votos:
1

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


creempie em granny italian tres porquinhosmae puta conto eroticodiarista tesuda trepando com patrão contoconto erotico meu cu doicontos erotico pai e finho ..chupao rolas e bucetasqudrinhos eroticos hentai comics vovo taradosobrinho acaricia pau do tiocontos eróticos cheirando a bucetinha da minha irmãzinha dormindoxxx comics bulmaconto erótico: patroa dando bucetaconto erotico foda em familiaconto erotucos de virgens categoriasconto eróticos boa noite Cinderela em despedida de solteiraconto erotico gay iniciando incesto enganei inocenteseios bonitos peladosmae e novinho conto erotoicocontos eroticos ninfomaníacacontos eróticos com ceginhaContos eróticos adoro dar a minha buceta pro meu vovô pirocudonovinha fudeu no reforço com vizinho - contosmeu marido gosta que seus amigos me comemescravo gay contoporno irmao comendo irma hental brasil dever de casaquadrinhos de familia pornôputas do moz no sexoconto erótico comendo o amigo de quarto 2019sexo Com um virgem no carroadolecentede18anos dandoabucetaMilftoon esposa sendo comida pelo patraoesposa puta pornconto erotico descobri que minha esposa estava me traindo com dois roludos fotoscomendo a gabi minha filha caculaconto erotico eu gozei dentroconto porno irma cabacocontossexcumendo o cu e bucete da venderora de mobiliariaimagens de meu filho atrevido e selvagem entre irmaos homens transando em quadrinhosmulher e chantagiada pelo patrao e tira acalcinha pra ele vercontos eroticos minha irmazinha me viu tomando banhoxvideo chaveschantagiei minha mae contoscontos eroticos com fotosexo na infanciamenininhaxvidioporn amador pau 22 cmcontos eroticos coroa do super mercadocontos eróticos professora submissaconto erotico maninha funkeiraConto erotico primaeu forniquei contotravestis mostrando o cu inchado depois de ter dadoContos de cedezinhas seno encochadasme da rola sobrinho , contos eroticos contos eróticos incesto meu cunhado meu amantesentadinha no colo do titiocontos eroticos boquete galera video gamecontos eroticos de esposas que pedem para os maridos vestirem suas calcinhas durante a transaConto erotico quando escuto aquele gemidocontos eroticos minha mulher viciou em pirralhosmarandro colocou a calcinha de de lado e meteu fundo na bucetaconto erótico viagem maravilhosaperdi as preguinhas do cu quando era pequenanovinha na piscina conto eroticoxividio os rituais de bodjacontos eróticos sou amante do meu sobrinhocontos gay virei transsexual do meu amigocontos gay padrastocomi o cu dacostureira casadaperdi as preguinhas do cu quando era pequenacoroa rabuda contos eroticoapepeca+video+cheirando+puteiro+buceta+porno+linda+gostosa+videocontos eroticos professora casadacontos eroticos. Violentado pelo primo. Gaycontos em 3d de putariaentre mae e filhoconto erotico namorado de sutia e calcinhaConto erotico bem dotado pegou namorada do amigocontos eroticos comi o cu da minha sobrinha bebada