Dormindo com o pedreiro dentro de mim



Depois daquela noite maravilhosa que passei com Mário, eu estava me sentindo como que apaixonadinho e feliz por ter a oportunidade de mamar tanto aquela pica fantástica. Sinceramente eu nunca me imaginei passar por uma experiência assim, eu estava mesmo nas nuvens. Como eu contei no ultimo conto, após eu perder literalmente a minha virgindade no bumbum, algo incontrolável cresceu dentro de mim de vontade de ficar cada minuto que pudesse agarrado naquela rola gigantesca e linda, que tanto leite grosso e quente me dava. Ele me pediu para passar os dois dias em que meu tio ficaria fora do sitio no quartinho onde ele morava. Meu coração batia forte enquanto eu me preparava para os dois dias, tomando um banho bem demorado ficando bem cheiroso pra encontrar na casinha o meu macho doador de leite !!!
Ao chegar a noite, eu fechei todas as portas e janelas da casa principal e peguei alguns alimentos e me dirigi ansioso para aquela casinha onde uma luz meio fraca iluminava o caminho. Bati na porta e ele me perguntou dando risadas : - meu menininho mamador já chegou ? Eu com um pouco de vergonha nem respondi, apenas esperei ele abrir a porta já sorrindo. Ele estava apenas de cueca e dava pra ver o volume monstruoso daquela rola que seria minha mamadeira por dois dias seguidos.
Me sentei numa cadeira na salinha pequena observando a casa pequena, com um banheirinho, a sala e um quarto onde tinha uma cama de solteiro, onde eu seria comido por dois dias. Mário me disse que queria algo diferente. Ele me disse para eu sentar no chão e abrir a boca com os olhos fechados e com a cabeça apoiada na lateral da cama. Ele se levantou e apagou a luz. Senti a cama de mexer, pois percebi que Mário tinha se sentado nela com as penas abertas nas laterais do meu peito. De boca aberta e já imaginando o que iria acontecer eu esperei alguns segundos, quando de repente senti aquela cabeçona lisa do pau de Mário encostar na minha cara e se alojar em minha boca faminta. Ele me disse que queria ser mamado naquela posição, como se estivesse literalmente me amamentando. Nossa que delicia, o calor o cheiro de sexo e o gostinho salgado daquela rola me deixava extasiado, comecei então a fazer sucção bem lentamente, como se estivesse mamando mesmo. Nossa, eu engolia com muito gosto tudo o que saia daquela rola linda, que entrava cada vez mais fundo na minha boca . mas a posição não ajudava muito, pois a rola de Mário começou a endurecer dificultando a minha mamada. Pedi pra Mário se deitar na cama e deixar eu finalizar a chupada. Ele deu risada, e disse : - Menino, quero gozar na sua boca no escuro pois isso me dá muito tesão. Nossa ! eu meti a rola de Mário na boca subindo e descendo em movimentos lentos eu mesmo tempo que eu acariciava de leve aquele saco enorme. As vezes tirava a cabeça pra fora da boca e enchia ela de beijinhos, mas a sede de rola me fazia engolir a tora de Mário rapidamente, pois eu não queria ficar longe dela em nem um segundo. Mário começou a me falar safadezas gemendo e dizendo que ia gozar na minha cara e encher minha boca de porra quente. Eu então fiz o que ele me ensinou, meti a cabeçona desproporcional na boca mantendo-a presa com sucção e fazendo com a mão direita, movimentos lentos de punheta. Mário gemia como louco e começou de repente a fazer movimentos lentos com o quadril, como se estivesse fodendo a minha boca. Ele deu umas dez bombadas e gemeu forte falando com a voz meio embargada : - mama o seu macho meu menino, que vou encher sua boca de porra. Logo senti os jatos fartos de sêmen de Mário invadindo a minha boca e descendo lentamente pra dentro da minha garganta. Nossa me senti alimentado de leite delicioso enquanto eu sentia o corpo de Mário ainda tremendo enquanto ele me alimentava com os últimos jatos de esperma. O danado depois de terminar de gozar, passou a cabeça do pau pelo meu rosto, despejando as ultimas gotinha de porra na minha cara. Me senti literalmente uma mulher. Depois de uns instantes ele se deitou e falou que ia dar uma dormidinha para se recuperar pois queria me foder.
