Sobrinha veio dormir em casa



Tenho um punhado de sobrinhas por parte da minha esposa, porque do lado da minha família é só macho, tenho uma propriedade no interior próxima á família dela e é só chegarmos que a sobrinhada aparece para visitas e passar alguns momentos juntos aos tios.
Tem uma delas Thaís, novinha que sempre chega e pede para dormir por lá é uma boa companhia, pois é divertida e nos alegra com sua presença.
Ela é uma delicinha, corpo em formação, já bem cheinha, peitinhos em crescimento, coxas grossas e uma bundinha redondinha e ela é simplesmente linda com uma boquinha que seduz.
Esse último feriado estivemos lá e como sempre ela pediu a sua mãe para dormir lá, instalamos um colchão na sala para acomoda-la, à noite quando se preparou para dormir eu estava assistindo TV e ela veio se deitar com um vestidinho de algodão bem soltinho, deitou-se em seu colchão, puxou a coberta e ficamos conversando trivialidades e assistindo. Em certo momento ela levantou-se me deu boa noite com um beijo no rosto e falou que iria dormir. Perguntei se a TV iria atrapalhar o sono e ela falou “acha” tô morrendo de sono.
Minha esposa já havia ido dormir depois de um dia cansativo da viagem, fiquei ali assistindo e acabei dando um breve cochilo, quando despertei percebi que a Thaís havia se mexido e acabou se descobrindo e o vestidinho havia subido deixando sua bundinha com a calcinha à mostra, aquilo mexeu comigo e fiquei me deliciando com aquele visual. Ela ressonava deixando claro que estava em sono profundo, eu deitado no sofá estava bem próximo dela ao alcance da mão, não resisti à tentação e levei a mão levemente para toca-la, mas tremendo com a situação, toquei e senti a textura da pele da bundinha, muito suavemente, nossa que delicia de pele ela estava com uma perna esticada e a outra dobrada deixando ver o volume de sua bucetinha, passei a mão bem levemente sentindo o calor e o volume daquela xotinha cheinha. Levei a mão por baixo do tecido da calcinha e alisei, quase enlouqueci o tremor ainda maior dei uma pequena bolinada, tirei o dedo e levei a boca para sentir o cheirinho, molhei bem o dedo com saliva e voltei a tocar na intenção de introduzi um pouquinho só para sentir o cabaçinho, fui mexendo sentindo a maciez daquela bocetinha e qual não foi minha surpresa quando o dedo entrou mais do que deveria “aquela menina não era mais virgem”. Pronto o pouco de cuidado que restava acabou, desci do sofá e deitei por trás dela e comecei a tocar uma siririca enfiando o dedo todo dentro, nessa hora já senti sua bucetinha encharcando e sua respiração mudou, passou a dar uns gemidinhos ainda dormindo a essa altura eu além de colocar o dedo roçava meu pau na xotinha. Quando de repente ela acordou sonolenta e disse:
Ela:- Tio o que você tá fazendo?
Eu:- Calma meu amor eu tô te fazendo um carinho.
Ela:- Ai tio não pode.
Mas nem se afastou deu uma balançadinha de leve que o dedo até encaixou melhor.
Ela:- Cadê minha tia.
Eu:- Está dormindo.
E começou a gemer bem baixinho.
Ela:- Ai tio...ai tio...huuumm...ai
Soltei meu pau encostando-se a sua xoxotinha e fui abaixando sua calcinha por trás. Tirei o dedo e coloquei a cabeça do pau, sem deixar de roçar ela já rebolava e a cabeça foi se encaixando de leve na entradinha. Dei umas esfregadas e falei.
Eu:- Escuta vou ver se sua tia continua dormindo, tira a calcinha e me espera que vamos brincar mais um pouquinho.
Ela:- Tio, tio a gente não pode.
Dei um beijinho em seu pescoço e falei hoje você e minha.
Levantei dei uma olhada rápida na mulher que continuava dormindo, voltei, desliguei a TV e a escuridão tomou conta. Deitei-me novamente e ela já estava deitada de barriga para cima, fui beijando seu pescoço e levei a mão em sua bocetinha e constatei que a safadinha havia tirado a calcinha, pensei, já era vou meter gostoso nessa bucetinha.
Baixei meu short deixando o pau para fora que parecia que iria quebrar de tão duro, fui me deitando e encaixando entre suas pernas que foram se abrindo automaticamente.
Ela:- Tio, agente não devia fazer isso.
Eu:- A gente tem que fazer aquilo que tem vontade.
Encostei o pau na entradinha e constatei que ela estava encharcada até as coxas estavam molhadas, fui empurrando devagarinho e senti ir abrindo a bocetinha, quando encaixou metade da cabeça ela gemeu, soltou um ai.
Ela:- Ai tio.
Eu:- Relaxa meu amor que o titio vai meter bem gostosinho em você.
Fui empurrando mais e a cabeça entrou. Ela deu um gemido dolorido.
Ela:- Ai tá doendo. . .falaram que só doía a primeira vez.
Colei minha boca na dela e comecei a beija-la notei que nem beijava direito, tirei um pouco a cabeça e enterrei mais um pouco e fiz isso umas 03 vezes sentindo que entrava mais, a buceta era muito apertada parecia que estrangulava meu pau e ela gemia com ais dentro da minha boca. Já estava com metade dentro tirei um pouco e ao mesmo tempo desgrudei a boca dela coloquei a mão em sua boca e disse quietinha meu amor senão sua tia acorda e enterrei tudo ela deu um gritinho abafado pela minha mão e choramingou um pouco.
Tirei minha mão de sua boca e colei minha boca novamente e comecei o vai e vem bem lento, ela gemia o tempo todo. Já era estava todo dentro dela e metia gostosinho a buceta mais apertada que já comi na vida, puxei as suas pernas e cruzei atrás de mim e socava já com mais força ela me abraçava com mão e pernas e gemia muito forte e começou a delirar.
Ela:- Ai tio...ai tio...tá doendo mais tá gostoso demais, você abriu minha priquitinha toda acho que você é muito grande.
Eu:- Agora sou do tamanho dela meu amor sua priquiinha tá do tamanho do meu pau.
E ela começou a gemer mais alto, acelerando a respiração percebi que já ia gozar, acelerei os movimentos e senti o gozo gostoso da menina que em sequencia relaxou toda.
Agora quem sentia o gozo chegando era eu comecei a enterrar até o fundo que sentia o pau bater no fundo de sua bocetinha e gozei gostoso na parede de sua buceta.
Sai de cima dela e ela continuou com as pernas abertas recuperando a respiração.
Eu:- Doeu muito meu amor?
Ela:- só um pouquinho, mas foi bem gostoso.
Eu:- Beijando ela, quem falou que só doía a primeira vez.
Ela:- O Reinaldo (seu irmão)
Logo deduzi foi o irmão que quebrou seu cabaçinho, ele tem 19 anos.
Ela:- Tio você me beija tão gostoso, beija mais.
Eu:- O Reinaldo não te beija assim?
Ela:- Com o olhar assustado, responde não ele nunca me beijou.(acho que caiu a ficha que eu saquei que seu irmão a comeu)
Continuei beijando e pensando que amanhã vou ter que ir encontrar a pílula do dia seguinte, porque vou gozar de novo dentro dessa bucetinha.

