O Príncipe e o Plebeu – C 11: O beijo de salvação.

O PLEBEU – Cap 11: O beijo de salvação ou o beijo de condenação.

Acordei e fiquei deitado olhando para o teto, me sentia pesado na cama, uma vontade de ficar ali, o dia todo ao lado dele, abraçado com ele, beijando seu peito, sua boca, sentindo sua mão me acariciando. Queria viver assim todos os dias da minha vida sentindo seus beijos. Seu corpo quente sobre o meu. Queria viver assim todos os dias da minha vida sentindo-o dentro de mim e eu dentro dele. Dou um sorriso e respiro fundo, ainda posso sentir o prazer da explosão dupla de nossos orgasmos. Não posso explicar, são muitos sentidos e emoções juntos. Acordei naquela manhã e queria ficar ali deitado tentando não acordar e correr o risco de perdê-lo, ou pior, ver que tudo não passou de um sonho. Mas a realidade não podia ser desfeita assim só num abrir de olhos, estava consumado, eu e ele ali deitados, nus, na mesma cama depois de uma noite mágica. Passo a mão de lado para senti-lo, mas não o encontro, olho e vejo seu lugar vazio, mas sinto um alivio, pois escuto sua voz rouca no banheiro, ele cantava, sim ele canta, não sabia que cantava, espere, o que ele diz: “Pra ser sincero não espero de você / mais do que educação,/ Beijo sem paixão,/ Crime sem castigo,/ Aperto de mãos,/ Apenas bons amigos... / Pra ser sincero eu não espero que você / Minta / Não se sinta capaz de enganar / Quem não engana a si mesmo” – Ele cantava Engenheiros do Hawaii, que musica adorável, ele parecia inspirado, a letra se limitava com tudo o que estávamos vivendo até ali, e enquanto cantava sai da cama e fui ao seu encontro, ouvindo sua canção: “Nós dois temos os mesmos defeitos / Sabemos tudo a nosso respeito / Somos suspeitos de um crime perfeito, / Mas crimes perfeitos não deixam suspeitos. / ...” Cheguei na porta e fiquei olhando-o pelo boxe de vidro, seu corpo pálido se tornava menos branco ao contraste com a espuma do shampoo que descia por suas costas chegando até suas nádegas lisas e firmes.
- Não conhecia esse seu lado cantor Alex.
Ele pareceu não me ver chegando, parou de canta e se virou, com um sorriso largo no rosto.
- Entre aqui, vamos experimentar sob a ducha.
Vê-lo assim, se entregando, me confiando seu mais puro sentimento, era tão avesso a tudo o que eu vivi no ultimo mês, seria impossível me ver agora com ele depois de nossa primeira noite, e para que minhas palavras não fiquem em apenas canções românticas e utópicas, e a referencias vitorianas de Shakespeare, me sinto no dever a retornar aquela noite de há mais ou menos um mês onde tudo tomaria um novo rumo e uma nova perspectiva no meu modo de ver as relações entre dois homens, não falo de sexo, mas de sentimentos que até então eu achava um desvio de conduta moral ou mesmo comportamental. Eu era gay e não sabia.
....   ....   .....   ....