Confesso que na primeira vez que ele me penetrou, eu senti dores, mas não ia aguentar sair dali sem ter o leitinho de Mário derramado no meu interior. Queria me sentir inseminado literalmente.
Depois de uns 40 minutos ele despertou de um sono meio pesado e comeu uma goiaba, segurando sempre com a mão esquerda aquela rola maravilhosa que já se avolumava assustadoramente.
El se levantou, pegou um potinho de vaselina e veio na minha direção. A cada passo que ele dava, aquela rola maravilhosa balançava de um lado para outro, numa perspectiva de prazer e dor. Mário encostou a cabeça da rola na minha cara me pedindo pra mamar e fazer seu pau ficar duro de novo. Claro que não pensei mais vez, abri a boca e engoli aquela preciosidade, mamando bem devagar por uns 3 minutos enquanto seu pau ficava a cada vez mais quente e duro.
Mário então me deitou de bruços, com as pernas bem abertas e senti perfeitamente seu dedo safado se alojar dentro de meu rabinho, melecando ele completamente de vaselina.
Depois de alguns segundos eu senti Mário encostar a cabeça do pau no meu rabinho e empurrar devagar a rola gigantesca pra dentro de mim. Senti a pressão e uma dor fina, senti perfeitamente a cabeça do pau de Mário vencendo a resistência de meu anus e começava a penetrar.
Mas dessa vez a dor não foi tão grande, eu comecei a suspeitar que a vaselina tinha algum tipo de xilocaína ou algum produto para diminuir a dor.
Senti o pau de Mário entrar lentamente atolando cada vez mais centímetro por centímetro pra dentro de mim. Dessa vez eu não pedi pra ele parar, pois queria ver se eu aguentava todo aquele volume de pau dentro de mim. De repente Mário me falou : - Parabens meu menino, nenhum menino como você antes aguentou minha rola dentro do rabo, mas agora eu te digo, estou dentro de você até o talo, apenas minha bolas estão de fora.
Após ele dizer isso, senti suas mãos segurarem meus ombros e pude sentir o pau de Mário entrando e saindo de meu rabinho lentamente, o peso de seu corpo, o calor e a respiração pesada de Mário em minha nuca, me deixava com um tesão maluco, e ele começou a marretar aquela rola linda inteira dentro de mim, me fazendo me sentir uma putinha satisfeita. Mário bombou fortemente dentro de mim por uns 3 minutos de repente ele me falou : - menino eu tenho um sonho de dormir com a rola enfiada dentro de alguém, nunca pude fazer isso, você me deixa ?
Do jeito que eu estava não poderia negar e eu consenti balançando a cabeça como que aceitando o seu pedido. Mário então deu uma risada gostosa e me disse que ia gozar... Senti mais umas dez bombadas e então finalmente senti ele metendo tudo, o mais fundo que podia e tremer gemendo forte. Senti perfeitamente o pau de Mário pulsando e latejando dentro de mim, dai veio aquele calor delicioso de sua porra invadindo minhas entranhas e me enchendo de seu leite de macho.
Após ele gozar, ele ficou imóvel, com o peso de seu corpo encima de mim, a força da gravidade fazia seu pau se manter totalmente atolado no meu rabinho, eu apenas abri um pouco mais as pernas e em poucos minutos senti os roncos do meu macho que mesmo dormindo me dava o prazer de sentir o pau gigante totalmente entalado dentro de mim.
Após alguns minutos curtindo a sensação maravilhosa de ser comido por aquele homem fantástico, eu comecei a cair no sono, dormido com Mário encima de mim com seu pino de segurança bem enfiado no meu rabo.
Dormi profundamente, e depois de umas horas, o sol clareou a casinha e eu acordei meio atrapalhado sem entender o que acontecia. Mário ainda dormia e quando eu me dei conta, fiquei maravilhado pois mesmo mole, seu pau estava todinho atolado em mim. Comecei a char Mário pelo nome e ele despertou. Ao sentir entalado em mim ele deu uma risada bem safada dizendo assim pra mim : - Menino, vamos levantar e tomar café, pois hoje vc tem várias tarefas para fazer, quero pelo menos umas três mamadas e duas metidas até a noite !
É claro que eu aceitei imediatamente, pois após eu perder minha virgindade completamente, não iria desperdiçar uma gotinha sequer do leite maravilhoso daquela rola fantástica daquele senhor que me encantou e me fodeu por 20 dias !
Se alguém se interessar em ser o meu Mário, pode entrar em contato !!!!

Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario

Comentou em 22/11/2016

Muito bom! Espero que tenha mais para contar. Uma delicia esse macho!




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


88533 - Aprendendo a mamar com o pedreiro - Categoria: Gays - Votos: 33
91389 - Mamando o pedreiro por vinte dias e tomando leite - Categoria: Gays - Votos: 25
101666 - A ultima transa com meu pedreiro super dotado (O adeus a Mario) - Categoria: Gays - Votos: 9

Ficha do conto

Foto Perfil marcelinoperes
marcelinoperes

Nome do conto:
Dormindo com o pedreiro dentro de mim

Codigo do conto:
91988

Categoria:
Gays

Data da Publicação:
15/11/2016

Quant.de Votos:
15

Quant.de Fotos:
0


Online porn video at mobile phone


contos eróticos- novinhas safadsquadrinho outra chanceconto banho com a titia minha mãe q faloucontos e fotos gaysme comeu no banheiro do barfoto meninas virgem peladinhagordinha pelada comiQuadrinhoseroticosirmasConto erotico gay: estuprei meu enteadoquadrinho porno reencontro com colega da escola e sua filhametendo objetos no cuSexo com Beto Papakucontos gays historia de peãoporno gay em quadrinho piratasconto eroticos quatradinho travesti negro gays contos comeram o meu cu na escolaconto casal iniciantecontos porno incesto lucia e marinacontosgays incestoultimosContos eroticos mulher chorando no pau do filho roludo que come sem do a buceta da sua mae e da sua irma e sua amiga virgemconto erotico esposinha gostosaCONTOS ESPOSA CORNO ORGASMOimagenes porno de mujeres tetonas con negros comicconto gay irmaos gemendo no pirocao do irmao c fotoas molhadinhana praia xivideobrcaandradeConto estrupo casada namarranovimha transando em mamausAos meus onze anos fui comida pelo namorado de mia baba conto eroticocontos eroticos com fotos ilustrativa dei no meio da festa e meu marido nem viurabudasdeplantaocontos eróticos comi o cu estudante pretinha rabuda e novinhavelhascontoseroticosEdna minha vizinha safada contosexo enqudrinho aventura liajanaina meu sogro tem. pauzaonoracontoeroticocontos eroticos ai nossa quando vi o pau dele era enorme dptado mesmo e eu era bem apertada e quadradinha novinha a minha prima rabuda me deu seu cu conto eróticosdupla+penetracao+eroticamastubando xoxota e pai viu conto eroticocontos eroticos mamae taradaContos minha irmã me deu o rabo de presentecontos eróticos comendo a viznhacontos erotico castiguei a buceta da vadiarasgando a buceta conto eróticocontos de machos roludos dominando cornos das esposasconto erotico casada bunda gigante dormindominha mae nuaputa.arrombadatransei com a vizinha coroa casada conto eróticopai fragor filha chupardo bem gostoso seu namoradoperdi as preguinhas do cu quando era pequenaConto eurotico. Doce maninhaContos eroticos de pirapora mgputa safada chorando nas picas de três marmanjos de cassetes grosso fazem sem dô tripla penentraçãoquadrinho erotico:mamae tirando virgindade do filho 2gay vampiro contomolhei a calcinhacontos erticos dei minha Buceta pro meu primo e ele me engravidouConto erotico eu e mamãe na fazenda de vovôcontos safados genros tranzam com sogras dotadoscontos eroticos de cunhada fudendo com o tioPorno quadrinhoFilinhacontoeroticoburrocontos minha sogra certinha e comi seu cusobrinha contopeladas meladas de manteiga na bunda e buseta todaMinha mulher disse pra eu fuder a buceta da minha filha na frente dela eu fudi a buceta da minha filha e fudi minha mulher elas duas juntas eu depois eu levei minha filha pro motel pra eu fuder seu cu virgem conto eroticomama minha putinha mama nessa tetona contowww.contos virei mulhersinha dos meus amigoscontos com fotos contos eroticostransei com pica gostoso do meu aluno deliciaconto erotico de padrinhoa travestis com o maior penis do mundofudendo um cu dormindo no dentistafilhaputaconto