Loucuras de uma mãe carente



Um conto de Clarice/ MG
Chovia a semanas, o inverno chegou mais cedo em nossa região, fiz de tudo para que a obra do meu quarto ficasse pronta antes das férias de Felipe. Todas as coisas minhas estavam lá, acumuladas no guarda-roupas do meu filho, não gostava nenhum pouco da sensação de estar invadindo a privacidade dele, aliás, é um rapaz tímido de 23 anos. Sabia que uma hora eu voltaria a encontrar-me com o cafajeste do meu ex marido, ele nunca prestou e fui descobrir muito tarde. Felipe estava pronto para ir passar quatro dias de suas férias na casa do pai, deixando-me sozinha em casa, não que eu gostasse de solidão, mas confesso que um tempo só para mim era o que eu estava precisando. Deitada no quarto de meu filho, ouço o som de buzinas na frente de casa, era Rick o cafajeste.
-E ai meu pai, vamos?
-Olá moleque pronto pra farra? hahaha.
Que idiota! Falando como se fosse da mesma idade de Felipe. Após ouvir a conversa deles Felipe vem até o quarto pois havia esquecido o celular.
-Estou indo mama, pai já chegou!
-Está bem, tome cuidade querido, me dê um abraço!
Felipe foi ao encontro do canalha, entraram no carro e partiram para a casa. Passavam das 23 horas quando decidi pedir algo para comer, pelo horário pensei que não teria algum restaurante bom e perto, que estivesse aberto naquele bairro, então pedi uma pizza. Enquanto não chegava, fui escolher uma roupa para tomar um banho para tirar o cansaço de ter limpado a casa o dia todo. Estava muito distraída a cantar algumas músicas que gosto quando percebi que o notbook de Felipe havia sido deixado para trás, tive uma idéia de escolher minha roupa de banho ouvindo músicas e também levar para o banho, prevendo que seria uma forma legal de passar meu tempo sozinha, embora sabendo que seriam apenas quatro dias.   Coloquei minha calcinha blusa e legin sobre a cama, sentei na mesma com o aparelho no colo, e fui procurando pastas de músicas. Felipe era muito organizado, haviam centenas de pastas de músicas armazenadas, eu não sabia por onde começar, então selecionei todas as pastas dando um "Ctrl + A" e dei um "Enter" vi que junto com as pastas de músicas, imagens e vídeos de clipes foram juntas, não importando, coloquei o noot em cima da mesa e segui até o guarda-roupa pegando meus cremes e óleos para o corpo. De repente, do nada, de costas para o computador começo a ouvir sons de filme pornográfico, dentro de mim comecei a rir, pois eu estava sozinha em casa e acabei achando engraçado que Felipe naquela idade ainda tinha aquilo no computador, dei meia volta com um sorriso debochado fui trocar o vídeo para a próxima música que viria, não poderia eu imaginar o que estava por vir na seleção seguinte, quase tive um ataque cardíaco, sensação de susrpresa e desconforto ao ver que não era uma música que se seguia mas sim uma sequencia de 5 imagens chocantes para mim, pensei comigo: "Será meu filhinho gay? " Não ! Isso não!" Comecei a ficar trêmula ao ver as imagens, parecia ser a mesma pessoa nas 5 imagens, era uma rola, um pau cabeçudo, não sei ao certo medidas, talvez uns 18 cm, grosso. Fiquei desconcertada,no fundo comecei a sentir minhas orelhas esquentarem junto com minhas pernas, comecei a tremer pensando que meu fiilho tinha fotos do pau de outro homem em seu computador. A cada imagem senti uma leve excitação tomar conta do meu corpo, uma mulher de 42 anos solteira a muito tempo, era normal.
Mas o que não foi normal, o que me deixou constrangida foi a última foto. Pude perceber que era a mesma pessoa pelo tom de pele e formato do membro, mas a tatuagem no calcanhar esquerdo era o pé de meu filho. Nossa, como ? o que pensar? o que sentir? Vergonha e remorso de ter me excitado, eu não via um desses desde que me separei. Comecei a ficar ansiosa e respirava ofegante, fui correndo para o banheiro e tomei um banho frio, mas o calor estava dentro de mim, o que não adiantou nada a água fria. O entregador chegou, era uma menina, muito simpática, peguei a pizza e fui para a sala olhar televisão. Duarante a madrugada, depois de assistir várias séries na tv, maus pensamentos começaram a tomar conta da minha mente, lá estava eu pensando nas coisas que aconteceram horas antes.   Com o coração a milhão, condenando-me no meu subconsciênte fui até o quarto, deitei-me na cama, peguei o notebook , abri a pasta "confidencial" descrita por Felipe, entrei selecionei todas as imagens e dei Enter novamente. Não aguentava mais de tanto tesão, abaixei minha calcinha até meus calcanhares, estava ignorantemente molhada, ao passar a ponta dos meus dedos em minha xaninha fazia até barulhos de tão molhada que eu estava. Não deu outra! Comecei a masturbar-me com as imagens que via, estava cometendo uma loucura, mas por estar sozinha em casa não temia gemer alto. Após ter um maravilhoso orgasmo, exausta tive que tomar outro banho para dormir.