Foi naquela noite em que dormir a primeira vez com Alex a sós no mesmo quarto, que eu me vi numa situação nova, não foi o fato dele me pedir um papagaio para mijar, nem o fato de ter levado ao banheiro sua urina, mas o fato dele me pedir algo tão intimo, me deixou abalado, pois até então eu vinha achando que ele estava indefeso preso aquela cama. Ele sem saída teve que engoli seu orgulho ao ficar completamente vulnerável de ante a mim. Ao entregar o aparador de inox para ele, até então não sabia o que fazer, se eu teria que segurar enquanto ele colocava seu penes dentro, bobagem minha. Ele mesmo fez tudo, e ao pedir para eu ficar de costas, fiquei com a face quente, senti vergonha, e isso era novo. Ao me virá ele ainda estava sem o lençol, como a calça era de algodão preza com um cordão de tecido, ainda se encontrava frouxa, mas o que me chamou atenção foi o volume meio bomba sob o tecido, foi por um segundo, mas fiquei mais ainda vermelho de vergonha, ainda sem ação não raciocinei direito e perguntei o que faria com aquilo nas mãos. Era obvio que deveria descartar no sanitário e fazer uma breve lavagem. Mas ele respondeu com seriedade, não sei se ele notou meu estado emocional. No banheiro enquanto lavava o recipiente metálico, não conseguia apagar aquela visão dele deitado na cama, completamente sem ação, e eu ali parado ao seu lado, senti meu coração palpitar, parecia saltar pela boca, sabia que não era apenas o sexo dele, mas uma explosão de tudo. Voltei para minha poltrona, procurei manter a calma, me organizei na minha cama improvisada. Olhei de relance e o vi me observando, depois não sabia mais o que pensar. Antes de dormir ainda perguntei se ele desejava algo, não sei como saiu meu tom de voz, sei que meu coração estava agitado. Depois de um pequeno intervalo ele adormeceu, mas eu não tinha mais sono, a poltrona não era mais confortável, não encontrei o sono que eu precisava para tentar apagar aquele sentimento que eu não sabia mais como decifrar.
Depois de uma hora, meu coração já estava tranquilo, fiquei parado ao lado da cama dele, olhava para seu rosto, por causa do ar frio, sua face estava um pouco rosada, seus lábios vermelhos, ele dormia profundamente, sua respiração era tranquila. Senti minha mão ganhar vida própria ao se erguer e ir de encontro ao seu cabelo que caia sobre seu olho direito, pondo de volta sobre a cabeça. Não me reconheci, minha mão agora passeava suavemente sobre seu braço direito, quase não se via pelos, eram pequenos e castanhos bem claros, sua pele reagiu ao meu toque e eu saltei, temia que ele acordasse e me visse ali, ao seu lado o admirando, essa era a palavra certa. Eu estava admirando outro homem, eu queria descordar, tentava encontrar uma explicação para fazer sentido do que eu estava fazendo ali. Como tinha me afastado depois que ele involuntariamente movimentou o braço, eu olhei em volta e falei comigo mesmo:
- que loucura Daniel, o que significa a isso? Isso não está certo.... você não pode está gostando dele... Pense direito Daniel, você não é assim... você sabe que não pode está gostando dele, isso se chama conflito de sentimentos e logo vai passar. Amanha você vai acordar tomar um banho e esquecer tudo isso.
Voltei a poltrona decidido a dormir. Mas não dormir, fiquei olhando para ele, não estava babando, estava procurando nele algum sentido para meus sentimentos, pois até então nós não tínhamos tido nada que pudesse despertar em mim sentimentos de amizade nem muito menos aquela mistura de emoções que me lembravam o meu primeiro namoro. O meu primeiro beijo. A diferença era a garota que tinha me despertado essas emoções, e agora ali, sentindo tudo aquilo novamente ao lado do cara mais improvável possível, ele não era diferente do Filipe, nem de outros da faculdade em termos de idade, corpo juvenil, mas a sua vulnerabilidade tinha me despertado sentimentos que vinham se acumulando, e eu não queria admitir, não podia, e nem deveria aceitar.
Pela manha antes mesmo da técnica passar para verificar os medicamentos, fui logo tomar banho e tirar aquela cara de sono e amenizar os olhos inchados, sai da poltrona fui no armário, peguei a toalha na bolça, minha escova e creme dental, sabonete, e fui ao banho. Enquanto tomava banho e me ensaboava, veio novamente sua imagem, e fiquei excitado, não aquela excitação latejante, mas meu amiguinho despertou e eu desliguei a agua quente, queria senti frio e apagar aquela imagem. Ao terminar, notei que tinha esquecido a roupa. Me enrolei na toalha, olhei pela porta entreaberta verificando se a luz principal não estava ligada indicando a visita da técnica. Sai e fui ao armário e então ele falou:
- Mas que pouca vergonha é essa?
Olhei rápido, fiquei sem ação, não queria que ele me visse daquele jeito, me senti sem defesa e estava de ante de seus olhos, mas tinha que falar algo.
- Eu e meu esquecimento, fui tomar banho e esqueci de levar a roupa limpa... – quanta bobagem, não tinha que explicar nada. Mas então ele seguiu aquele assunto por outro rumo.
- Na verdade estou é com inveja sua, pois tomar banho no meu estado, não é bem um banho. – aproveitei e tentei me controlar, forcei um sorriso, mesmo sabendo que estava meio falso e falei.
- Mas veja o lado bom, as técnicas ficam te banhando.
Eu sei, eu sei, mas foi o tempo que botei minhas pernas para se mexer e corri para o banheiro. Logo a Juliana chegou com a mãe dela, e então me despedi e fomos para a faculdade.
No caminho disse para ela que achava que não iria dormir lá novamente. Ela não me olhou apenas perguntou:
- E posso saber por que?
- Não sinto que eu seja a pessoa adequada para o serviço.
- Que serviço Daniel, você fica lá, deitado, o único trabalho é repassar o conteúdo para ele, o que você já faz muito bem, e fazer companhia que não precisa de esforço nenhum...
- Não falo disso. É a responsabilidade, e claro o grau de proximidade, nós não temos nada em comum, nem somos amigos.
Ela mim olhou rápido, mas o suficiente para eu tremer, senti que ela poderia ver o quando minhas palavras eram inseguras.
- Não sei porque mas não acredito em nada do que você falou. Hoje ao chegar lá notei o Alex tão mudado, vocês pareciam tão cumplices do mesmo crime.
Não sabia o que responder, estávamos chegando no campus, e ao descer ela só me pediu para não tomar nenhuma decisão antecipada, deixasse ela ver se encontrava outra pessoa para me substituir. Concordei e fui para a sala.
....    .....   .... .... .....
Eu estava com muito sono naquela manhã, o primeiro tempo foi longo, parecia infindável. Ao sair para o intervalo, fui ao banheiro e nem esperei meus amigos, queria lavar o rosto, tinha que jogar água e ver se espertava mais. Depois vendo que não resolveu fui em direção a cantina fazer um lanche bem reforçado, então presenciei uma cena inusitada num canto afastado, era Eliza tentando se livrar das mãos de Claudio que tentava beijá-la. Não pensei duas vezes.
- Oh! Já não basta as donzelas nos banheiros?
Ele se virou procurando de onde tinha sido atingido, e falou olhando furioso para mim:
- Do que você tá falando seu novato metido?
- Acho que fui bem esclarecedor, não?
Vendo que eu sabia de tudo, largou Eliza e saiu bufando. Eliza foi conversar comigo e pediu segredo para que Alex não soubesse por enquanto, ela me contou que Claudio já fora apaixonado por ela mas que nunca fora correspondido, então vendo ela sem o Alex por perto andava assim doido e sem noção do perigo, ela queria resolver isso sem ter que recorrer ao namorado. Então eu fiquei numa cinuca se contaria ou não a ela sobre o Claudio e o carinha do banheiro. Mas eu não sentia total confiança nela e preferi não falar, contudo ela me agradeceu e me pediu segredo. Nisso concordei, mais uma vez ali sendo parceiro de um delito.
Depois de um lanche revigorante, encontrei com Filipe, e as meninas, Alicia foi logo querendo saber de tudo, Ariel só sorria, no final da aula, Filipe me procurou e perguntou se ele não poderia ir visitar a noite, eu fiquei surpreso com sua decisão, depois ele me explicou que me achava um cara legal e que sentia em minhas costas um peso mito grande, queria me ajudar com aquele fardo. Agradeci, e disse a ele que não sabia se estaria lá à noite, mas que ele poderia ir visitar. De qualquer forma eu combinei de ligar para ele caso as coisas não mudassem de ordem.
.....    .....    .....   .....   ....

