Sussuros de Uma Mulher Carente



Já passava das oito e meia da manha daquele sábado, quando no meu celular apareceu uma mensagem, oi você é o dom monteiro? Sou a Rita de rio claro e sou fã dos seus contos eróticos, peguei seu zap no face, podemos tc? Respondi com um oi querida, como vai, você é membro do meu grupo no face?, Sim sou você , postou um link no nosso grupo amigos para sempre ai eu curiosa entrei, amei e estou muito excitada rs. Eu conheço Rio Claro Rita tenho um conto com uma enfermeira daí da sua cidade , nossa que legal eu também sou enfermeira kkk, serio rs estou dodói já kkkk. Tudo que você conta é verdade mesmo? Sim amor conto nos mínimos detalhes... estou fascinada com seu monstro , sua língua e principalmente com os relatos de como você é carinhoso, sou casada a 8 anos e faz 2 anos que não sou feliz ele me bateu duas vezes e o amor foi embora agora já não consigo mais gozar passo mal de tanta vontade, mas não quero dar pra qualquer um , e sim para um homem experiente, que não vai me difamar depois , ai vi seus contos , pesquisei com umas amigas que conheci no face peguei o zap delas entrei no grupo delas , e ai vi que realmente você saiu com algumas delas ai fiquei mais a vontade pra te chamar aqui, resumindo, Dom quero que você me faça gozar como uma louca desvairada você faz isso por mim? Eu lendo aquilo, não estava acreditando que ela estava falando a verdade, me parecia um pouco desesperada, amargurada, por ter um casamento já a beira da falência e um marido que não a comia de verdade, e ainda a espancou, não gosto muito de me envolver com mulheres casadas, mas essa mulher estava, precisando deixar seus hormônios saírem e o marido, não estava nem ai pra ela. Sei que existem muitas mulheres casadas que estão passando por isso que você esta passando amor , mas você tem certeza que quer que eu a possua , tem certeza que quer que eu a penetre e te faça ir a loucura? Sim nossa já estou meladinha posso te ligar, posso? Disse que sim, logo o meu celular tocou... oi Dom, era uma voz bem melosa, e baixa, parecia que estava falando com medo de alguém escutar, tudo bem Rita, nossa que voz gostosa, e mansa esta tudo bem? Sim esta é que meu filho esta dormindo com meu marido e eu estou aqui no banheiro, sua voz é muito grossa e gostosa, estou toda arrepiada , cuidado para seu marido não escutar ai ele vai te bater de verdade, não se preocupe ele esta bêbado aff não agüento mais Dom, quero você quero sair jantar fora você esta disponível hoje? Sim estou mas como você vai sair querida, ele trabalha viajando com caminhão e hoje ele viaja as 14;30 só volta daqui a 15 dias , faz 3 dias que ele esta aqui e nem me beijou, tudo bem como vamos fazer então amor eu vou ai te buscar?, Não Dom eu vou ai sou muito conhecida aqui , assim que ele sair eu já saio também, meu filho fica com o pai dele hoje , ele é padrasto, eu só pego ele no domingo a noite, serio amor então vamos fazer assim, você conhece Cosmópolis, sim conheço de passagem , quando vou a Paulínia na minha Irma , alias é isso que vou dizer para minha mãe que vou a Paulínia, passo por ai., vou te esperar na rodoviária então quando você chegar me liga ou me passa o zap. Sim você tem uma foto mais recente Dom; envia-me agora pra eu saber que é você e vou te manda uma aqui agora na frente do espelho beijos. Eu mandei uma minha tirada na hora, ela me enviou outra, estava com uma camisa branca de manguinha com um decote com os seios quase pra fora ficou bem nítida a foto e dava para ver as pimentinhas como uma banana, ela era branca, cabelo pintado de vermelho vivo, olhos verdes piscina. Estou um pouco gordinha Dom, mas sei que você não liga pra isso, li em seus contos, que você não faz acepção de pessoas. Você esta linda quando chegar me avisa. Eu tomei um banho, passei hidratante em meu corpo todo e usei um creme para os pés, passei malbec   em meu corpo em algumas partes coloquei uma bermuda jeans azul sem cueca o monstro ficou balançando, uma camisa pólo preta colada, e um sapate nis, tríton de couro cru. Desci de moto ate à rodoviária e fiquei sentado na pracinha de frente, 15;25 uma Eco Sport preta, estacionou próximo de onde eu estava , uma mulher , com uma mini saia estampada curtíssima , com um tamanquinho de salto alto, e uma blusinha azul, com umbigo de fora, de óculos escuro desceu do lado do motorista, se não fosse pelo cabelo vermelho vivo eu diria que ela me enganou, as coxas grossas, um pouco de barriguinha como todas fofinhas tem , mas lisinhas , tinha mais ou menos um metro e 170, foi em direção a rodoviária andando, eu estava a uns 100 metro dela, o cabelo esvoaçante ao vento fraco que tocava sua pele branca, a saia fez menção de subir ela segurou na barra, falou com um senhor que estava na porta de um banheiro masculino