DELICIA DE CONSULTA



Sempre tive o maior fetiche/fantasia de ser atendido por mulheres de branco (médicas, fisioterapeutas, enfermeiras, dentistas etc).

Finalmente aconteceu comigo. Por ter a pele branca e sempre ter gostado de praia e sol, eu sempre tive alguns problemas de pele. Tinha acabado de me mudar de cidade e apareceram umas pequenas erupções na pele em vários lugares do corpo. Era bobagem, porém uma dessas erupções inflamou muito, fazendo um edema na perna. Fiquei preocupado e procurei identificar na lista de clínicas do meu convenio alguma que pudesse me atender de imediato sem me preocupar com indicações. Acabei conseguindo uma consulta numa clínica perto do trabalho, com uma médica que estava de plantão e me atenderia como último cliente no final da manhã.

Apesar de ser uma médica, não criei muitas expectativas. Além de estar preocupado com o problema com a inflamação, eu não dava muita sorte mesmo e nunca acontecia nada de mais. Mesmo assim, cheguei no consultório um pouco ansioso já que o problema era na perna e eu teria que tirar a calça para ser examinado. Ao entrar na sala para ser atendido, tive uma surpresa: a médica era linda. Tratava-se de uma bela morena de pele clara, cabelos cumpridos na altura dos ombros, traços delicados e que deveria ter por volta dos seus 28/29 anos. Na verdade ela era médica mais nova que atendia nos horários em que a médica principal, dona da clínica, estava fora com outras atividades.

Conversamos um pouco sobre meu histórico e lhe falei que essas erupções estavam acontecendo com alguma freqüência e que essa última estava muito inflamada e por isso procurei um atendimento mais emergencial. Eu disse que era na parte interna da perna, logo acima do joelho. Após algumas anotações ela me pediu para ver o local. Tirei a calça, ficando de cueca e deitei na maca. Ela examinou demoradamente o local, que realmente estava bastante inflamado. Depois ela perguntou em quais outros locais já tinham aparecido. Mostrei uma cicatriz mais acima e outra bem na parte interna da coxa, perto dos testículos. Ela examinou, tocando delicadamente os locais com as pontas dos dedos, inclusive meus testículos por cima da cueca. Logo em seguida disse que eu podia me vestir. Acabei não curtindo muito aqueles momentos porque fiquei um pouco atônito. De forma nenhuma esperava uma consulta com uma médica como ela.

Terminado o exame, ela me disse que não era nada demais. Tratava-se apenas de reações provocadas pelo calor e por pêlos encravados que, naquele caso específico, havia inflamado. Passou um antibiótico e um antiinflamatório e me disse para retornar em uma semana para ver se estava tudo ok.

Com a medicação melhorei logo. Passei a semana toda pensando no que tinha acontecido. Sempre sonhei com uma oportunidade como essa e fiquei frustrado de não ter curtido aqueles momentos. Tentei imaginar o que eu poderia fazer para que houvesse um outro exame detalhado na consulta de revisão.

No dia marcado retornei e a encontrei, linda como da última vez. Dessa vez, me preparei melhor. Fui bem vestido, com uma cueca branca, bem escolhida, além de ter caprichado um pouco mais no perfume e na barba. Ela me perguntou como estava eu disse que tinha melhorado bastante e que era bom saber que já podia poder contar com uma profissional como ela no local onde estava morando. Antes dela examinar o local, dei um jeito de pedir que ela me fizesse uma revisão geral, já que tinha muito tempo que eu não ia a um dermatologista. Após as perguntas de praxe sobre meu histórico médico, ela levantou-se e me chamou para examinar.

Tirei a calça e deitei na maca e dessa vez relaxei para aproveitar aquele momento. Ela olhou o local anteriormente inflamado, tocando bastante ao redor, na minha coxa. Falou que já estava tubo bem. Logo em seguida, disse que já que eu queria fazer uma revisão, ela iria dar uma olhada geral e me pediu para tira a camisa também. Fiquei só de cueca, deitado. Ela começou a examinar primeiro meus pés, dedo por dedo, depois foi subindo por minhas pernas, passando os dedos delicadamente em minha pele e parando de vez em quando em algum ponto. Eu estava curtindo cada toque seu. Ao chegar na virilha, já havia um volume dentro da minha cueca. Eu não acreditei quando ela falou: vou ter que tirar aqui para dar uma olhadinha, tá bom? Com alguma dificuldade ela mesma me ajudou a libertar meu pênis e retirar minha cueca. Meu membro apareceu já naquele estado meia bomba, com a glande vermelha inchada. Desceu os dedos pela parte interna das coxas, examinou a virílha e passou a verificar a área entre a perna e os testículos que é uma região susceptível a irritações. Nessa hora ela se demorou um bom tempo, tateando bastante o local com as duas mãos, examinando delicadamente meus testículos, afastando para um lado depois para o outro, verificando as dobras. Com esses toques, não teve jeito: meu pau ficou duro de vez, apontando para o teto. Ao passar para examinar o púbis, ela resvalou “acidentalmente” o antebraço no meu pênis totalmente ereto. Quase soltei um gemido nessa hora. Examinou o púbis e depois com a pontinha dos dedos tocou levemente a base do pênis, posicionando-o de forma a poder examinar a glande. Pude observar que ela admirou por algum tempo meu membro que, modéstia parte, é um belo exemplar de pênis, como já me disseram várias vezes. Para minha decepção ela soltou meu pênis e continuo o exame subindo pela barriga e pelo meu peito, braços, axilas e mãos. Quando ela se aproximou para olhar de perto meu rosto, pude sentir seu perfume, seu hálito e seus cabelos roçando meu corpo. Ela com certeza pôde sentir meu perfume e minha respiração um pouco alterada. Fez alguns comentários sobre meu rosto e me pediu para virar de bruços. Com algum desconforto devido à dificuldade para ajeitar meu membro duro, me posicionei de barriga pra baixo. Mais uma vez ela me examinou dos pés até o último fio de cabelo. Uma delicia foi quando ela deslizou delicadamente suas mãos na parte interna das coxas, detendo-se mais na região em volta dos meus testículos e do ânus. Abriu minha bunda para olhar o ânus e depois tateou bastante o restante da bunda, dizendo que tinha algumas bolinhas normais causadas pelo calor. Depois examinou minhas costas e terminou o exame.