Eram umas três horas Juliana me ligou queria saber se eu iria desisti mesmo, já tinha pensado a tarde toda e então queria ter certeza do que eu estava sentindo e se não era apenas conflitos e cansaço. Iria então ficar lá. Depois liguei para o Filipe e combinamos tudo.
....    .....    ......    .....
A noite na companhia de Filipe e Alex que o recebeu muito bem, nos divertimos e eu pude conferir um lado mais alegre e sorridente do Alex, ele estava mais feliz, o que me tornava mais feliz, nós sorriamos, e sempre que eu sorria eu o notava me olhando como se encontrasse no meu sorriso um lugar para se admirar. Senti seu olhar varias vezes me procurando. E então pude comparar meus sentimentos para com ele e com os que eu sentia com Filipe. Era sentimentos parecidos, menos o fato de que meu coração reagia diferente ao Alex. A noite foi agradável e eu só me sentia mais repreensivo com aquela impressão do meu comportamento.
Fui deixar Filipe a porta e o vi parti, eu senti medo de voltar ao quarto e o encarar, não medo dele, mas dos meus sentimentos, depois de um intervalo em silencio, ele falou.
- Obrigado Daniel.
- Pelo que?
- Por este momento, vocês fizeram não só esquecer da minha perna como de muitas coisas ruins que aconteceram comigo. – senti em suas palavras sentimentos ocultos assim como eu estava sentindo, não saberia se ele lutava com seu ego e orgulho, mas falei.
- Tem momentos Alex, que devemos esquecer nosso orgulho, ou mesmo enfrentar nosso próprio modo de pensar e encarar que possam existir outras verdades.
- Por que você diz isso? – aquela pergunta dele me fazia pensar em múltiplas respostas, mas naquele momento apenas uma era a adequada.
- Porque eu era como você, eu também era preconceituoso com pessoas ricas e mimadas como você. – Sim, nisso eu não criei, nós tínhamos os meus defeitos.
- Mas eu não sou mimada...
- Talvez não seja... como eu imaginava. Mas...
- Mas o quê?
Deu-me vontade de falar da falta de personalidade ao andar com os tipos de amigos dele, então preferi ir direto na ferida, de mostrar os verdadeiros amigos se importam uns com os outros e do quanto somos lembrados e amados, e respeitados.
Ele me questionou sobre minha acusação, e eu continuei, mas não falei sobre o ocorrido naquela manha com Claudio e Eliza, e quis deixar para ele refletir que tem de partir dele procurar a verdade em suas amizades, ele tentou reagir, ficou nervoso, achando que eu tinha armado para ele mostrando como amigos de verdade interagem, e eu não usaria o Filipe para isso. Mesmo notando sua revolta, eu não podia deixa-lo ficar com aquela impressão sobre mim, tinha que responder, mas como? Eu já estava quase chorando com tantas coisas entaladas, como eu queria gritar com ele, dizer que ele não sabe de nada, mas mesmo com as lagrimas descendo como lavas, eu desabafei com segurança.
- É verdade, não estou aqui para isso, só não interprete mal a vinda do Filipe aqui, ele veio por vontade dele, ele é um cara legal de quem eu estou começando a admirar como amigo, não sei se você sabe, mas tive que sair da minha cidade deixando para traz bons amigos e toda uma vida... todo o meu passado... tudo que eu tinha construído...só ando cansado com tudo isso. Me desculpe se o irritei. Melhor a gente ir dormir.
Eu tremia, me mordia, mas de forma que era mais uma intenção do que uma ação, não queria deixa-lo me ver assim vulnerável, não queria que ele sentisse remorso ou vontade de reagir. Mais uma vez o sono não chegou logo, dessa vez eu sabia que não dormiria mais com ele nas outras noites, era minha despedida.
Fiquei deitado, de olhos fechados por um longo período, então seu rosto sorridente veio em imagens congeladas, ele estava feliz, me sentia feliz o vendo assim, não queria que ele fosse de outro modelo, entendia que sua felicidade era ao lado de pessoas boas, de amigos sinceros, e eu sabia que um relacionamento assim não duraria se fosse apenas por compaixão, teria que ter uma cumplicidade reciproca.
Sai da poltrona mais uma vez, estava novamente numa região em que eu não dominava meus instintos. Caminhei até a cama dele, ele estava dormindo bem tranquilo, senti um impulso incontrolável... E digo que tentei, sim eu tentei sair dali, mas uma força invisível me fazia descer minha cabeça até perto de seu rosto, senti sua respiração... Ele dormia e eu ali face a face, olhando cada detalhe daquele rosto pálido, mas quente. Seus lábios quase aberto se pronunciavam como um convite ardente... Um convite aos meus lábios carnudos que não por educação mas por paixão depositaram um beijo suave. Era o meu beijo de despedida. E de salvação.
Ou de condenação pois ao erguer minha cabeça ainda em chamas e tremula, seus olhos me encaravam vidrados.
...
Continua......

