E muito bom assistir uma traição



Vou contar o que aconteceu em 96. Como sabem dos outros contos comecei cedo e com garotas mais velhas.
E fui introduzido em uma familia, um ambiente de muita libertinagem, entao pudores ou tabus eu aprendi a supera-los cedo.
Uma alianca no dedo nao é impedimento para colocar meu membro dentro de uma mulher casada
Nem a pretexto para proibir-me dividir minhas amigas com homens ou com outras mulheres.
Aprendi isso nos seios da Adriana, no seio de sua familia. E deu no que deu, tenho duas filhas maravilhosas, da mae e da filha que tracei.
Eu sempre preferir as mais velhas mais vividas, mais carentes, mas necessitadas de libertacao de travas, de tabus...
E era extremamente dificil elas nao ter filhos.
E vou contar a primeira vez que para agrada-la a pedido eu comi uma pica, bebi leitinho.
Eram tres, dois garotos e uma garota.
Gamei na mae no trabalho, ficavamos ate tarde trabalhando juntos, viajavamos, e ai as confidencias comecaram.
Ela ja sabia da minha fama, as estagiarias, as recepcionistas trataram de dissemina-las. E ela pensava que me guardaria, que o pudor ou tabu me refrearia com ela.
Mas os desabafos, evoluiram para massagens inocentes.
Mas o corpo dela estava muito carente para aguentar por muito tempo nao se entregar; era uma questao de tempo, entao esperei.
Mas vc sabe como e que é. Ela tambem foi assaltada por uma curiosidade de como aquilo poderia terminar. E reparei que ela sucumbiu a um joguinho. Reparei que quando viajavamos sem ninguem da equipe, ou quando ficavamos sozinhos altas horas, ela se soltava mais.
Certa vez estavamos no escritorio, e ela tirou seu terninho, o que ficou foi uma blusa de alca transparente de rendinha, seus seios eram volumosos, ligeiramente projetados para o chao, parecia silicone, mas eram naturais de uma mae que por tres vezes desmamou.
E que estava dando sinal de disposta a acabar o seu relacionamento atual.
Resolvi incitar, provocar, estinular.
Em uma viagem, sugeri a ela irmos a uma praia mais deserta que eu conhecia, coisas de trilha e tal. Ela nao gostou muito da trilha, mas nada que um vinho nao fosse aplacando pelo meio do caminho a frustracao. Depois de uma hora de andanca o visual virgem da paisagem fez bem aos olhos de ambos. Estavamos sos. Tirei a roupa e fui me banhar. Ela preocupada com o sol. nao nao por favor me ajuda aqui, passa protetor em mim, sou muito branca. E passei, e viajei um pouco as minhas maos em seu corpo ate perceber um filetinho de gozo escorrendo pela perna dela. Mas percebi um tremor um arrepio. Ela sabia que ela teria um outro pau dentro dela dividindo-se com o do marido. Um ar apreensivo tomou conta do ambiente. Enquanto eu me divertia com os meus pensamentos, eu notava sua testa franzida. Mas notava que ela se debatia. Mas eu quero esse cara dentro de mim, mas minhas criancas, meu casamento?! essas coisas.
Percebi o ambiente pesado e comecei a puxar conversa, outros assuntos amenos.
Mas ela queria voltar, junto com os pensamentos libidinosos, tambem tinha a preocupacao do lugar.
Bem para deixa-la tranquila, fui andar um pouco com ela, mostrar o lugar, e nessas andancas nos escondemos no meio da mata para ver uma cena que a chocou, duas mocas eram divididas com uns tres caras. Quando eu fiz que a gente ia voltar, ela se recusou ficou ali, e me esqueceu, porque os dedos delas estavam naquele lugar e vi que estava umido. O medo, a vontade, tudo estava fazendo aquela mulher se transformar.
Bem os meus dedos por traz foram buscando a sua fenda que estava com dois dedos dela e coube mais dois dedos dos meus tao lubrificado que estava. Vc pensa que houve recusa? Ela sentou tirou os dedos dela e deixou eu terminar o trabalho. Silencio! Voltamos para o nosso lado.
Eu tinha levado barraca, iamos pernoitar ali naquela praia e resolvi para nao assusta-la e nao atrair os caras, ficar no escuro.
Era noite estavamos bebendo vinho e ela nenhuma palavra ate que:
Perdao mais cedo eu perdi o controle!
Ha muito tempo eu nao via isso, entao nao aguentei.
Eu perguntei vc ja viu isso? Ela disse que sim, coisas de adolescentes, com minha prima, que tinha perdido a virgindade com um primo e um tio.
Aquilo ativou a mim.
Gina, se sabe que eu te trouxe aqui pra te comer!
Eu sei. Mas estou em conflito, meu marido, meus filhos...
Fique sabendo que nao e a tua primeira vez, que depois vc vai pegar a minha filha...
Sim repliquei, nos dois juntos.
