Deu pro delegado pra poder ver o marido na prisão.



Olá, me chamo Pitaya, e esse é meu primeiro conto aqui, espero que gostem, alguns contos serão verídicos e outros apenas desejos íntimos que se passam em mim. Peço que me mandem bastante emails e scraps falando sobre os contos, sobre oque podem melhorar, e me darem novas ideais. Com amor, Pitaya.

   Neste conto, irei relatar sobre Bruna, uma loira robusta casada com Pedro. Quando Pedro ficou desempregado, a situação econômica da família ficou apertada, logo não tiveram dinheiro para pagar o aluguel da casa onde moravam e foram despejados. Sem teto e sem dinheiro, tiverem que recorrer a uma favela que se encontrava ali por perto. Como ambos não conseguiam emprego, Pedro começou a se envolver no tráfico de drogas e tornou-se um usuário. Em um dia qualquer, quando a policia fez uma operação na favela, Pedro foi preso com drogas e indiciado pelas autoridades. Enquanto isso em casa Bruna recebia a noticia de que seu marido fora ido preso.

   Apreensiva Bruna se deslocou até a delegacia onde Pedro se encontrava mas por arrogância dos policiais não conseguiu chegar até ele.A todo momento Bruna implorava a algum policial:
Bruna: Por favor senhor, permita-me ver meu marido.
Policial: Saia daqui vadia, já te disse que não pode ver esse drogado, lugar de traficante é na sela sem regalias.
Bruna: Mas por favor, preciso muito vê-lo. Porque não posso ir até la ?
Policial: São ordens do delegado de plantão.
Bruna: Então quero falar com ele ! já !
Policial: vadia, filha da puta, já disse que você não pode ir até lá.

Bruna então ignorou o policial arrogante e correu até a sala do delegado, onde entrou sem bater, e foi logo implorando. O delegado levantou os olhos, e ao ver aquela loira de saia rodada curtinha recobrindo uma bunda enorme, e uma tomara que caia branca (que já estava um pouco transparente porque molhou de suor)preenchida de seios fartos com biquinhos aparentes devido ao frio, seu pau subiu automaticamente.

Delegado: Em que posso ajudar, senhorita?
Bruna: Excelência, meu marido foi preso, e eu preciso vê-lo, porém esse seu soldadinho arrogante não me permitiu entrar.

O delegado olha pra ela com desejo, trata-se de um olhar devorador, e Bruna automaticamente fica corada de vergonha.

Delegado: Infelizmente eu não posso ajuda-la
Bruna: Mas doutor, eu faria qualquer coisa para vê-lo
Delegado: Mas não há nada que se possa fazer, são regras.

Bruna já havia desistido e quando virou-se de costas para sair da sala, sentiu um corpo encostar no seu, arrepiada, ela olha pro lado, e continua sentindo uma mão que sobe até o meio de suas coxas vindo por trás, ouve-se uma voz no pé do ouvido.

Delegado: Mas você é uma vadia bem gostosa hein, talvez eu possa te ajudar.
Ele continua subindo com a mão, e Bruna fica paralisada.
Bruna: Seu porco safado, tire as mãos de mim.
Ele a segura forte no braço e continua.
Delegado: Você me encheu de tesão sua puta, eu gosto muito de uma buceta assim rosinha, e vindo aqui na minha sala com uma roupa provocante dessa, com toda certeza você queria ganhar pica.
Bruna: Filha da puta, isso é abuso de autoridade, você não pode tocar assim em mim.
Delegado: Vai por mim, é melhor você deixar eu te fuder, caso contrario, você não vai ver seu marido por um bom tempo.
Dizendo isso, Bruna consentiu. E ele a pegou pelos braços, jogou sobre a mesa dele, abriu suas pernas, e ao ver sua bucetinha engolindo sua calcinha fio dental, ele a rasgou com a boca, e meteu-lhe a língua no grelo.
Bruna: Por favor, vamos com calma.
Ele abria os lábios da buceta rosinha dela, e chupava com vontade, se deliciava, mordia, puxava, até que sem que Bruna esperasse ele meteu 3 dedos e a fodeu com brutalidade. Bruna gemia alto, enchendo-o de tesão e mais vontade de rasga-la inteirinha. desabotoou a calça colocando aquela pica de 23cm grossa pra fora, pegou Bruna pelos cabelos e socou tudo em sua boca pequena, que veio a engasgar muitas vezes.
Delegado: Vai vadia, chupa com vontade essa rola, tu não quer ser mulher de malandro? então agora vai aprender.
Bruna estava cheia de tesão mas negava, implorando em todos os movimentos para que ele parasse. Ele então colocou ela de quatro sobre a mesa, e sem cerimonias enfiou logo aqueles 23cm dentro da buceta rosinha. Bruna foi ao delírio, e gemia como uma egua no cio.
Bruna: Vai seu filha da puta, fode igual homem, me deixa arrombada.
Ao ouvir aquelas palavras o delegado a fodeu brutalmente, a deixando toda aberta e ardida. Foi quando cansou da bucetinha dela.
Delegado: Aé safada? então vamos ver, agora eu quero um buraco mais apertadinho. haha
Bruna: Nãao, no cuzinho não! eu sou virgem, vai doer muito.
Antes que Bruna terminasse a frase, o delegado já forçava a cabeça da sua pica naquele cu fechadinho, que involuntariamente piscava de tesão, ao conseguir rasga-lo, Bruna gritava por algo que não sabia se era dor ou prazer.
Delegado: Vai piranha, rebola com esse cu apertado na minha rola.
Bruna: aaaah seu frouxo !
O delegado puxava forte seu cabelo para trás, fazendo o quadril dela ir de encontro a pica cada vez mais forte, e logou esporrou dentro daquele cuzinho, tirando o pau e deixando a porra escorrer pelas pernas de Bruna. Ele a deu um tapa na bunda.
Delegado: Prontinho vadia, agora você pode ir ver aquele corninho.
Bruna não teve chances nem de se limpar, apenas abaixou a saia.
Bruna: Filha da puta, você me fodeu e agora só me manda embora?
Delegado: Se reclamar demais, não te deixo ver o corno manso e te dou mais um chá de pica ! HAHA
Bruna saiu pela porta da sala e foi de encontro ao seu marido na sela, onde preferiu deixar aquilo em segredo e apenas aproveitar a chance para conversar com Pedro, o mais novo corninho, mas ainda sim o dono do amor dela.

