Minha sogra é uma delícia 7 ( Eliane )



Minha sogra é uma delícia 7 ( Eliane ) continuação

Relembrando
Como combinado minha sogra chegou bem tarde, silenciosa e quando entrou nos encontrou em um magnífico 69, Eu deitado e Eliane por cima de mim, com minha rola toda na boca e EU chupava sua xota e alisava seu cuzinho com a ponta do dedo e levando-a a loucura, foi aquele susto, Eliane toda sem jeito, envergonhada, EU falei em seu ouvido, fica calma que estava tudo certo para isto acontecer e se você quiser à noite faremos muito mais, já que hoje ainda não consegui gozar e dependendo de você pode ser até a três, senti um leve sorriso em seus lábios....... Continuando...... Após jantarmos em silencio, Eliane foi lavar a louça, Dn Carminha foi arrumar tudo e EU varri a casa e chegando por trás de Eliane, colei meu corpo no dela, e encostei meu pau em sua bunda, ela chegou a levar um choque e se arrepiou toda, mesmo assim tentou sair, mas, EU estava com as duas mãos no balcão e ela estava presa, aos poucos foi cedendo e aos poucos esfregava sua bunda gostosa em meu pau, só falava, cuidado que titia pode ver, ver o que? Se todos nós de alguma forma estávamos só esperando alguém dar o primeiro passo, o clima era tenso pela condição de cada um com relação ao outro, afinal todos tínhamos envolvimento familiar ou seja, Dn Carminha era tia e a sogra, Eliane a sobrinha e a prima de minha esposa e ainda era Crente, e Eu o genro e o marido da prima de Eliane. Voltando para a cozinha, Eliane presa entre meus braços e com receio que a tia nos visse naquela situação e EU sem saber como iria terminar aquela noite, então, falei: olha Eliane nós vamos para a sala, chamaremos Dn Carminha( apesar de todo envolvimento, não consigo chamar minha sobra só de Carminha)e vamos conversar sobre tudo e nos resolver, já que nada mais está escondido entre nós três e a gente ou ata ou desata tudo de uma vez, e assim fizemos, sentamos os três na cama de casal no quarto de Eliane e ficou aquele silêncio, ninguém tinha coragem de iniciar o papo, Dn Carminha então falou: gente, estamos sós e todos adultos, o que tinha que ser sabido já foi e agora ou continuamos satisfazendo nossas fantasias ou paramos por aqui e esquecemos tudo, você Eliane sabe que estou sozinha a vários anos e apesar da idade, estou viva e preciso me satisfazer sexualmente, de alguma forma me envolvi com o Roger, mas, isso não vem ao caso, agora, vc viu, ficou braba, mas, também se envolveu com ele e pelo visto esse safado está aqui agora para nos dar prazer, só não sei como começarmos e se vc vai querer continuar? Lembrando aos dois que amanhã à tarde o pessoal todo volta de Recife e nesta noite teremos que resolver como iremos ficar daqui pra frente, digo que ninguém está sendo obrigado a nada, só peço que respeitemos a decisão de cada um.
Estávamos sentados na cama um de frente pro outro, formando um triângulo, levantei, andei de um lado pro outro e disse as duas sabem que sou homem e tenho desejos e fantasias, quero continuar, mas, existem outras pessoas envolvidas, vou pra sala e deixo que as duas conversem e decidam...neste momento Eliane disse, nadinha moço vc , fica e nos fala como iremos fazer, ouvindo isso minha sogra sorriu, e EU falei naturalmente, vamos ficar como devemos ficar, cada um sabe o que quer e até onde pode chegar, vc já viu como EU e sua tia ficamos quando estamos sós, só falta vc saber como vai ficar, saí do quarto, fui para o banheiro e comecei a tomar banho de porta aberta, após alguns minutos chega Dn Carminha só de calcinha e soutien e já tirando tudo para juntar-se a mim, tomamos banho com a certeza que estávamos sendo observados por Eliane, passei sabonete por todo corpo de Dn Carminha, lavei cuidadosamente sua xota e seu cuzinho, abri sua bunda e passei a língua demoradamente, depois ela me chupou até quase me fazer gozar, saímos do banho enrolados em toalhas chegamos no quarto Eliane estava com as roupas íntimas, sentada na cama e o rosto baixo entre as duas mãos, minha sogra então falou, menina levanta daí, vai tomar um banho e volta pra cá, EU pequei em uma das mãos dela e ajudei-a a levantar e conduzi ela até o banheiro, chegando na porta do box, calmamente tirei seu soutien e descortinou-se para mim um par de seios, morenos, grandes, com poucas estrias, um pouco caídos pelas três crianças que já amamentou, mas, muito apetitosos, ela tentou cobri-los com as mãos, mas, EU não deixei e passei a chupar ora um ora outro, deixando os dois com os bicos salientes, baixei sua calcinha e falei em seu ouvido, tome um banho bem demorado, lave sua xota e seu cuzinho que depois vou passar a língua nele, dito isto Eliane arrepiou-se toda e entrou no box, voltei pro quarto e fiquei conversando com minha