Foram quatro dias repetindo estas atitudes questionáveis, estava viciada na siririca, coisa que fazia muito na adolescência, mas que após amadurecer nunca mais havia tocado-me daquela forma. Estava louca para foder, com amigos não teria coragem, sempre mantive a pose de mulher séria e educada, não poderia cometer um deslize desses, ficaria mal falada pois sei que homem não guarda esse tipo de segredo. Estava subindo pelas paredes nesses quatro intermináveis e maravilhosos dias.
No dia em que Felipe retornaria, fui até o supermercado e comprei muitas coisas que ele amava comer, um bom vinho, e retornei para casa, preparei um bom jantar, enquanto o esperava, quando recebi sua ligação...: " Alô?? Mãe? Olha só, vou chegar uma hora mais tarde do que o previsto, o carro do pai quebrou, tive que pegar um ônibus, beijo, até mais."
Bom, uma hora era um bom tempo para poder me arrumar. Fui até o quarto ver as roupas , peguei minha toalha e fui para o banho. Confesso que não percebi o tempo passar, tomei um banho 'daqueles', ainda molhada, por mal costume de me secar e trocar-me só no quarto , abri a porta e fui até o quarto, quando chego lá acabo me assustando, pois lá estava meu filho sentado na cama com o notbook no colo,
-Oi Felipe! Nossa já faz tempo que chegou?
- Já faz uns 10 minutos, mãe, você mexeu no meu not?
Gelei com a tal pergunta, parecia até que ele sabia, e mesmo tendo zero chance de ele saber , pelo sentimento de culpa comecei a tremer e a gagueijar na frente dele dizendo que só tinha escutado as suas músicas e nada mais. Ele tentou argumentar mais mas o interrompi perguntando como tinha ido lá, enquanto ele falava pedi para ele virar para o outro lado para eu me secar, burra comecei a me secar de costas para ele, depois de alguns segundos virei-me para ele e ele ainda continuava de costas para mim, mas a idiota não percebeu o espelho enorme na porta do guarda-roupas. Ele mesmo sem querer me viu nua!
Assustada pedi para que ele se retirasse, ele saiu com um ar de deboche no rosto, típico da mãe, e terminei de me arrumar. Durante o jantar conversamos um pouco, e por um momento de silêncio ele solta: " Você viu minhas fotos pelado?" Quase engasguei com um pedaço de tomate na garganta,até tossi de verdade, o garfo na minha mão começou a balançar, pois fiquei nervosa como quem tem culpa no cartório, lógico que disse que não, o que ele iria pensar de mim? que sou uma depravada? não! mas ele muito esperto me pegou e disse: " Sabe mãe, é que quando eu cheguei o pc estava aberto direto na imagem em que eu estou segurando o... a senhora sabe na mão esquerda!"
Sem ação, meu mundo caiu. Gelei por dentro, não sabia o que dizer, então só baixei a cabeça, e pedi desculpas. Ele ficou em silêncio. Aquilo foi terrível, me deu vontade de chorar. Mas depois do jantar, ele muito educado pediu para lavar a louça. Ficamos quase a noite toda em silêncio, o único momento juntos seria na hora de dormir. Pela primeira vez armei uma cama no chão, ele estranhou isso, mas não disse nada.
Na manhã seguinte Felipe saiu para trabalhar, enquanto eu arrumava o quarto encontrei seu celular em cima de um papel aberto parecia um bilhete. E era um bilhete e dizia o seguinte:

Bom dia dona Clarice! Ainda estou tentando processar o ocorrido, sei que não é fácil para você conviver a anos com um homem em casa sem namorar e sem sair, você é uma bela mulher, é inteligente, super bem educada, humilde com todos, e acho normal o que aconteceu, sei que voce viu minhas fotos sem querer e acabou se excitando, mas eu quero deixar tudo equilibrado para que voce não fique constrangida quando eu retornar hoje! Vamos fazer um acordo? ...
Ao terminar de ler fiquei pasmada com o que ele me pediu para fazer, fiquei nervosa, com medo mas muito muito ansiosa, sem pensar duas vezes, sabia que eu no fundo queria fazer o que ele queria, até pra ajudar a manter o equilibrio familiar dentro de casa. Então peguei seu celular, e comecei a tirar fotos minhas de várias maneiras, com roupas que tinha guardadas para um momento especial com eventuais namoros que no final não consegui ter pois parece que os homens tem medo de mim e os que não tem não me atraem. Esta era a primeira parte do plano, a segunda era a mais difícil, abri a caixa de email e comecei a enviar para a caixa de entrada de Felipe uma por uma. Pensei , no que será que toda essa loucura vai dar?

Foto 1 do Conto erotico: Loucuras de uma mãe carente

Foto 2 do Conto erotico: Loucuras de uma mãe carente


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario icecool

icecool Comentou em 26/09/2016

NU... que conto gostoso... vc é uma bela mulher e uma bela mãe... :)

foto perfil usuario coroa70

coroa70 Comentou em 25/09/2016

No que a loucura vai dar não sabemos .mas na real vc vai dar pro seu filho .votei

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 24/09/2016

Por uma pica linda dessa ou um rabo delicioso desses, eu quero os dois, juntos ou separados! Betto

foto perfil usuario kzdo_40tao

kzdo_40tao Comentou em 29/08/2016

Que delícia de mamãe, queria uma assim... Espero a continuação.

foto perfil usuario jhtg

jhtg Comentou em 13/08/2016

gostei, esperando a continuação......kkkkkkk...votado

foto perfil usuario aarthurcas

aarthurcas Comentou em 08/08/2016

Continua!!!

foto perfil usuario tatuadojpa

tatuadojpa Comentou em 07/08/2016

Que delícia de mamãe!!

foto perfil usuario nely delicia

nely delicia Comentou em 06/08/2016

Meu amor... um pau desses, ate eu ia querer... quero ler a continuação, fiquei molhadinha com esses fotos...




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


88353 - O Que foi que deu em mim? - Categoria: Incesto - Votos: 15
89418 - SEGREDOS DO LAR - FERNANDA - Categoria: Incesto - Votos: 28
90568 - SEGREDOS DO LAR- FERNANDA II - Categoria: Incesto - Votos: 9