E o meu marido? Bem se ele nao entrar na onda o que e dificil para nos homens, a vida segue.
A certa altura vc tera os seus filhos, eu, outros etc
O que vc esta falando?! Eu nao serei uma puta!
Bem ate domingo eu e acho que aqueles caras estaremos dentro de vc para comecar.
Senti cheiro de sexo, ela tava molhada novamente.
Vi que te molhei novamente.
Me beija, me faca mulher novamente, disse chorando e solucando.
Beijamos-nos mas ela nao queria muito beijo nao, nao demorou muito para ter minha pica em seus labios.
Ela guiou meus dedos novamente a sua entradinha - Faca aquilo denovo.
Um 69 delicioso, meus dedos e lingua dentro dela.
Pedi para ela se conter para nao chamar atencao e os caras, queria eu antes gozar aquela experiencia primeiro.
O gozo dela jorrou, tinha muito gozo represado. ela queria muito que eu gozasse na bouca dela. Ainda nao.
Primeiro vou curtir um pouco vc. E introduzi minha ferramenta dentro dela. Enquanto ficamos naquele vaivem ela soltou Me ajudaaaa ahhhhhh comerrrrr meuuuuuuuusss filhoooooosss?!
Okkkkkk eu disse.
Vc ja chupppppooooou um pauuuuu ou tomooooou leitiiiinhoooo?!
Achei estranho a pergunta e interpelei porque?!
Porque vc vai chupar e beberrrr; quero que vc faca isso nos meus filhooooooossssssss! Aaaaaaaaaiiiiiii que gozaaaaaaaaaaa.
Nesse momento tambem eu despejava dentro dela. Ahhhhhhhhhhhhhhhhh
Cara que foda ela tirou o membro de si e colocou na boca e limpava o resto que pode do mel branco.
Dormimos um pouco, acordamos no meio da noite. Ela estava no meu pinto com a boca.
Eu nunca bebi leitinho na minha vida me de do seu
Aquilo ativou a vara novamente e mais um tempo e o jato jorrou para dentro da boca daquela mulher.
Pelados dormimos pelados acordamos.
Ela queria voltar para casa, um pouco do remorso queria rever o marido, e um pouco de ansiedade pelos filhos, nao so saudade...
A convenci de pegarmos a trilha e entrar na mata, queria mostrar pra ela uma cachoeira.
Paramos umas duas vezes para comer e para sermos comidos rs e descansar.
Chegamos na cachoeira. Mas ja tinha pressentimento de que nao estariamos sozinhos.
La nos encontramos com as duas garotas e os tres garotos.
Sussurrei no ouvido dela a putaria comeca agora. Eu tirei a roupa dela, tirei a minha e fomos para cachoeira. A agua estava gelada, ela nao conseguiu ficar muito. Entao nos extendemos numa pedra pelados e ficamos tomando sol.
Eu voltei para a cachoeira a agua estava uma delicia e me aproximei do grupo.
Os rapazes foram surpreendidos quando fui direto nas garotas e beijei uma, com os dedos debaixo dagua entrei dentro dela ao que fui correspondido. Os caras vinham na minha direcao certamente para tomar satisfacao.
Sussurei algo no ouvido da minha amante daquele momento. Ela balancou a cabeca em direcao da Gina. Eles a olharam e eu disse que sim com a cabeca. A Gina estava desfrutando do sol, quando os caras um pouco rudimentares a surpreenderam. Nao houve resistencia nem luta, ha nao ser de sexos, amores. A Gina queria porra na boca. Eu e as garotas assistiamos aquele banquete. Fomos nos juntar a eles. Beijei a Gina que tinha porra dentro dela. Guiei uma das garotas ao buraquinho dela. A outra foi para boca da Gina. Nos juntamos ali naquela noite, e fizemos de tudo ali. No outro dia fomos embora, trocamos email, celulares e fomos embora. Uma das garotas foi conosco. No caminho de volta a Gina foi se deliciando com a Valeria, dizendo que nao via a hora de ter a da filha.
Resumindo a historia, a Valeria agora e a companheira do marido da Gina. Sim quando a mae transou com os filhos eu estava la para tomar leitinho e chupar pau pela primeira vez os dos filhos e do ex.
Sim eu transo com mulheres, com homens apenas para agradar mulheres e na frente delas, comendo elas, gosto de transar com casais, e gosto de swing mais ainda quando os filhos estao participando. Se vc quer que tua mulher descubra os prazeres da vida para te liberar para a realizacao dos teus, se vc e uma mulher que gostaria de transar com mais homens entre em contato, liberte-se libere, troque a masturbacao pela realidade do sexo, liberte o teu marido para o sexo com outras mulheres, se exiba para outros homens. De a vc esse presente e ao teu marido.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario cornutto

cornutto Comentou em 21/07/2014

exatamente...

foto perfil usuario Soninha88

Soninha88 Comentou em 20/07/2014

conto muito bom...gostei e votei...