Nota do Autor: Obrigado pelo carinho, comentários e mensagens.
não deixem de deixar suas impressões.

Foto 1 do Conto erotico: O Príncipe e o Plebeu – C 11: O beijo de salvação.

Foto 2 do Conto erotico: O Príncipe e o Plebeu – C 11: O beijo de salvação.

Foto 3 do Conto erotico: O Príncipe e o Plebeu – C 11: O beijo de salvação.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario henry_pe

henry_pe Comentou em 27/03/2016

MARAVILHOSO!!! Amando essa história, não vejo a hora do relato da primeira transa deles. Quero o Cap. 12 logo.

foto perfil usuario dinha16

dinha16 Comentou em 26/03/2016

Conhecendo hj seus contos..Amando...Parabens..Ansiosa pelo proximo..

foto perfil usuario mpmrj36

mpmrj36 Comentou em 26/03/2016

ótimo conto...é impressionante como nos prende...preciso saber mais...ansioso!!!!

foto perfil usuario andersonperoba329

andersonperoba329 Comentou em 26/03/2016

Aguardando ansiosamente o 12° <3

foto perfil usuario santosdias

santosdias Comentou em 25/03/2016

nossa que final. Ate agora estou tentando me recuperar desse final. Espetacular cara, vc é de mais, me apaixono a cada dia pela sua historia. Ja sou leitor a 2 anos desse site e nem uma historia me deixou nesse estado que fico toda vez quando leio sua historia. leio e releio e fico cada vez mais encantado pela sua historia.

foto perfil usuario

Comentou em 25/03/2016

Não tenho sequer palavras, para expressar o quanto estou gostando deste conto. Perfeito, tem um misto de detalhes e uma narração incrivel, deixa você como que dentro da historia, poucos autores conseguem esse feito, e olha que já fazem 4 anos leio contos nesse site. SHOW !!!

foto perfil usuario mlkgostoso

mlkgostoso Comentou em 25/03/2016

Quero o 12° logooo... <3

foto perfil usuario luizs

luizs Comentou em 25/03/2016

Finalmente um beijooooo! kkkk

foto perfil usuario fritischef

fritischef Comentou em 25/03/2016

Meu Caramba que final foi esse to gostando muito do desfecho que a historia ta tomando sem querer ofender ninguém mas ta mais legal q uma certa trilogia com cinza no meio kkkkk ..... ansioso pela próxima parte se cuida querido....

foto perfil usuario fritischef

fritischef Comentou em 25/03/2016

Meu Caramba que final foi esse to gostando muito do desfecho que a historia ta tomando sem querer ofender ninguém mas ta mais legal q uma certa trilogia com cinza no meio kkkkk ..... ansioso pela próxima parte se cuida querido....

foto perfil usuario neto3235

neto3235 Comentou em 25/03/2016

Sou fãn da sua historia, muito boa, so acho que os contos deveriam ser postados diariamente, ficoansioso a cada capitulo.. Otimo escritor