Sentei na maca e ainda ficamos conversando por algum tempo, eu meio sem jeito, mas com o pau ainda duro. Pena que ela não teve ousadia de ir mais além e não deu nenhuma abertura para que eu tentasse algo naquele momento. Não tenho nenhuma ideia de qual poderia ser sua reação.

Foi uma delícia de consulta. Sou um cara de boa aparência e corpo bem cuidado. Tenho certeza que ela também deve ter gostado, afinal de contas, será que era necessário um exame tão detalhado assim?

Beijo do Teaser.

Foto 1 do Conto erotico: DELICIA DE CONSULTA


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.





Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


2084 - Viagem a trabalho com uma gatinha... - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
7836 - MASSAGEM QUE RENDEU... - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
17592 - AMIGA CARIOCA (GELO NO GRELO) - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
19835 - LOIRAÇA CURITIBANA - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
25427 - CAI NA FARRA COM DUAS... - Categoria: Heterosexual - Votos: 2

Ficha do conto

Foto Perfil rela890785
teaser

Nome do conto:
DELICIA DE CONSULTA

Codigo do conto:
34978

Categoria:
Fetiches

Data da Publicação:
05/09/2013

Quant.de Votos:
3

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


contos evangelicas sendo abusadas em coletivoshistória em quadrinhos porno com padrescontos fudendo a irmazinhaincesto no carnaval contosmaninha casula contos eroticoscontos eroticos me comerao quando.eu era novinhaConto gay comido pelo coroa dominadorContos eroticos maravilhosa ui amei ser fodida por aquele homem ai fode fodeConto de incesto de a garotinha do papaicontos de corno na baladaContoeroticoevangelicaConto corno esposa professoracontos eroticos entiada guloza e manhozao uber gay conto pau de forawww.contos eroticos mae fude com filho novenho pauzodo dando cuultimos contos sadoconto erotico eu e minha irmã com meu filhogostosa da minha irmã veio morar comigo no meu apartamento contocontos eroticos estupradaconto eroticofui obrigada fuder. com a favela inteiracontos erotivos mulher e estrupada por outra mulhercontos de vacas que gostam de levar no cu e na conacomendo a chapada conto eroticoquadrinhos porno de freiras fudendo coroa fudendo travestis contos eroticos com fotocontoseroticosgay sempre fingi q dormia novinhoas vadias feiosas fudendodoce nanda contos eroticosContos eroticos minha esposa me traiu na partida de futebolContoeroticoporcocontos eroticos meu padrasto falava qeu eu era so um monte de carne ao redor da boceta e metia sem dormeu enteado é uma bonequinha linda contos eroticosgosto mostrar minha calcinha pro meu vizinho tarado contotrai no cafe da manha contocontos herptico u grafitaContos erótico meu pau e enorme mas a sogra quisquadrinhos eroticos mae e filhoconto erotico tive que ver minha namorada com os bandidos e não pude reagirconto erotico dp cornocontoseroticossodomizadabucetinha da minha irmavedeo porno chupei a rola do meu padrasto ater sai leitinsexo e vovanovinhas e seus contos pornoporno 2013 emsaboando o pau menininhaconto erotico corno da namorada baixinha na pracaconto erotico gay viado submisso obrigado por seu dono a participar de orgiarabao esposa praia contoultimos contos travestis putinhas gostosasonto de encesto meu filho e drogadoconto erotico minha sobrinha gosta de me dar mamaconto erotico comeram minha namorada na faculdadecontos erotico tano pra negaocontos caguei no pau nao aguenteiquadrinho erotico sexo de verdadeatola seu pau na minh buceta soca conto eroticocontos eroticos descobrindo a cornitude biconto erotico com nora puta e gostosafilinhacontoeroticoconto sobrinho safado da o cu para todos da famíliaescuro cm as garotinhas contos eroticosContos eroticos depois de velha me viciei em boquetemulher bezerrinha conhecida vaginas q apertatomei leitinho do meu sobrinhosexo no banco de tras com o corno a dirigirencoxados as bucetas gostosa que esta no busao enos tremmacumbeiro gay fode com criente contoconto porno comi minha maea bela adormecida peladaConto erotico novinha grita no cavaloContos eroticos de gaysinhos bundudosContos erotico com minha enteadaconto erotico filha deixa mae com tesaowww.conto erotico minha eteada me seduziuprovocando o sindicoconto dei em cima da tia e ela ficou peladaabrindo a xaninha para receber pica conto eroticoconto erotico desejo da esposaContos eroticos com coroascontos eroticos minhas alunas chuparan ninha bucetacontos eróticos categoria casais portuguesesContos eroticos meu pai descobriu tudoComo abrir terceiro olho em poucos diasmae fode com filho contos eroticoswww.conto erotico de jardineiro estrupando novinha viegemconto o nefao pintor comeu mru cu e minga xana no sofsprofessora engravida do aluno conto eroticoFode meu cu sogro em contosconto erotico sentei no colo do coroa