e ele apontou com o dedo para frente, eu levantei , como todos ali na rodoviária fizeram para olhar aquela delicia passando, fui ate mais a frente e vi que ela parou em uma lojinha de celular entrou e em seguida saiu e meu telefone tocou. Oi Dom já cheguei, onde você esta? Estou a uns 20 metros do seu carro Rita, olha pra frete, ela me deu um joia eu acenei com a cabeça, ela atravessou a rua e veio em minha direção. Oi você é grande mesmo kkk, o perfume que ela estava usando me deixou inebriado e deliciosamente excitado, você é linda Rita, que mulher deliciosamente, linda, kkkk ai, ai Dom, só você acha isso NE sou nada é a maquiagem se você me ver acordar você corre kkk, nossa Rita que maldade com você , e ai, pra onde você vai me levar Dom, to muito ansiosa e rindo a toa é por estou visivelmente nervosa mas excitada também com tudo isso. Vou te levar em casa amor ai La conversamos melhor, e tomamos um vinho que comprei pra você, vou te fazer uma massagem e te deixar relaxada. Ok Dom você quem manda, já vim ate aqui agora seja o que deus quiser, você dirigi pra mim, sim, entrei no carro dela ela entrou no carona, dei um beijo na boca dela antes de sair com o carro, obrigado por estar aqui Rita, disse baixo com meu lábios quase encostando o dela, o olho dela encheu de água e ela disse também baixinho, era onde eu queria estar com um homem carinhoso , sou sua Dom, foi pra isso que vim. Fui acariciando sua cocha grosa e lisa ate em casa, sua mão é forte nossa que pegada forte me sinto segura e a vontade com você. Ela fez um gesto com a mão olhando para mim, posso? Sim claro fique a vontade sua mão vagarosamente percorreu minha cocha vindo do joelho ate próximo ao meu zíper, alisou com força parecia procurar alguma coisa, pernas forte você tem, faz musculação? Eu faço boxe Rita, dou aula em duas casas de recuperação, nossa que legal por isso você é grandão assim. A mão macia estava agora no meio da minha perna o monstro estava do outro lado e começou a endurecer, a bermuda começou a estufar ela percebeu e passou a mão para outra perna, incomodo? De jeito nenhum, ela alisou a outra cocha e não demorou muito encontrou oque ela queria ...alisou o monstro sentindo na sua mão ele duro, nossa que isso que eu achei aqui rs posso saber , porque ele ta duro assim? Logico deusa sua mão gostosa despertou meu brinquedo, hum posso ver ? Sim logico, habilmente ela abriu meu zíper e com as duas mãos tirou a cobra que estava enrolada dentro da bermuda, minha nossa que coisa incrível? To tremendo Dom que rola enorme, ela segurava lambendo os lábios e olhando fixamente para minha rola que estava agora totalmente dura na mão dela, eu dirigindo ja quase chegando em casa, ela deu uma cheirada, um beijo de selinho na cabeça e em seguida lambeu, ui que delicia quanto mede essa rola ... deve fazer um estrago minha nossa, enfiou na boca de novo, agora chupando veementemente com lambidas forte subindo descendo. Nao vai pra sua casa agora não Dom quero chupar ele dentro do carro sempre quis fazer isso mais meu marido nunca deixou. Subi pela rua de casa ela punhetando minha rola que começou a babar, delicia que pau gostoso e engoliu a cabeça, senti a cabeça bater na garganta dela, deu ansiá ela cuspiu na rola e com as duas mãos bateu uma longa punheta.nossa Dom não to mais aguentando, aiii abriu as pernas a calcinha era de renda branca ela tirou soltando minha rola por um momento , olha Dom minha bucetinha ta escorrendo passa a mão,alisei a xota carnuda minha mão ficou melada lambi os dedos cheio de baba, ela enfiou um dedo na buceta e com a outra mão segurava minha rola e batia uma punheta pra mim e uma siririca pra ela. Aiii Dom , Dom, haa aiii ta espirando baba pra todo lado Dom, ta vendo olha Dom , olha aaaaa uuuuuu haaaaa caralho vou, vou haaaaa . Todo liquido estava escorrendo da xota dela para o banco do carro ela gosou aos berros apertando minha rola a ponto de quase esmaga-la. Pegou a calcinha do painel do carro e limpou tudo eu abri a boca e ela enfiou a calcinha eu fechei e mastiguei sugando toda baba que ela limpou. Minha rola estava mole e caída de lado , ela enfiou na boca e começou a sugar a cabeça dolorida pelo enforcamento. Quero porra Dom , quero porra agora, abriu a boca e lambendo a cabeça batia punheta, da porra. Uma onda de calor me atingiu haaaa quer porra quer? Quero , quero porra, quase perdi o controle do carro encostei rapidamente a uma quadra de casa e o leite ja estava jorrando , puta quanta porra aiii, olhei pra Rita toda sua face estava coberta de porra, cabelo seios e o painel do carro coberto de leite. Ela enfiou a rola na boca sugando a ultima gota, a calcinha tinha caído no meu colo ela pegou e limpou o rosto com a calcinha. Colocou a boca no meu ouvido e disse... Me leva pra sua casa.