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


79717 - O Príncipe e o Plebeu - Capítulo 1 - Categoria: Gays - Votos: 22
79786 - O Príncipe e o Plebeu. CAP - 2: BATALHA DE EGOS. - Categoria: Gays - Votos: 19
79866 - O PROFESSOR E SEUS ANJOS. S01E01/02: O Anjo Rafael - Categoria: Gays - Votos: 6
79965 - O PROFESSOR E SEUS ANJOS. T1E03/04: A Iniciação 2 - Categoria: Gays - Votos: 3
79999 - O Plebeu - CAP 3- Revelações e dúvidas - Categoria: Gays - Votos: 17
80002 - S.O.S BOYS : Dia 1 - Surpresas abordo - Categoria: Gays - Votos: 5
80007 - O Professor e seus Anjos - T1E05: Uma Noite com... - Categoria: Gays - Votos: 6
80056 - O Vendedor – Comeu e não pagou. - Categoria: Gays - Votos: 26
80088 - Marido Traído Procura / Marido Traído vai ao Moteu - Categoria: Gays - Votos: 11
80165 - Para você, se fores sentimental! - Categoria: Gays - Votos: 6
80180 - O Príncipe e o Plebeu – Cap 4: Broxou c/a namorada - Categoria: Gays - Votos: 15
80183 - O Professor e seus Anjos. T1E06/07: Novo Anjo. - Categoria: Gays - Votos: 4
80241 - S.O.S Boys - Dia 2: Part 1 - Delicias ao mar. - Categoria: Gays - Votos: 7
80275 - O Príncipe e o Plebeu -Cap 5 - Repondo as Energias - Categoria: Gays - Votos: 18
80323 - O Professor e seus Anjos T1E8 - Gemidos e prazer - Categoria: Gays - Votos: 7
80403 - O Príncipe e o Plebeu- CAP 6: O INESPERADO ACONTEC - Categoria: Gays - Votos: 14
80477 - O Príncipe e o Plebeu – C 7: Sentimentos aflorando - Categoria: Gays - Votos: 19
80553 - O Prícnipe e o Plebeu: C8- Pelo Whats indo dormir. - Categoria: Gays - Votos: 18
80689 - O Príncipe e o Plebeu - Cap 9: No hospital, a sós. - Categoria: Gays - Votos: 25
80773 - O Príncipe e o Plebeu - C10: Sua forte presença... - Categoria: Gays - Votos: 16
80865 - O Príncipe e o Plebeu - C12: Coração quebrado - Categoria: Gays - Votos: 21
81044 - O Príncipe e o Plebeu - C13: o reencontro - Categoria: Gays - Votos: 29
81156 - O Professor e seus Anjos E9/10: Desejos incontrolá - Categoria: Gays - Votos: 4
81222 - O Príncipe e o Plebeu - C14: O beijo do Alex .... - Categoria: Gays - Votos: 20
81285 - O Professor e seus anjos E11/12: caricias à noite - Categoria: Gays - Votos: 4
81365 - O Príncipe e o Plebeu- C15: Prazer em dose dupla. - Categoria: Gays - Votos: 17
81493 - O Príncipe e o Plebeu - C16: Alex e Daniel - Categoria: Gays - Votos: 26
81696 - O Professor e seus Anjos-P13/14: Numa noite quente - Categoria: Gays - Votos: 4
81700 - O Professor e seus Anjos-P15/16: Sexo e "traições" - Categoria: Gays - Votos: 6
81775 - O Professor e seus Anjos-P17/18: O Serafim Daniel - Categoria: Gays - Votos: 6
81856 - O Professor e seus Anjos- P19/20: ciumes e sexo - Categoria: Gays - Votos: 4
81946 - O Professor e seus Anjos-P21/22: Anjos e demonios - Categoria: Gays - Votos: 2
81997 - O Professor e seus Anjos-P23/24: 1 + 2= 3x Prazer - Categoria: Gays - Votos: 6
82056 - O Professor e seus Anjos-P25/26: A Carta de Daniel - Categoria: Gays - Votos: 7
82235 - Q.os.A.C-01:Quando um jovem é encontrado nu... - Categoria: Gays - Votos: 6
82236 - Q.osA.C-02: Quando o coração bate mais forte. - Categoria: Gays - Votos: 4
82438 - Quando os Anjos Choram -03/04: Quando se encontram - Categoria: Gays - Votos: 4
82511 - Q.os A.C.-05: Quando meu pai me flagrou na cama... - Categoria: Gays - Votos: 5
82588 - Q.os A.C.-06: Quando os desejos são mais vigorosos - Categoria: Gays - Votos: 4
82741 - Q. os A.C.-07: Quando Rodrigo caiu de boca ... - Categoria: Gays - Votos: 3
82742 - Q. os A.C.- 08: Quando se encontram na academia. - Categoria: Gays - Votos: 3
82797 - Q. os A.C.- 09: Quando beijos são proibidos... - Categoria: Gays - Votos: 3
82834 - Q. os A.C.-10: Quando as aparências enganam.... - Categoria: Gays - Votos: 2
82914 - Q. os A.C.- 11: Quando sonhos são apenas desejos.. - Categoria: Gays - Votos: 4
82945 - Q. os A.C.-12: Quando pecados se apresentam de ... - Categoria: Gays - Votos: 2
83030 - Q. os A. C.-13: Quando eles estão juntos... - Categoria: Gays - Votos: 2
83132 - Q. os A.C.- 14: Quando tudo parece perdido... - Categoria: Gays - Votos: 2
83134 - Q. os A.C.- 15: Quando queremos está com alguém... - Categoria: Gays - Votos: 3
83228 - Q. os A.C.- Quando se aproxima do fogo, se queimar - Categoria: Gays - Votos: 2
83229 - Q. os A.C.- 17: Quando o coração bate mais forte.. - Categoria: Gays - Votos: 4
83732 - Q. os A.C.-18: Quando [...], confiar é a salvação. - Categoria: Gays - Votos: 3
84139 - Q. os A.C. - 19: Quando o fim é apenas o começo - Categoria: Gays - Votos: 3
84524 - Alex & Daniel – 01: O Príncipe e o Plebeu. Temp 2 - Categoria: Gays - Votos: 15
84615 - As fantasias da Ju: O entregador de pizza. - Categoria: Heterosexual - Votos: 6
84797 - Alex & Daniel – 02: Velhos amigos e novos rivais - Categoria: Gays - Votos: 10
85065 - Alex e Daniel - 03: Revelações e um abraço. - Categoria: Gays - Votos: 11
85359 - Alex e Daniel - 04 Propostas indecentes. - Categoria: Gays - Votos: 8
