A Primeira vez que fui comedor



Vou contar a primeira vez que fui comedor, sou negro, alto e forte com um pau grande, foi a uns anos atras e estava afim de um sexo fácil e pesquisando na internet eu vi que enquanto algumas pessoas evita ser corno, para outros é um favor então pesquisei alguns casais da região, encontrei um casal na cidade vizinha procurando um pau preto, conversamos, mandei foto do meu cacete e marcamos de nos encontrar numa sexta feira a noite.

Cheguei na cidade devia ser oito da noite, andei até o prédio onde moravam, fui atendido pelo marido que me levou para o apartamento onde moravam, convidou para entrar e falou que era para esperar no sofá que sua esposa estava no quarto se arrumando, confesso que estava um pouco nervoso, só tinha visto uma foto da buceta dela que seu marido tinha me mandado que alias era uma buceta rosinha que fiquei com agua na boca e foi por isso que aceitei ir para comer ela. Quando a mulher dele saiu do quarto e veio para a sala com uma camisa regata branca sem sutien e uma saia bem curtinha, o nervosismo sumiu e meu pau já ficou duro igual pedra, a puta é muito linda pele muito branquinha, magra, umas coxas redondinhas e uma bunda grande, rechonchuda uma delicia, levantei e já fui pegando na cintura dela, passando na bunda e apertando, a puta ficou passando a mão pelo meu corpo e tirou minha camisa ajoelhou tirou minha calça e sentiu meu cacete pela cueca, peguei na cabeça daquela safada e fiquei esfregando na minha rola, tirei meu cacete e fiquei batendo no seu rosto, o marido dela viu meu pau e disse:

- Não era isso que você queria, uma rola grande e preta pra te fuder puta? Agora aguenta.

Ela não disse nada só pegou na minha rola com força e pois na boca, chupava da cabeça e ia até a metade do meu pau já engasgando, sugava minhas bolas com uma maestria de puta, lambia das bolas até a cabeça e punhetava, fazia o boquete olhando pro meus olhos, chupava com uma maestria que já estava segurando pra não gozar, o corno aproximou atras da putinha e foi tirando a camisa dela pra mim, ela tinha uns peitinhos brancos pequenos mais com mamilos rosinhas e pontudos, minha mão foi direto pra apertar eles, já estava para gozar com aquela chupeta fenomenal falei que ia gozar e foi ai que ela chupou que nem uma vagabunda fez eu gozar que nem um cavalo na cara e no pescoço, a vadia deu risada pra mim e começou a se lambuzar com minha porra esfregava ela no corpo inteiro:

- Olha amor ele me sujou inteira agora ele tem que me limpar.

Aquela voz mansinha e a cara de puta que ela fazia já tava fazendo efeito no meu pau, ela levantou toda suja de minha porra me pegou pela mão e foi me levando pro banheiro, ela tirou a saia e calcinha e foi me empurrando para dentro do box, ligou o chuveiro e caiu de boca na pika, quando meu pau ficou duro ela trançou as pernas na minha cintura e me abraçou, encaixei o pau na buceta dela e comecei a brocar ela debaixo do chuveiro, uma delicia quanto mais forte bombava mais forte ela me abraçava, ela ficou com a boca do lado do meu ouvido e gemia bem baixinho pra mim mordia minha orelha isso era combustível pra brocar mais aquela buceta e que buceta macia, flagrei o corno olhando pela porta que estava meio aberta se matando na punheta, trocamos de posição, eu fiquei encostado na parede de costa e ela de costa pra mim, ergui a perna direita dela e ela mesma encaixou minha pica na buceta, com a mão que estava livre alisava o corpo dela, era um corpo lindo mesmo provavelmente fazia academia, apertei muito aquelas coxas e principalmente a bunda que era perfeita, muito grande pro tamanho dela e muito gostoso de dar uns tapas ali, mordi seu pescoço ela gemeu igual uma cadela, tirou meu pau da sua buceta, desligou o chuveiro e sussurou no meu ouvido enquanto batia uma punheta:

- Não quero que você goze agora, quero que primeiro deixe minha buceta assada.