sogra até que Eliane apareceu na porta do quarto toda perfumada , enrolada em uma toalha sentou-se na cama junto conosco, minha sogra então disse assim, olha minha filha o que estamos fazendo não é certo aos olhos de muita gente, todos na família sabem que já traí meu ex-marido, mas, tive meus motivos e agora estou vivendo e gozando a vida com Roger, é errado? É, mas, o que fazer agora? E vc vai entrar nisso porque? Eliane pensou um pouco e respondeu que depois do que viu e do que sentiu à tarde, sendo acariciada, chupando e sendo chupada, percebeu que não sabia de nada de sexo, que até aquela tarde nunca tinha chupado uma rola, que até agora não viu outra rola que não a do marido, aí EU disse mas, hoje vc viu, ela disse que não, que o tempo todo estava com os olhos fechados, nisso minha sogra mandou EU tirar a toalha e mandou ela olhar, apreciar, pegar, por na boca sem fechar os olhos, e ela obedeceu direitinho a titia, brincou com minha rola por vários minutos, beijou, lambeu e por fim chupou igual uma criança chupando uma chupeta e EU já estava com dois dedos dentro da xota de minha sogra que ordenava e se torcia toda de prazer.
Eliane lembrou do que EU havia dito ao seu ouvido na entrada do box e pediu que fizesse o que tinha prometido, de imediato a coloquei de quatro na borda da cama me ajoelhei no chão, abri sua bunda que é de uma cor mulata e lambi sua xota até senti-la toda escorrida, mas, não era isto que ela queria, ela queria era a lambida no cu que EU tinha prometido, quando encostei a ponta da língua no anelzinho dela, ela arriou na cama e quanto mais eu lambia mais ela rebolava a bunda e ao mesmo tempo esfregava a xota na cama, gemia e pedia mais e mais, olhando para a tia disse: Titia que coisa louca, o que é isto que tô sentido? Eu estou toda me tremendo e minha buceta está escorrendo, minha sogra então falou pra ela, que ela estava gozando, sentindo um orgasmo e eu estou aqui sobrando, EU então pedi que minha sogra também ficasse na mesma posição e ora lambia uma, ora lambia outra, perguntei a Eliane se poderia comer sua buceta ela disse que naquela hora era tudo que queria, puxei ela para que ficasse novamente de quatro e encostei meu pau na portinha babada da buceta de Eliane, melei meu pau em seu líquido vaginal e coloquei bem devagar, para sentir cada pedacinho entrando na xota molhada, cheguei até o final quando encostei meu corpo em sua bunda e fui dando estocadas lentas e cadenciadas, até sentir que ela estava toda entregue a mim, aumentei a velocidade, quando senti que meu pau já estava todo branco do gozo de Eliane, esta mulher gemia igual uma cachorra no cio, e minha sogra estava ao nosso lado tocando uma siririca igual uma louca, quando Eliane se refez e observou sua tia gozando sozinha, não teve dúvidas nem vergonha mais da tia e pediu; titia me ensina a gozar assim, minha sogra com a mão toda melecada do seu próprio gozo, começou a fazer movimentos rotatórios na buceta da sobrinha, os pelos de Eliane estavam todos melados de gozo e EU comecei a chupar a buceta dela enquanto a tia tocava a siririca, ou seja a primeira de Eliane, que depois nos confessou que nada do que tínhamos feito era conhecido por ela, apenas ouvira algumas vezes as colegas de trabalho falando, mas, que ela achava que aquilo não existia, depois de saciarmos a nossa anfitriã, nós começamos a nossa sessão de sexo para que Eliane assistisse.
Estávamos os três na cama, minha sogra de quatro, EU empurrando no seu cu e Eliane sentada na cama e encostada na parede só olhando e timidamente ensaiando uma fricção em sua buceta, e perguntando a tia se estava doendo, o que ela sentia dando o cu, eu ouvindo isso não aguentei mais e gozei dentro do rabo de minha sogra, deixei o pau amolecer dentro, quando retirei Eliane percebeu que escorria gozo do cu da tia dela e perguntou se era gostoso, minha sogra disse a ela que só ela experimentando, neste momento caiu nossa ficha e minha sogra perguntou a ela como era a transa dela com o marido, já que têm três filhos e ela parecia ser inexperiente na cama. Eliane envergonhada nos disse que sempre foi um papai e mamãe, ele gozava e saia de cima e pronto, sem preliminares sem nada, minha sogra olhando pra ela disse: filha, eu não sei esse envolvimento seu conosco vai ser bom pra vc ou se vai acabar teu casamento, por que a partir de agora, tenha certeza de uma coisa vc vai ser outra mulher, nisto já se passava de meia noite e nós continuamos nossa trepada maravilhosa, só paramos por volta das três da madrugada todos exaustos, nesta noite chupei e comi duas bucetas, chupei dois cus, porém só comi o da minha sogra, dormimos até quase nove horas da manhã, levantamos com a certeza de que tudo iria se repetir dali a alguns dias.......