85756 - Alex & Daniel - 05: Delírios a três - Categoria: Gays - Votos: 11
86170 - Alex & Daniel- 06: Novos parceiros de prazer... - Categoria: Gays - Votos: 7
87247 - Alex e Daniel - 07: Fora de Orbita. - Categoria: Gays - Votos: 8
88528 - Marido Traido Sai de casa/ é tentado pelo msn - Categoria: Gays - Votos: 4
88607 - Marido traído sai para pescar com o amigo do filho - Categoria: Gays - Votos: 7
88688 - Marido traído ensina ao filho do chefe... - Categoria: Gays - Votos: 7
88689 - O garoto do lotação - A mão boba... - Categoria: Gays - Votos: 11
88820 - O Garoto do Lotação - pegando por trás. - Categoria: Gays - Votos: 10
88890 - Alex & Daniel - 08: Momentos de tensão - Categoria: Gays - Votos: 10
88917 - Marido traído é enCUrralado na casa de praia. - Categoria: Gays - Votos: 8
89075 - Alex & Daniel - 09: Entre amigos e familiares. - Categoria: Gays - Votos: 9
89656 - Alex & Daniel - 10: Fortalecendo as relações - Categoria: Gays - Votos: 10
91821 - Alex & Daniel - 11: Novos rumos - Categoria: Gays - Votos: 8
91899 - Memórias secretas de um gay - O mensageiro - Categoria: Gays - Votos: 5
91938 - Memorias secretas de um gay - c 2: A primeira vez - Categoria: Gays - Votos: 6
92007 - Memórias Secretas de um gay - c 3: Plantão Médico. - Categoria: Gays - Votos: 7
92368 - Alex & Daniel - Cap 12: O Lugar secreto. - Categoria: Gays - Votos: 7
92389 - Memórias se cretas de um gay - c4: 100% Gay. - Categoria: Gays - Votos: 5
92628 - Alex & Daniel - Cap. 13: O que significa 1bma? - Categoria: Gays - Votos: 5
93465 - Alex & Daniel - Cap14: Uma Carta / A Promessa - Categoria: Gays - Votos: 9
94858 - Alex & Daniel - 15: Naquela Noite ele bateu à port - Categoria: Gays - Votos: 9
100769 - Alex e Daniel, T3C01: O que aconteceu com Alex? - Categoria: Gays - Votos: 7
100963 - Alex & Daniel - T3C02: Nos Braços daquele que amo. - Categoria: Gays - Votos: 13
101146 - Alex & Daniel - T3C03: Recordações em uma noite de prazeres. - Categoria: Gays - Votos: 9
101405 - Alex & Daniel - T3C04: Sonhos se tornam reais, infelizmente. - Categoria: Gays - Votos: 10
101433 - Recordações de Max: Depois da Festa... - Categoria: Gays - Votos: 4
101488 - As Fantasias do Ryan / Perdão Padre - 1 de 2: Dei para dois dotadões. - Categoria: Fetiches - Votos: 3
101676 - As Recordações de Max: C 02 - Nossa Primeira vez. - Categoria: Gays - Votos: 5
101677 - Alex & Daniel: T3C05- Intimados - Categoria: Gays - Votos: 10
101751 - O tamanho da penitencia do Padre - Categoria: Gays - Votos: 5
101983 - Alex & Daniel - T3C06: Do Passado ao presente. os incompreendidos. - Categoria: Gays - Votos: 8
102023 - As Recordações de Max - C03: Quando descobri os prazeres do sexo oral - Categoria: Gays - Votos: 4
102380 - Alex & Daniel - T3C07: Sonhando com uma família... - Categoria: Gays - Votos: 6
102577 - Alex e Daniel - T3C08: Ao lado do pai. - Categoria: Gays - Votos: 10
102774 - As Recordações de Max - C 04 : Tomando leite do amigo / apenas um objeto. - Categoria: Gays - Votos: 3
103414 - Alex & Daniel - T3C09: Do sofrimento ao momento mais feliz. - Categoria: Gays - Votos: 8
103831 - Alex & Daniel - T3C10: Alex, Daniel & Ele - Categoria: Gays - Votos: 9
104432 - S.O.S Boys - Dia 2: Part. 2 – Homens ao mar / Dia 3: sol, areia e Max. - Categoria: Gays - Votos: 5
104810 - S.O.S Boys - Dias 4, 5 e 6: perdidos, achados, abraços e um pouco mais - Categoria: Gays - Votos: 4
105069 - S.O.S Boys - Dias 7, 8 e 9: Pelado, excitados e algo mais. - Categoria: Gays - Votos: 2
105131 - O Professor e seus Anjos - T4. C.27: A visita do Arcanjo Miguel - Categoria: Gays - Votos: 1
105181 - S.O.S Boys - Dias 10, 11 e 12: Ciúmes, fogueira, lagrimas e quase um pouco mais. - Categoria: Gays - Votos: 4
105216 - O Professor e seus Anjos - T4. C28: Um fantasma que chora - Categoria: Gays - Votos: 2
105472 - S.O.S Boys - Dias 13. 14 e 15: Apenas um objeto do prazer - Categoria: Gays - Votos: 3
105473 - O Professor e seus Anjos - T4 C29: No Apartamento de Miguel - Categoria: Gays - Votos: 3
105507 - O Professor e seus anjos - T4 C.30: Novas verdades, e uma deusa radiante. - Categoria: Gays - Votos: 2
105704 - S.O.S Boys : Dias 16, 17 e 18: Teste, tempestade, tesão e temores. - Categoria: Gays - Votos: 5
105730 - O Professor e seus Anjos - T4. C. 31: Um dia de sábado relaxante e uma noite cheia de agito. - Categoria: Gays - Votos: 2
105976 - O Professor e seus Anjos - T04 C.32: Verdades ou mentiras és a questão. - Categoria: Gays - Votos: 2
105980 - As Recordações de Max - C. 05: Presente de Ano Novo - Categoria: Gays - Votos: 3
106021 - S.O.S BOYS - Dias 19, 20, 21 e 22: Salvos pelo prazer. - Categoria: Gays - Votos: 6
106070 - O Professor e seus Anjos - T04. C.33: Uma delicia no meu sofá - Categoria: Gays - Votos: 3
106235 - O Professor e seus Anjos - T 4. C 34: Uma semana quase normal / Lágrimas de um anjo - Categoria: Gays - Votos: 2
106374 - O Professor e seus Anjos - T4 C35: Um Anjo na minha cama - Categoria: Gays - Votos: 2