Ficha do conto

Foto Perfil vitamina94
vitamina94

Nome do conto:
Loucuras de uma mãe carente

Codigo do conto:
87414

Categoria:
Incesto

Data da Publicação:
06/08/2016

Quant.de Votos:
30

Quant.de Fotos:
2


Online porn video at mobile phone


contos de rasguei o cuzinho da minha avónosso iquilino viu a calcinha da minha esposa calcinha contos eroticowww.entiadacontoeroticofantasia de mulher no carnaval conto eroticoacordei de conchinha com meu amigo sexo gayacho que virei cornoEu e minha mae gorda conto eroticoconto erotico angelica dei pro amigo do meu maridotortura sexual, tarados mordem clitoris da puta e arrombamirmaogayboqueteEnrabando a diarista conto eroticotio transa com sobrinhas conto ritinha conto erótico completoconto erotico cumplicidadezoofilia caes gigantescos fodedorfilhaputacontogozou sem querer na buceta da casada contocontos com fotos flagrei minha mãe chupando rola do vizinhoconto erótico foi ajudar um amigo e vurou cornocontos primeiro sexo primeira suruba de uma novinhaconto erotico de incesto: sou cadelinha do meu filhowww.conto erotico cumendo o cu virgem da mulher do enpregadowww.hentai contos pirocudo enraba mãe do amigocontos deu mole ele kreutias do bucetaocontos eróticos dodoi infanciacontos eroticos dando a buceta pro negrocontoerotico michele baixinhaporno.masdrata.filhono.riucontos eróticos abusada incestoconto erotico esposa paraibinhaconto eróticos gosei boca meu irmãocontos eroticos gay eu e meu amigo fudemos todo dia no mato conto gaycontos eroticos minha esposa pensa que eu nao seigemendo na pica grande do namorado da minha amiga, aiii...me come se caralhudo mete tudo na minha buceta. conto eróticopaupequenopornogratiscontos eroticos do dia que senti tesao pela minhapropria irma arregacei xvideonovos contos eriticos escritos de lactofilia[email protected]minha mae sábia sexo expricito contosconto erótico motorista da filhaconto colocaram eu nu de castigo na frente de todos no ofanatocontos eroticos meninas de 05,06,e 08 anos perdendo as vingindadesContos eróticos de orgias tripla penetraçao com os negaoscontos eróticos dei pro meu vizinhochantagiei minha irmã parte 2sedutoras e marrentas parte 4 contos eroticosMeu pai me fode no terreno abandonado contos eroticos de gaysler contos sou puta mais figindacontos eroticos de incesto mae tica o filho mais com babydoolcomeram minha mulher na festa conto conto erotico minha namorada dançando forro com meu tioconto erotico passando bronzeador casadacontos eroticos plug anal trabalhoConto gay comido pelo coroa dominadorconto erotico fatima garcia"contos eroticos" "amiga do meu filho" nudismocontos+eroticos+as+cuecas+das+tiascontos eroticos amor profundoEncoxei a tia da pirua contos eroticosmulher maravilha transandobundinha redondinha levando vara do maninhoindio tarado por grelo grandeconto erotico primas safadascontos eroticos tio dormindo e sobrinha rabuda chupa seu pau de 25cmconto erótico enteadaconto gay papai e vovôprofebranca fotoSugaram meus peitinhos no bailecontos amante de pegadacontos eroticos incesto maravilhosocontos eróticos gay dia de orgia com ursosconto porno saiu sangueJairo nego Magrinho tesão e dotadocasadas lactantes de cornosconto erotico gravida dos piõesConto porno desdi pequena pai e mae me comemulher ficando pelada na fremte do homemconto de uma putahttps://vangogrostov.ru/conto/48999/732843/sexo-no-presidio-segunda-parte.htmlporno gay quadrinho mozto ruconto erotico com coroa gayconto de sexo o vizinho de geraldosexo com pai e mãe acabou sobrando pra filhinhacontos eróticos gay Thiago e BinhoQuadros eroticos OS substitutoConto erotico meu marido mi comeu na ruaconto gay empurrando rola no meu sobrinhocontos eroticos primo pequenoEu fui levar minha sobrinha no meu carro n cs del minha sobrinh disse tio me leva pro motel conto eróticoO filho da patroa da minha mae conto erotico gayconto gay em loja contos eroticos de traição no carro e ele nem percebeuSexo na faculdadeseu madruga comeu chiquinha enqunto ela dormia historias eroticasDesabafo de uma mae cap.XXIII