A faculdade ensina muitas coisas - Parte 1



Olá pessoal, meu nome é Tiago e esse é meu primeiro conto. Tenho 1,70m de altura e 60kg, barriga trincada e pele morena.
Os dias pra mim sempre são iguais, pouca coisa acontece, porém é assim que deve ser a vida de muitos. Sempre tive minhas preferências e desde cedo sempre soube o que buscava e o que me interessava de verdade. Nunca me relacionei de verdade com alguém, mas é claro que já nutri minhas paixões platônicas como qualquer outro ser humano comum. Esse conto tem início com o começo da faculdade. Nunca pensei em qual curso escolher pra fazer na faculdade, mesmo sendo isso que faria minha vida inteira, fui na crista da onde e essa onde me levou para a engenharia, no começo foi bom, pessoas novas, coisas novas, rotina nova... Um novo mundo. A minha primeira grande atração foi por Rafael, um rapaz alto (1,85m de altura) simplesmente um príncipe. O nosso primeiro contato partiu dele já que não tenho costume de chegar puxando papo com quem não conheço, sou extremamente tímido. Ele veio conversar comigo e puxou assunto falando de nossos tênis que eram iguais, achei tão sem noção, mas como ele era lindo nem me importei com aquilo apenas dei trela pra ele e continuei conversando. A conversa foi rápida, entretanto creio que tenha sido o suficiente pra ele achar que dali surgiu algum tipo de intimidade. Depois da breve conversa logo me despedi e fui embora, pois a aula havia acabado fazia algum tempo. Fui embora mas minha cabeça continuou ali com ele, porque apesar de estar com a cabeça raspada, pelo fato de ser calouro, ainda assim continuava lindo, além disso, seu sorriso era encantador, sua voz era lenta e macia, realmente me senti impressionado no primeiro contato com ele. No dia seguinte fui pra aula sem nenhuma pretenção de vê-lo, aliás sem ânimo nenhum pra aula. Cheguei e sentei no meu lugar como sempre, não tinha contato com muitas pessoas, pra falar a verdade mal falava com uma ou outra pessoa. Quando acaba a primeira aula estou entretido, como sempre, e nem vejo a proximidade dele. Logo ele chega e puxa assunto comigo, falamos coisas diversas, nada muito íntimo e nada que valesse muito falar, apenas dei continuidade ao que ele falava.
Os dias seguiram e aquela proximidade foi aumentando e desenrolando. Não sei como ele conseguiu meu telefone e me chamou no WhatsApp, foi algo que me estranhou um pouco, mas não deu atenção a isso, apenas continuei na conversa dele. A partir daquele dia ficávamos 24 horas ligados conversando, falávamos de tudo, a conversa nunca chegava ao fim. Eu dormia e acordava falando com ele, sempre tinha mensagem pra responder e isso não me cansava. Rafael foi ganhando espaço e cativando em mim uma amizade pura e singela. Depois de algum tempo e com a amizade mais aprofundada comecei a perceber que em alguns momentos, no qual estávamos distantes, ele passava a me fazer falta. Sentia que os finais de semana (mesmo com aulas aos sábados de manhã) eram intermináveis por estar longe dele, surgia em mim uma dependência dele que nem eu sabia que era possível.
Como sempre fui esclarecido sobre meus sentimentos não tive dúvidas do que estava sentindo, estava enlouquecidamente apaixonado por aquele príncipe de olhos verdes. Dormia e acordava lembrando do seu sorriso, da sua voz, do seu jeito de andar e de gesticular. O que eu sentia foi crescendo, crescendo de tal forma que perdi o rumo.
Depois de meses sentindo grande paixão por Rafael decidi que era hora de tentar sair daquilo, ou seria tudo ou seria nada. Lembro-me que era festa junina na minha escola de inglês então resolvi convidá-lo, achei que seria o melhor dia pra ver o quanto estávamos próximos. Quando o chamei pra festa ele se animou logo, era só falar o horário e o endereço que nos encontraríamos lá. Quando deu o horário da festa passei pra pegá-lo e fomos pra festa, no carro falávamos de coisas sem noção, coisas dessas que meninos falam quando estão a sós. Chegando na festa, antes de descer, disse que precisávamos conversar, que era meio difícil de falar, mas que era preciso. Ele assentiu com a cabeça e logo comecei:
- Rafa, precisamos conversar sério, não quero que você se sinta mal com o que vou te contar e nem quero que se assuste, mas acho que você tem o direito de saber o que se passa...
Ele se assustou, arregalou os olhos e pediu pra que falasse logo:
- Por favor, Tiago, fale logo o que tá acontecendo, você já me deixou bastante assustado. Disse ele.
- Rafael, irei te contar tudo que se passa, mas de forma alguma quero que você se afaste por isso, porque irei te contar apenas pra que possamos manter esse jogo aberto que temos um com o outro.
- Ok, pode dizer, independente do que for iremos conversar antes de qualquer atitude de minha parte.
Ainda com medo de falar, respirei fundo e disse tudo que precisava falar:
- Rafa, eu acho, aliás, tenho certeza, que estou apaixonado por você. Cara, todos os dias penso em você, em todos momentos me preocupo com você e já nem sei o que fazer. Não alimento nada e nem fantasio nada com você porque te respeito muito, mas acho que você deveria saber de tudo pra que possa me ajudar a resolver isso...
Ele se calou por um momento, um longo momento e em seus olhos pude ver tudo o que ele pensava sobre aquilo.