106725 - O Professor e seus anjos - T04. C. 36: Dois corpos numa tarde de calor. - Categoria: Gays - Votos: 4
107091 - Marido Traído dá o troco com muito tesão. - Categoria: Gays - Votos: 5
107436 - A Redoma e a Rosa : Cap. 01 – Uma rosa presa no passado - Categoria: Gays - Votos: 4
107462 - A Redoma e a Rosa: Cap. 02 – Apenas contemplando a flor. - Categoria: Gays - Votos: 4
107571 - A Redoma e a Rosa: Cap. 03 – O Mais importante não se ver com os olhos. - Categoria: Gays - Votos: 5
107707 - A Redoma e a Rosa: Cap. 04 – Ser cativado não é o mesmo que amado? - Categoria: Gays - Votos: 5
109168 - A Redoma e a Rosa: Cap. 05 – Uma mulher igual a todas as outras - Categoria: Gays - Votos: 5
117634 - Blue Eyes - Categoria: Gays - Votos: 7
117884 - Blue Eyes - Capitulo 2 – Festa na piscina - Categoria: Gays - Votos: 4
119773 - Blue Eyes - Cap 3: O Beijo - Categoria: Gays - Votos: 5
120085 - Blue Eyes - Cap 4 – Ativo e duas seguidas - Categoria: Gays - Votos: 5
120192 - Proibido é mais gostoso. 1a edição - Categoria: Gays - Votos: 9
120400 - Proibido é mais gostoso - 2a edição: Pegando o amigo do filho. - Categoria: Gays - Votos: 6
120522 - Proibido é mais gostoso - 3a edição : O filho do General - Categoria: Gays - Votos: 5
120966 - Proibido é mais gostoso - 4a edição : Professor rever prova de aluno ... - Categoria: Gays - Votos: 9
123049 - Proibido é mais gostoso - 5a edição: Virei a putinha do esposo da minha chefe. - Categoria: Gays - Votos: 6
123560 - Proibido é mais gostoso - 6a edição: cavalgando o garanhão italiano. - Categoria: Gays - Votos: 10
124102 - Em teus braços - 1/3: primeiros desejos - Categoria: Gays - Votos: 4
130130 - Em teus braços - 2/3: sexo oral - Categoria: Gays - Votos: 4
130393 - Em teus braços 3/3: Na cama com tio Carlos - Categoria: Gays - Votos: 8
130585 - Entre Amigos - 01 - Categoria: Gays - Votos: 6
130675 - Cauã & Cauê: Juntos (02) - Não fico sem você! - Categoria: Gays - Votos: 5
130999 - Cauã & Cauê: Juntos (03) - Uma jogada complicada. - Categoria: Gays - Votos: 9
131232 - Cauã & Cauê: Juntos (04) - O lado escuro do coração. - Categoria: Gays - Votos: 6
135547 - Entre amigos: Cauã e Cauê - Cap 5 Seria apenas sexo... - Categoria: Gays - Votos: 7
135617 - O Vendedor – O “papai” é quem manda. - Categoria: Gays - Votos: 14
135702 - Cauã & Cauê: Juntos (06) - Provocações apimentam as relações. - Categoria: Gays - Votos: 4
135767 - Eu e o entregador safado do mercadinho. - Categoria: Gays - Votos: 22
135796 - Amigo hetero e bêbado... - Categoria: Gays - Votos: 15
135861 - Cauã & Cauê - Juntos (07): “Fizemos amor ou foi apenas sexo?” - Categoria: Gays - Votos: 5
137948 - Cauã & Cauê - Juntos (08) : Oral gostoso no estacionamento / Rendido no banheiro - Categoria: Gays - Votos: 5
138004 - O primo marrento da minha esposa. - Categoria: Gays - Votos: 24
138293 - Finalmente dei pro meu primo. - Categoria: Gays - Votos: 19
138495 - Eu fiquei com o gostoso filho do pastor. - Categoria: Gays - Votos: 28
138613 - Cauã & Cauê - Juntos (09): "Será possível ficarmos juntos?" - Categoria: Gays - Votos: 3
138722 - Me vinguei da minha esposa com um novinho safado. - Categoria: Gays - Votos: 22
138855 - O Vendedor na rodovia: Qual o preço da banana? - Categoria: Gays - Votos: 19
139397 - Cauã & Cauê (10) - Juntos - Categoria: Gays - Votos: 3
140084 - Saiu para vender um pato, terminou afogando o canso. - Categoria: Gays - Votos: 3
140354 - Aquela vontade que quando dá, só passar depois de dar. Se é que vcs me entendem. - Categoria: Gays - Votos: 10
140480 - Satisfazendo aquela vontade com o marrento, persoanl trainer e até com uma.... - Categoria: Gays - Votos: 8
141758 - Eu, meu padrasto e nosso segredinho. - Categoria: Gays - Votos: 27
142420 - Seduzido pelo pai de um aluno - Categoria: Gays - Votos: 21
142642 - Conferindo o equipamento do mecânico dotadão. - Categoria: Gays - Votos: 26
143220 - Bastimo de porra no vestiário - Categoria: Gays - Votos: 12
143336 - O professor do meu irmão deu pra mim... - Categoria: Gays - Votos: 11
143945 - Meu vizinho casado deu pra mim gostoso - Categoria: Gays - Votos: 21
146370 - conto quatro - Esquentando os corpos numa noite de nevasca. - Categoria: Gays - Votos: 1
148623 - O cafuçu bem dotado da construção ao lado - Categoria: Gays - Votos: 15
150758 - Treino Intenso com o instrutor tesudo - Categoria: Gays - Votos: 11
152853 - Com o pai do meu melhor amigo - Categoria: Gays - Votos: 33
153003 - Médico casado, dá uma rapidinha entre plantões. - Categoria: Gays - Votos: 3
153040 - Pausa na obra para putaria em Mestre e servente - Categoria: Gays - Votos: 12
153120 - I-Love 2.0 : Cap 01 - Posso te fazer companhia? - Categoria: Gays - Votos: 1
153534 - Não resisti aos encantos do namorado da minha filha. - Categoria: Gays - Votos: 25
153625 - Motorista fode rapaz na bole do caminhão. - Categoria: Gays - Votos: 14
154205 - Fiquei com o namorado do meu irmão gêmeo - Categoria: Gays - Votos: 8