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario camps

camps Comentou em 09/08/2015

Delícia gozar na novinha...

foto perfil usuario

Comentou em 17/04/2015

hummm...que relato deliciosos

foto perfil usuario voyspmen

voyspmen Comentou em 15/04/2015

cara q sorte vc tem, parabéns pelo relato, qtos tem sua sobrinha, se quiser fazer uma divisão estarei pronto pra ajudar, abraços

foto perfil usuario anacecilia

anacecilia Comentou em 15/04/2015

Adorei o relato com a sua sobrinha, muito excitante! Super bem escrito o conto. Votado.

foto perfil usuario Soninha88

Soninha88 Comentou em 14/04/2015

delícia de conto...que sobrinha levada...adorei e votei...




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil jacarambeva
jacarambeva

Nome do conto:
Sobrinha veio dormir em casa

Codigo do conto:
63572

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
13/04/2015

Quant.de Votos:
17

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos PapakuNa frente do marido corno na balada conto Eroticocontos eroticos de gravidascomics porno de negrosEmpregada virgem que seu patrao coroa rico dava dinheiro pra ela conto eroticopassando o ferro na coroa conto eroticotransei com meu amigocontos eróticos treinadores e dono da academia come viadoquadrinhos eroticos negrosCorno manso conto eroticoporno sou amante do sogro contolesbicas novinha porntraveco mija na minha garganta contoconto de não aguentei a pica grande de meu avôcdzinhas onlineSABELYA INDEPENDENTE pornconto de mulher fingindo ser puta para realisar fantasia do maridoporno gay quadrinho mozto rupintudo deslizou na buceta mais entroucontos eroticos na praiaporno mulheres que chaman palavroes na hora de fuder com dotadoscontos picantes de incesto a força com a sobrinha gratispica grossacontos eroticos incesto mae corpinhoCheirei calcinha da cunhada i cumedo ela história contos eroticos estrupada bebada senti prazerCasas de contos eroticos travestir pirocudo me comeuxvideos irmã com o seu braço quebrado e seu irmão ajuda ela a rir no banheiroQuerosuabucetaamordei o troco no meu marido na cachoeira contosrevistasdemulherespeladace1 14 a grande viagemcontos de estrupo com entregador de águaQuadrinhos porno dpContos eroticos punheteiro de cadeiaContos eroticos Cubanostete de fudelidade videos caseiro irmão come a buceta da irmã e coza dentroporno contos eroticos adoro mamar no papaicontos real de incesto demaes fudendo com filho menor de dezesseis anossogra gordinha nuaxvidios gei novinho branquinho dando para Negrão pausadoquadrinhos eroticos adultoconto erótico menino assistindo desenhosconto erotico ela cagou no meu paumocinhas virgem com pouquinhas penugem muito tesaoconto medo da pirocalixeiros gari conto erotico gayfilho do meu amigo conto gay fotos do usuario betonegao_peconto erotico de exibicionismo na praiacontos eroticos guardetes noturna trepandocontos ertico estrupo cavaloconto gay papai e vovôconto erotico pai e filha no futebolquadrinho gay meu padrinhocunhado espiano cunhado saradao nuContos eroticos patrao no cu nao so boqueteconto anal elevadorsuecos porno gay picudox men porno quadrinhosContos eroticos hentai hd,medicawildcat conti eroticoConto erotico de vizinha magra velhaconto erótico menino"corninho fala"contos eroticos mentalconto gay amei o negaocontos eroticos gay eu e meu amigo dormimos peladoscontocasadasafadinhaCONTOS EROTICOS MEU PRIMO FELIPE.contos eroticos de minha primeira vez passivonovinha nua tio puta contocntos eroticos cunete com o enteadoa cu invocante 3 parte 2videos menina dando cu virge grita manda tira tira aiiiii meu cuuuu porracontos de noiva putinha corninho safado titío caralhudoporno chefe tenta come a estagiariaa casadaconto erotico filha jigando pocker com o paiencoxando a nora 2017Contos gay pau pequenoincesto porno silvanacontos porno gratis estupro submissãoperdi as preguinhas do cu quando era pequena