-----------------------------------
Continua...

Foto 1 do Conto erotico: A faculdade ensina muitas coisas - Parte 1


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario chaozinho

chaozinho Comentou em 10/03/2018

Só não ensina safadeza, isso já nascemos sabendo. rsrsr

foto perfil usuario coroaaventura

coroaaventura Comentou em 29/03/2016

Coisa gostosa, cara. Você criou um clima gostoso demais. Vou ler a Parte 2

foto perfil usuario todynhodasilva

todynhodasilva Comentou em 29/03/2016

Perfeito , mais um conto para eu ficar todos os dias , horas e minutos esperando a continuação.Não sei se é real ou não , mas está maravilhoso , continue por favor , quanto a sua narração está limpa e objetiva , parabéns pelas palavras , pois hoje alguns erros de português são broxantes!!!

foto perfil usuario nandoluis

nandoluis Comentou em 28/03/2016

Pelo amor de Deus, termina logo esse conto.. Adoro esse tipo de história, é envolvente, rouba minha atenção..




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


81029 - A faculdade ensina muitas coisas - Parte 2 - Categoria: Gays - Votos: 4
81093 - A Faculdade ensina muitas coisas - Parte 3 - Categoria: Gays - Votos: 4
81114 - A faculdade ensina muitas coisas - Parte 4 - Categoria: Gays - Votos: 5

Ficha do conto

Foto Perfil tiagonemo
tiagonemo

Nome do conto:
A faculdade ensina muitas coisas - Parte 1

Codigo do conto:
80936

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
27/03/2016

Quant.de Votos:
7

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


videos em qudrinho de filho comendo a mae ate gozacomo faço para foder a minha mae contosgay recepcionista do hotel contoscontos eróticos mulher perdendo a virgindade com o cachorroconto erotico grsvida 7mesesConto erotico gay currado na praia por cincosexo pai fode filha na posicao papai mamaegritando de tesaocontoseroticos cacetudos dos amigos enrabando a mulher do cornos no churasco ate as bolasCONTO INCESTO NO CUZINHO VOVÓZINHA DE MADRUGADAfode minha buceta vai fode fiadaputacontos eroticos gay guardaconto erótico com motoristas de onibus urbanocontos eróticos meu namorado abusou da filhacontos eróticos de gay comi a bunda do meu professorcontosminha esposa na suruba com meus amigosfotos que se mexem putinhas dando o cuzinhocontos eroticos dando a buceta pro meu primo cacetudoconto de sexo gay comi meu bisavosexo maninhaquero contos eroticos de incesto irmao e irmaquadrinhos eróticos sinucatransei com a vizinha coroa casada conto eróticodesenhos de pornoconto erotico de bixinha bundudaconto socando rola neta contos erótico gay macinheirosou puta e pratico zoofiliaconto.eroticos.2017novinha .safadaconto erotico sobrinha virgenzinhaContos de casadas com tio coroaXvideos gari da comlurbcontos erotico mamae coroa bebeda endesenhos animados gay gibi sexoConto erotico maridinho e meu microshortinhocontos eroticos gratis de meu pai tem um pintao grossocontos eróticos viagem maravilhosanoviha motra apopa dabda bebadaconto erotico rasgada por umceduzido pela minha irma parte 2Contos deixou padrasto gosa dentro por dinheirocontos eroticos gay o trote parte IIdespejou tudo do saco na minha esposa contoeu gosto de chupar pirulito porno nacional pescariajogando baralho erotico minha mulher e eu numa turma de amigos contos eroticosexo gay piratacontos erotico eu e minha filha fudida por um menino roludomeu patrao enrabou minha esposa na fazenda. conto eroticoContos eróticos a tranca Anal mais Fofa Dé todas me Vicieicontos eroticos o menininho pequeno e o camionheiro malfadoincesto em quadrinho sou puta e pratico zoofiliafodi amiga da minha mae vai mete vou gozar cotoscontos eroticos coletania traiçaoconto dupla penetraçãominha Mae Rabuda de Calcinhatransas em quadrinhosesposa traição pornoquadrinho eroticos ilustradoContos eroticos. Meu Rabo grande pisquei para o filhoum dia depois de amanhã conto eróticocontos o exame punheta não contoscontos me chupa cornoconto erotico fui fodida pelo delegado gostosocontos eroticos mae e filhaminha namorada com negros contosporno contos velhinho limpando quintal da casadaconto eroticosafadocumi a bucrtina contos eroticosconto gay menino inocente no colinhoconto cavalona italiana arrombada por magrelo cacetudo