Ela pegou uma toalha no banheiro e segurando meu pau foi me guiando pro quarto deles, nois dois de pé ela fica na minha frente e vai enxugar as pernas deixando a bunda encostada no meu pau coloquei meu pau bem no meio da sua bunda e ia sarrando, dei dois tapas na sua bunda um de cada lado ficou minha mão inteira marcada na bunda branquinha dela, ela virou pra mim e me enxugou inteiro até chegar no meu pau que ela mamou denovo só que pouco tempo até irmos para a sala onde o corno tava, joguei ela no sofá, abriu as pernas para mim e arreganhou a buceta pra mim bem rosinha cai de boca, ela gemia pro corno falava pra ele que era um negro de outro mundo, tava quase engolindo aquela buceta então levantei e meti a pika nela bombava com força, ela gemia olhando me encarando não tirava o olho de mim enquanto se contorcia na minha pica o que dava mais tesão é que ela olhava pra mim com um sorriso no rosto, trocamos de posição ela ficou de quatro e eu bombei com força na buceta o corno lá segurando ela e sentindo o impulso das minhas brocadas dei muito tapa naquela bunda passava a mão nas costas e barriga ela tinha o corpo perfeito, agora sentei no sofá ela veio de frente pra mim pra cavalgar estávamos com o rosto grudado no meu ela sorria pra mim dava um tesão do inferno dei dois tapas na cara dela o corno bateu punheta duas vezes vendo ela cavalgando, ela sentou do meu lado nenhum de nois dois queria gozar agora fiquei acariciando seu corpo e ela já voltou a chupar meu pau, o corno então disse que já viu o suficiente e ia dormir mandou eu comer bem forte ela que ele queria dormir ouvindo os gemidos dela do quarto, a puta levantou com a boca toda babada e deu um beijo bem longo nele de boa noite ele foi pro quarto e fechou a porta, falei pra ela que ia terminar de assar a buceta, coloquei de quatro no sofá de novo e fui bombando sem parar peguei nos cabelos dela enrolei na mão e fui dando tapa na bunda ela começou a gemer mais alto que o normal, falei que não aguentava mais segurar e que ia gozar ela mandou parar tirei meu pau e cai no sofá ela deitou em cima de mim os dois suados ofegantes, ela esperou alguns minutos levantou e apoiou os braços na parede ao lado da porta do quarto onde o marido estava, cheguei atras dela e ela falou que era pra comer o cu dela, dei uma lambuzada na cabeça do pau e na portinha do cu dela encostei a cabeça e fui enfiando devagar, foi ai que ela parou de gemer delicadamente e passou a gritar, parei, ela olhou pra traz e disse que era pra continuar, fui enfiando mais ela gritava muito alto, olhava pra trás e gritava que era pra socar tudo sem pausas fui enfiando no cu apertado dela ela berrava muito alto o prédio inteiro já devia ter ouvido de tanto que gritava, falava que não era pra parar de enfiar, tava rasgando ela e ela não queria que parasse, até que enfiei até o talo, dei uma parada e comecei a bombar, não demorou muito para nois dois falar que iriamos gozar, então ela gritando escandalosamente gozou primeiro suas pernas bambearam e eu urrando de tesão entupi o cu dela de porra, ela abriu a porta do quarto e correu pra sentar com o cu na cara do corno toda suada e ofegante o corno se matando na punheta novamente, eu pingando suor o chão todo melado de gozo que pingou da buceta da vagabunda, ela deitou na cama a cara do corno suja de porra, ela abriu as pernas pra mim e mostrou a buceta dizendo que estava toda assada e depois mostrou o cu que tava até sangrando:

- Falei pra você que ia perder a virgindade do cuzinho só pra um negro.

Ela ficou deitada na cama eu fui pro sofá da sala deitei, depois de umas meia hora ela me chamou pro banheiro tomamos banho, peguei um ônibus e voltei pra casa.