Guardei a rola e fechei o zipe da bermuda para abrir o portão, ela ficou dentro do carro mexendo na xota de leve e de pernas abertas com a cabeça caída de lado meio que vagando no tempo, com o olhar perdido. Entrei com o carro ela demorou um pouco para descer eu então fui do lado dela e abri a porta, só então que ela voltou em si ... aii Dom já chegamos, sempre falando sussurrando , sim amor nossa estava viajando , você deve achar que sou louca, vem amor entra você é incrível. Quer beber alguma coisa amor, sim um suco você tem, sim de caixinha você gosta , adoro, ela ficou um pouco perdida na sala em pé olhando uns quadro que coleciono, escutei o telefone dela toca, oi sim estou indo para minha Irma ,o jr esta com o pai dele vou dormir aqui , aff não começa, depois falamos boa viajem. Quando cheguei na sala com o suco ela estava digitando algo no celular, problemas? Não era meu marido querendo saber por que não avisei que iria para minha Irma aff, mas esta tudo bem amor? Sim esta nada vai atrapalhar esse momento, queria estar aqui e estou muito bem. Sua casa é linda, posso usar o banheiro, sim pode aqui esta o suco coloca ai já bebo. Eu sentei no sofá esperando ela voltar demorou um pouco, achei que estivesse chorando ou com medo , quando ia levantar ela saiu, posso sentar no seu colo Dom? Lógico pode vem, tira ele para fora, quero sentar encima dele, mas primeiro deixa ele duro quero vê-lo endurecer na sua mão, quando tirei o monstro pra fora já estava endurecendo, ficou sentada na mesa de centro de frente para mim, e abriu as pernas só ai puder ver totalmente sua buceta pequena, com uma racha vermelha no meio, sem pele a mostra, bem inchada, ela abriu com a mão e o liquido estava escorrendo já para fora, ela esfregou o dedo no grelo e disse, quero ver ele endurecer olhando para minha menininha, você gosta da minha menininha Dom?, Disse que sim apertando minha rola que já estava estufada e doendo de dura. Isso assim mesmo agora posso sentar no seu colo? Lógico que pode Rita, vem, ela se levantou e abriu as pernas colocando uma cada lado de frente , segurou no meu pescoço e puxou a anca para frente , esfregou a xota na cabeça tentando sentar mas não entrou de primeira apesar de estar melada a buceta dela, segura pra eu sentar Dom, promete ser carinhoso isso realmente é um monstro, e sou pequenininha, segurei na metade da rola e esfreguei na porta , ela sentou deixando o corpo descer mas subiu rapidamente , quando a cabeça ia entrando, e sussurrando olhando no meus olhos com a boca no meu ouvido quase mordendo,disse; promete mais uma coisa, sim prometo, não mexer e nem fazer movimento algum mesmo se eu te implorar, sim prometo, quero sentir ele pulsando dentro de mim . a rola entrou a buceta cedeu a cabeça foi sendo engolida aos pouco, aiiii, eu permanecia parado , ela mexia bem de vagar para a rola ser acomodada dentro dela. Aiiii, ta entrando, não mexe deixa que eu mexo, uiii, eu abri dois botões da blusa dela e os seios pularam pra fora os bicos duríssimos me deixaram com água na boca, ela com uma mão no meu pescoço e com a outra colocou um dos peitos na minha boca como uma mãe da mama para o filho, chupa, chupa, jogou a cabeça para trás e deixou ele na minha boca , aiii que boca deliciosa, ai Dom, aii, puxou minha cabeça e me deu um beijo longo, seguido de mordidas, minha rola estava agora totalmente dentro dela, dolorida por ter sido apertada mas a buceta estava quente e melada, ela me beijando me sugando a língua, nossas bocas estalavam com os beijos, ela olhou para mim , adoro beijar aquele cachorro não me beija, eu amo beijar Dom , aiii, que delicia, to sentindo sua rola no útero aiiii, ela começou a mexer mais rápido, aiiii, Dom, aiii, uuuu, Dom, aii Domdonzinho aiii, o corpo estava