Espero que vocês tenham gostado, e peço para que cada leitor desse conto, me mande uma avaliação por email... abraços.


Foto 1 do Conto erotico: Deu pro delegado pra poder ver o marido na prisão.

Foto 2 do Conto erotico: Deu pro delegado pra poder ver o marido na prisão.

Foto 3 do Conto erotico: Deu pro delegado pra poder ver o marido na prisão.

Foto 4 do Conto erotico: Deu pro delegado pra poder ver o marido na prisão.

Foto 5 do Conto erotico: Deu pro delegado pra poder ver o marido na prisão.


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario bom31

bom31 Comentou em 25/12/2016

Muito bom... Votado

foto perfil usuario sena.bh

sena.bh Comentou em 23/11/2016

Dessas vadias q amooo.. Delíciaa! Votei!

foto perfil usuario marconds

marconds Comentou em 06/11/2016

Conto delicioso

foto perfil usuario

Comentou em 06/11/2016

Delícia de conto muito excitando. Votado

foto perfil usuario espadachim

espadachim Comentou em 03/11/2016

Votado!seja bem vinda ao rol linda! Muito bom!

foto perfil usuario giuser

giuser Comentou em 03/11/2016

Gozeo de novo delicia.

foto perfil usuario cassete 22

cassete 22 Comentou em 03/11/2016

delicia de conto me dexo de pika dura, votado...

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 03/11/2016

Amo comer Pitaya, é uma fruta deliciosa! Se sua fruta for parecida com a de Bruna, vou amar comer vc Pitaya! Continue a escrever e ilustrar seus contos! Nota mil! Betto

foto perfil usuario giuser

giuser Comentou em 16/10/2016

adorei queria ser este delegado se vc quiser eu finjo para vc contar depois. Bjus Votado

foto perfil usuario lucasoliv

lucasoliv Comentou em 15/10/2016

q delicia de conto.... adorei... fiquei excitadissimo

foto perfil usuario gomessafado

gomessafado Comentou em 15/10/2016

Gostei do Conto muito bom e excitantes

foto perfil usuario jken

jken Comentou em 15/10/2016

Belo conto porém faltou umas reais

foto perfil usuario antoniolobo

antoniolobo Comentou em 15/10/2016

Que estréia! Excelente e cheio de putaria!

foto perfil usuario marcosesafado

marcosesafado Comentou em 15/10/2016

Mas q dlc de conto em safadinha. Me deixo com tesao aq. Espero ler outros

foto perfil usuario hsolteiro

hsolteiro Comentou em 14/10/2016

Bela História, muito excitanteee

foto perfil usuario tomridle

tomridle Comentou em 14/10/2016

ótimo conto com fotos muito excitantes!

foto perfil usuario scanalha

scanalha Comentou em 14/10/2016

Gostei mas achei muito curto, ela era pra ter dado mais e engravidado do delegado e ele ter dado uns tabefes na cara dela na hora do insulto, te indicar a cena da Cristiane Torlone no filme Um beijo no asfalto, vai te dar inspiração para esse tipo de cena.

foto perfil usuario scanalha

scanalha Comentou em 14/10/2016

Gostei mas achei muito curto, ela era pra ter dado mais e engravidado do delegado e ele ter dado uns tabefes na cara dela na hora do insulto, te indicar a cena da Cristiane Torlone no filme Um beijo no asfalto, vai te dar inspiração para esse tipo de cena.