Infelizmente não tenho foto dela ela tinha um corpo perfeito.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario maridoesposaexibida

maridoesposaexibida Comentou em 07/07/2016

delicia de conto, parabens. a minha sou louco pra ver a minha loirinha com um pau pretinho




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


86850 - Queria a prima gostosa mais comi a irmã gordinha - Categoria: Incesto - Votos: 8
86963 - Ajudei o amigo a comer a esposa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 19

Ficha do conto

Foto Perfil negrodominador
negrodominador

Nome do conto:
A Primeira vez que fui comedor

Codigo do conto:
85875

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
06/07/2016

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


punição grita dor conto erótico contos eroticos virgindade anal e vaginal de pai e padrasto bucetinha virgem rosinhafamília favela fodendo na favela com o negroFoda na mae dopada contosmenor foyandoporn moz esta me machucarvovo peludo gay contoscontos gay apartamentoContos erroticos visinho fodedo novinhacontos eroticos sobrinhas cheiradorasEu e meu ex primo viuvo se amamos contra a vontade da nossa familia eu sou sua mulher conto eroticoQuadrinhos erotico novinho no mato com titioajudei um amigo a ser corno contos eróticos o meu tio picudo arrombou o cabaço da minha namoradavomto erotico pau mostro com vigemconto erótico mocinhacontos eroticos gay putinhaquadrinhos eroticos maeConto eurotico. Sedutoras e marentasHq Ay papi porn picscontos de sexo com a minha avocontos eróticos fudi minha cumadre e suas filhascontos eroticos amante bem.maiorporno meu filhinho me engqavidou contoconto erotico safadezawww esposa chupando o pou do marido bambando.com.brdesenhos porno negros em quadrinhoscontoerotico o voodoo Quadrinho Erotico continuacao o-voodoo Imagem 3conto comendo a babaincesto tapa na cara contoscontos eroticos verdade ou consequencia parte doiswww.mulherescasadascontoseroticos.comcontos eroticos mendigaContos Eroticos - Dentista, gayfamília sacana: a bunda gigante da mamãe contos eroticos pesinhos da namoradaContos vovô transado netacontos eróticos gay troca troca primo no matomae e filha adoram q fiho gosa dentrocuvelha bucetinhaConto erotico de negao jorando poraenteada contos eeotiXvidio encoxatriz de frente em conducaocontos eroticos fragay minha esposa com meu irmao e nao agrediteicontos eroticos de imcesto mae e filho 12conto erotico ninacontos eróticos cdzinha nocarnavalcontos descobrindo bissexualidadecontos eróticos em quadrinhos de velhos violentado mulheressexo prazeroso. loira corpo gostoso mamae. coroa deu bucetinha pro neguinhocontos erotico chantagiei e depilei minha sograVidioporno professora quadrinhocontos eroticos comendo minha iquilina crente casadagay sexocontos eroticos gay muy thaipapai lembeu minha xota depous meteu sua rola grassa em mimi gozeiPrazer Gemer De Gritos Conto Erotico"comeu minha noiva"contos eroticos massagista safafo e roludocontos eroticos sexo com sograConto erotico papai admirou o meu corpocontos de noiva putinha corninho safado titío caralhudoporno contos eroticos pai comeu meu cu numa aposta ,gayConto erotico ameacou pra comer a mulher do empregadoconto erotico ensaboando meu pauconto erotico engravidei minha professora pornono cuzinho nao papai famíliacontos minha bolacontos eróticos incesto com zoofiliaajudando a filinha a levar um casset contos eroticosPorno dei o cu pro titio e acabei chorando com a pica no cuconto erotico_fui comida dentro da minha propria casabuceta suja conto eroticoconto erotico safadezacontos mia mulhezinha arumou u amate muito bemdotado ela gemi muito na rolona dele contosContosesfregandopequena safada da bucetinha doce contossou putinha do papai e do irmao contoscontos fudeno a mulher do vizinhobuceta dona de casaporno contos levei minha neta na saunaContos Eróticos De Comendo A Veracontos erotico empregada de brasiliawww.contos trai meu namorado com uma mulherNegro pirocudo comendo a ninfeta contocontos eróticos trai meu marido com segurança negao parte 4desenho porno comendo o cuFoto picudo fudenos as casadacontos eroticos de pezinho dormindoquadrinho porno comendo bucetatrepando bem gostoso com a ginecologista mulhercontos