Ficha do conto

Foto Perfil maximilan
maximilan

Nome do conto:
O Príncipe e o Plebeu – C 11: O beijo de salvação.

Codigo do conto:
80824

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
25/03/2016

Quant.de Votos:
26

Quant.de Fotos:
3


Online porn video at mobile phone


encoxando a nora 2017conto COM CONQUISTEI UM MACHO BRUTAMONTEScontos eroticos com pai anãocontos eroticos ele deitou em cimasexo engravidando mamaecontos de incesto com fetiche por pesMeu pai encinou meu namorado a fuder minha buceta conto erotico parte finalmeu padrinho me comeicomtos eroticos ajudei.meu sogrocontos eroticos com negao levando casada no cinema pornoicesto.com mulheres comenta sobre pau do mindigopsicologas rabudas contosPresente pro meu corno.conto eróticocomtos meti meu picao nela incestovestindo de mulher para virar mulherzinha contocontos hentai incestocontoseroticossodomizadaver historia erotica corno levano mulher cinema pornodoce nanda contos eroticoscontos eroticos fazendo a cunhada sangrarconto porno saiu sangueconto erotica 10 aninho kamilasentindo a vara do vovô contos eroticos de incestoconto erortico engravidei minha maecontos erótico gaúchaa minha cunhada quadrinho pornocontos eroticos de incesto meninas curiosasporno conto erotico esposa bondosa e os negroscontos eroticos bebisacaneando a meninasexoconto erotico casada sem dinheiromenina conto eroticoquadrinho erotico estupro emocionante 3xoxotas em perigo cabaçonegro gosando dentro de buceta de mulher casada xvidio tealContos eroticos com bezeirasContos eroticos.quando vi o penis grande grosso do meu filho fiquei .conto erotico dei gostoso no trabalhoporno conto erotico sogravedeo porno chupei a rola do meu padrasto ater sai leitinben 10 gay xxxsedutoras e marrentas parte 4 contos eroticoscontos eroticos cachorro meu uteroxvideos meu marido me dividir com 3 amigos delidesenho de mulher pelada da liga da justiçacontos velas ascesas no cuquadrinho erótico hotel playacontos eroticos prima com bucetinhaContos eróticos comendo as filhascontos eróticos de virgemContos eu nao sabia bate punhetaMagiespadas hentaititia nuafestival de fodelana hentaeu conto com minha vendedora de calcinhanovinha dando a buceta depois da sao luis vidio d 2011porno em banda desenhada cunhadaConto erotico comi minha prima rayaneconfesso que ccontos eroticos chupando minha betaconto erotico c/ fotosfilha apixonada p/ paiconto erotico filha de empresario ajudano mendigomoca transando com avo neto tvconto erotico gay tio bebadocdzinha bombomaquele safdo abuzou da minha garotinha no honibus contos heroticisConto erotico de cavalocomeu meu cu no bananau depois dei pro caseiro juvrnslconto gay "vou encher a sua barriga"revista pornô em quadrinhos mãe juíza transando com seu filho gayConto erotico meu avô e avóblog.10 tirou minha calsinha e meteu o paulconto tranzei com a neta do meu paiputinhasafadacenas de namoroquentecu de garotascaralho a disvijinar conto casada assedia garoto pra tranzarcontos eroticos pensa nim pau gostosoo meu patrão robou minha esposa. conto eroticotabu pai roludo comendo ninfetagarçom negro gay pauzaoConto erotico comendo a noiva e estrupandocontos eróticos com secretáriaxvideo gay de principe e enprregadoCaseiro bem dotado sendo seduzido pela patroa contos eroticofodi gostoso/contoconto erotico de ninfetahentai hq gaycontos de sexo eu sempre dei uma escapada e nao sabia tinha uma puta em casasamba porno zool conto de incestoA minha esposa mim traiu e eu castiguei ela contos eroticosso jeba grandeconto eurotico alistamento comi o sargentofotos de gay novinhos todos juntosdando o cunegra crente contos eroticosContos Eróticos sou puta depravadacontos eróticos me bolinou