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario medeiros61

medeiros61 Comentou em 07/01/2015

Mais um belo conto, votado, parabéns.

foto perfil usuario boxboxbox

boxboxbox Comentou em 06/01/2015

Gostei muito. Votei




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


29966 - Amigo jogou a irmã no meu colo. - Categoria: Heterosexual - Votos: 9
31636 - A irmã do meu amigo - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
31876 - Minha sogra é uma delícia - Categoria: Incesto - Votos: 26
31921 - Minha sogra é uma delícia 2 - Categoria: Incesto - Votos: 25
31992 - Minha sogra é uma delícia 3 - Categoria: Incesto - Votos: 19
32017 - Minha sogra é uma delícia 4 - Categoria: Incesto - Votos: 14
32381 - Uma coroa tesuda - Categoria: Coroas - Votos: 2
32387 - Uma coroa tesuda 2 - Categoria: Coroas - Votos: 2
32874 - Uma coroa tesuda 3 - Categoria: Coroas - Votos: 6
41063 - A irmã do meu amigo III - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 3
45854 - Uma colega de trabalho - Categoria: Heterosexual - Votos: 2
46974 - A irmã do meu amigo me ligou - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
48814 - A irmã do meu amigo me ligou ( continuação) - Categoria: Traição/Corno - Votos: 8
52656 - Dona Silvia, minha vizinha. - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
57921 - Minha sogra é uma delícia 5 - Categoria: Incesto - Votos: 12
58527 - Minha sogra é uma delícia 6 ( Eliane ) - Categoria: Incesto - Votos: 10
58763 - Minha sogra e sua sobrinha Eliane - Categoria: Incesto - Votos: 13
59513 - Relembrando a cabeleireira Nancy - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
59760 - Relembrando de conceição, mulher casada - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil original2013
original2013