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


48420 - Transei fui iniciado por uma menina mais velha - Categoria: Virgens - Votos: 3
48529 - Festa Junina - Categoria: Incesto - Votos: 3
49239 - O ponto de vista das filhas - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
76460 - Me acostumei com a porra - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
100503 - minhas mulheres ficaram gravidas novamente mas não sou o pai - Categoria: Incesto - Votos: 3

Ficha do conto

Foto Perfil Conto Erotico afetodiscreto

Nome do conto:
E muito bom assistir uma traição

Codigo do conto:
50485

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
20/07/2014

Quant.de Votos:
6

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


casada que fes zoofilia pela primera vesNovinho do cuzinho ardido contos eróticos gaysxvideis 2017comi a minha tiaconto erotico arrombando o cuEngravidando do negao quadrinhos eroticosvideo de mulheres relatano sua trepadscdzinha gemendo na varacontos eróticos gay troca troca primo no matoFui visitar minha madrinha acabei comerapostei e perdi contos eroticoscontos de travestis na praia molecontos eroticos meu padrasto falava qeu eu era so um monte de carne ao redor da boceta e metia sem dorcontos eroticos de travestis com fotos ,e cdzinhasperdi as preguinhas do cu quando era pequenacontocontoeroticosx gordinhas Bbg negaoesposa vagabunda maridomulheres sendo curradas e bebendo porra peladascontoeroticoburroconto ela era greluda demais e fudru meu cu histosocontos eroticos fimosecontos eroticos ficou observando minha buceta e metendo os dedosconto de inversão de pspeis feminizaçao videonovinha brincado de medicocontoscoroa hostosa contos eroticosdoce nanda contos eroticosconto erótico coemcei cedotrazas homens alizando bucetacontos trem lotado com enteadatravesti do pirocao com casal conto eroticoporno gay com vendedor de porte e portaconto erotico fodendo carioquinhaContos eróticos picantes de gays com fotos ilustrativascontos eróticos 06/2017 ruivas contos eroticos gay meu pai de vinte anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anosConto erotico defoto menina 2017contos erotico subrinho do pal pequenoCris_sto_modelarrombada com ajuda da mamaeconto porncomi mamãe bebada contosConto erotico gay garoto novo deu a bunda e virou mulherconto porno mulher buceta pau 25cmA filha ninfeta do meu cliente conto eroticoconto erotico com foto de mulher casadacontos de sexo de irmaosconto erotico ilustrado cornoshistorias em quadrinhos porno gay de dragon ballcontos erotivos de velhas evangelica casadasContos novinha perdeu cabaço do cu com roludao tremconto de sexo gay comi meu bisavofiz sexo com meu tioconto comir minha mae negraconto eu ti sete anos quando meu tio caralhudo fudeu minha bucetona e meu cuzinhoos contos eroticos mais safados de tias tranzando com sobrinhosfamilia tradicional conto eroticocontos eróticos de gays no cinemaimcesto papai goza muito me deixa garsdasexo com sogromarinheiro parrudoscontos fotos esposas fudendo manauscontos eróticos gay dia de orgia com ursosconto+dei a bunda e meu marido ganhou empregoconto erotico;eu e a professora de artesmacho peludo dotado fode bixsvivo na roça c. eroticoqudrinhos eroticos hentai comics vovo taradoConto eroticos papakuContos eroticos trofeu de cornoQuadrinho porno a minininha safadaum sargento um corno e uma historia contos eroticocontos eroticos vou ao culto e meu cu fica piscandocontos eroticos fudendo a mae travesticontos eróticos come minha Irma e sua amiga bebacontos eroticos o vovo mi comeu a chantagensconto erotico com fotos de sogra safada boqueteconto gay casado dominadocontos eroticos o caminhoneiro me comeu meu marido nao percebeupau pênis morenoA prima lesbica faz uma massajem a prima contoscontos eroticos os pedreiros negao comeu minha mulhercom fotosCristiani [email protected]massagem eróticaContos eroticos travestis com fotosPirocudos pelados na naturezacontos no colinho do vovô