foto perfil usuario jaime

jaime Comentou em 14/10/2016

Gostei do conto. Agora escreve um com fatos reais.

foto perfil usuario jaime

jaime Comentou em 14/10/2016

Gostei do conto. Agora escreve um com fatos reais.

foto perfil usuario gugu7l

gugu7l Comentou em 14/10/2016

conto perfeito, excitante, delicioso, continue postando, agora queremos um seu, um desejo que quem sabe não se possa tornar realidade, bjs, votado.

foto perfil usuario exdetento

exdetento Comentou em 14/10/2016

Delícia de conto...muito excitante Parabéns pelo primeiro conto...seja bem vinda




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


Ficha do conto

Foto Perfil pitaya
pitaya

Nome do conto:
Deu pro delegado pra poder ver o marido na prisão.

Codigo do conto:
90503

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
13/10/2016

Quant.de Votos:
32

Quant.de Fotos:
5


Online porn video at mobile phone


gotosas gemedo gritando de tesaocuconto erótico o marido dormindo e a m*********** para dois amigos delebuceta da minha filhaCell hentai gayfotos da tia peladaAdoro dar meu cu pro amigo do meu filho contosmedica do cfm caiu na net fodendoconto eroticomeu pastor me comeutransei com professor gaycontos erotico-você fodendo muito meu cuzinhomae de amigoquadrinho eroticotetas sendo mamadas lactofilianovinha ficou mevoza poke gozou detrowww.conto erotico cumendo o cu virgem da mulher do enpregadoconto erotico filha e sogra e ex presidiarioContos eroticos maravilhosa ui amei ser fodida por aquele homem ai fode fodecontoerotico sobrinha cabacinhapai xoxota da mae e doce contos eroticosconto eroticoconto erotico de vizinha putafilha novinha do dono da fazenda olhando cavalo de pau duro no curraobuceta retacontos eroticos tirando o cabaco do cuzinho do primobrasil porno sexafillcontos comi a mulher do meu enteado novinhaconto erotico tomando banho com minha maeconto erotico peitudaVovo especial do pau grande contoscontos eróticos estuprada pelo zelador Conto erótico de foda com fotoporno erotico eu minha esposa e amantesconto tranzei com a neta do meu paicontos heroticos gay meu primo de dezesseis me comeu quando eu tinha oito anosFOTOS DA BUCETA DAVIZINHA DA PRIMAcontos eroticos gay com fotoflagas de homens acompanhado e outra mulher de saia sem calcinha provocando 2017 fuder com eleFio dental madrasta contosvurei emoregada do vizinha parte 8Minha amiga chupou minha buceta e agora?contos gay bebado paiConti herotico shortinho na bucetacontos eroticos Ono na casa de coroa anooteContos lesbico patroa e empregada com fotoscontos eroticos com nossos amigos intimos 2contos eroticos gay de novinho sentei no pau grande e judiei deleui ui picas pretas gostosas de travestis15285 - Primeiro comedor, depois corno e agora viado - Categoria: Gays - Votos: 5contos erotico de madrinha com afilhadoultimos contos sadocontos muito erótico de uma mulher solitáriaconton erótico incesto padrastocontos de incesto mae ajuda filho a sair da crise de bucetaContos eroticos coroa izabeldoce nanda conto eroticocontos eroticos camioneiro dando carona pro gordinhoHistorinha de quadrinho pornomamando leitinho contos eroticosContos Incesto tio faminto devorando sua sobrinhaconto erótico ele enfiou a mão na minha buceta fiquei doloridaquadrinhos de maltratando e machuvando bucetacontos eroticos sentada no colo do papai na pracinhaconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cucontos eroticos incesto comendo minha filhascontos eroticos baixinhadano en sala de aula surubacontos eroticosmenininha safadinha conto eroticoultimos contos sadoquadrinho porno justa causaconto real meu vizinho me estuproumãe e filha rabudas contosContos eróticos sobre tios e jardineiros de casaHertaisexo em quadrinhosContos eroticos a advogadacontos eroticos meu pai adotivo comeu a minha boceta quando eu ers pequenaconto erotico mostrei meu pau de propositotio durmiu com o subrinho e a foda rolou gostoso vidioera so fotos sexoQuadro erotico de avatarconto minha esposa quer emprenharcuzinhos todos estragados de rolas todos judiadoscontos eroticos mulher ficou viuva e o amigo veio consolarporno buceta capu de fusca irma gemiascontos eroticos meus primos e seus amigos me arregacaram o cuhentai do avatarQuem quer fuder minha mulher,fotos comentem.contos no colinho do vovôdesenhos de pornotia carente conto eróticoconto erotico o medicocume menina de buceta pequena contoscontos eroticos de cornosseu madruga comeu chiquinha enqunto ela dormia historias eroticaspono..com.travetis.na.ruacontos veridico esposa fode pagando uma divida do marido com o homem bem dotadoContos eroticos de Carla