Nome do conto:
Minha sogra é uma delícia 7 ( Eliane )

Codigo do conto:
58706

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
06/01/2015

Quant.de Votos:
11

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


homem casado dando cu praguei dapica grandexxx conto erótico ranquei o cabacinho da minha filinhacontos de casadas que gosta negaoquadrinhos eroticos a mulher do vizinhoconto dos peitinhos chupandoesesto na prai naturista contosseu jose conto eroticoPequei minha ermazinha de biquineconto erótico coroa dano p mlkconto erotico hetero cumpluces de um resgateLactofilia com tia pornmamae boqueteira conto pornotesao no cuzinho contocontos eroticos viciei no leite dovizinha maconheira comi o cu conto eroticobuceta da mae com fotos contoscomedor de cdzinhasfotos recentes de sobrinho beliscando buceta da tia bebadaContos de incesto com sobrinha gravida do tio e se casaraoso bucetudas chorando quando a pica entrouconto histórico primeira vez com a mamãe na praiacontoerotico ninfeta pega a força por taxistaquero ver várias Lidiane transando você tinha raspadinhahq pornô gayConto de Incesto por vingançaconto minha esposa e o amanteconto erotico de mulher que transou com negao do paul grandcontos de incesto engravidei minha mae e minha irmãcontos etoticos,incesto,fodendo gsroto teensexo mulher 70 anos conto eroticominha mae me amara para meu pai me comer a bucetacontos eroticos tava todos na praia eu vim buscar minha tiacontos eroticos de pokefilia e pokemonconto erotico com a jaquelineenganado pelo velho conto eroticocontos eroticos de namorados enrabados pelo coroacontos de submissao de cornos por machos alfaver o pau do meu irmao doro contolesbicas conto heroticoconto dei o cuconto erotico aves que fui arrombado transexquadradinho errotico com negão com pau giganteContos favela eroticosestava sozinho numa obra e comi a buceta da cadela contos zoocontos erodicos u meu amigo gosor dentro da minha mulhercontos eróticos com ceginhaconto erótico-sograporno incesto. Me chantagearo tomei no cú por usar minha calcinha curtaConto erotico cris no moteconto erotico com gosto dechupaconto erotico meu irmao me coecontos / traindo o marido com o vizinho negao parte finalcavalos fodenfo muhlers fotostudas hentai em quadrinhoscomi a mae da minha madrinha contosconto erotico pedreiro pegou minha esposameu padrinho me comeiultimos contos sadoporno gay cumplices de um resgateporno foi so vizitar e nao resistiu ao pirocaoperdi as preguinhas do cu quando era pequenaxvideo cuzinho fuderozoassistir no pau enorme chupando o próprio pau sem muita cólicacasa dos contos trai minha mulher dandoconto arebentei cu meu tio forcahq porno dos simpsonsconto eurotico que gostosaporno beti toparoaQuadradinho erotico conto 2006contos eróticos gays bêbado na ruaa filha gringa do chefe conto eroticoincesto mae e filhofilme pornô dos Simpsonsquandrinho heroticocontos eroticos menage femininopornô grátis só contos eróticos sogra cozinhaEU, PAPAI E O GINECOLOGISTA DE MAMÃE – PARTE 1conto erotico: punheta em grupoContos eroticos,mae leiteira ver porno erotico em quadrinhos negao engravidndo a mulher do cornocunhada e amante contosconto erotico gay o jardineiro gostosoporno do padre fudeno casada comfusacontosrabudasmulher vampira quadrinhos pornvideos ah. Uuuuuh sexdasarina da reco fudedoconto erotico transei com o namorado da minha amiga ele e lindoconto erótico gay de irmãos gémeos e um homemtio tarado pega enteadanua