arrepiando , ela se esfregava e se contorcia, eu querendo mexer mas sou obediente, aiiii xupa meus peitos, me beija , me morde Dom aiiiii, ela começou a subir e descer mas a rola não se mexia ela ficou desesperada querendo sentir a rola entrando e saindo , e por estar parado ficou meio mole mas agora começou a endurecer e crescer , aiiiii, nosssa que você fez aiii, ela subiu um pouco a rola cedeu, aiiiiii , ai Dom vou gozar,sua boca e a minha se entrelaçaram de novo , uma mordia forte nos meus lábios e um urro de dor e prazer ecoou na sala, huuuuuu, aaaaaaaa. Ela ficou sussurrando coisas sem nexo no meu ouvido com a cabeça caída no meu ombro, aiii, cadê, onde estou aaa, ta bom... Parecia um delírio, logo parou e ela ficou mole, Rita, Rita, nada sem resposta, ela estava desmaiada, eu tentei tirar a rola, mas não saia puxei de novo , e a rola estava entalada dentro dela foi muito fundo e estava inchada pelo modo que ela apertou , já tinha acontecido isso comigo 2 vezes tomava muito cuidado pois é perigoso, mas agora tinha que manter a calma e esperar a rola amolecer . ela estava mole em meus braços , só ouvia sua respiração forte, eu não conseguia naquela posição deixar ele mole , então tive que com cuidado para não ferir o útero dela deitá-la no sofá e ficar por cima , ela parecia uma boneca de pano toda mole , eu fiquei um pouco naquela posição mas não conseguia me concentrar e nem tirar a rola, olhando para Rita agora toda mole e minha rola apenas uns poucos centímetro para fora , tive uma ideia... Peguei ela no colo novamente estava difícil, pois ela estava largada muito relaxada pelo prazer que sentiu, (uma vez comi uma professora que gozou tanto que ela delirava dizendo que ia bater no filho e dizia vários nomes coisas do seu dia, dia na escola, e depois dormiu por horas sem acordar por nada). Eu precisava ir ate a cozinha pegar gelo para passar nas minhas bolas só assim minha rola iria relaxar e ficar mole novamente com dificuldade fui com ela no colo ate a cozinha e abri o congelador, peguei uma forminha de gelo e joguei na pia , ate para ver se ela acordava com o barulho , mas foi em vão , os gelos se desprenderam da forma eu então peguei uma vasilha que estava no lava louça e coloquei umas pedras de gelo dentro e com muita dificuldade fui em direção ao sofá. Coloquei a vasilha na mesinha de centro e coloquei novamente com cuidado a Rita deitada no sofá, minha rola estava doendo muito estava incomodando mas como a buceta dela estava quente , minha rola não amolecia. Uma almofada estava nas costa dela coloquei na cabeça para ela fica confortável, tirei minha camisa e fiz como se fosse um saco com ela, uma bolsa isso, e coloquei as pedras de gelo dentro, coloquei as bolas dentro da bolsa, que fiz com gelo e amarrei no tronco da rola que estava para fora, o contato com minha pele quente me fez dar um gemido de dor, poucos minutos minha rola estava totalmente mole. Quando tirei de dentro dela um buraco enorme se formou com a grossura que ficou minha rola, fiquei olhando dentro da buceta dela , e imaginei se aquilo não fecha-se logo o que o marido faria, mas como ela disse que ele ficava 15 dias fora então daria tempo, ainda olhando , um liquido viscoso veio La de dentro escorrendo para fora passei o dedo e coloquei na boca era adocicado, ia me abaixando para lamber o resto mas , me lembrei ela estava debilitada dormindo meio desmaiada , e não seria certo , nem teria graça sem ela saber, uma dor me invadia nas bolas , então fui tomar um banho, pois ela iria dormir muito , quando voltei ela estava virada de lado confortavelmente , então percebi que ela estava bem , e agora sim dormindo de verdade. Fui a cozinha abri uma cerveja preta que é a que tomo, liguei a TV e fui assistir o final da natação. Rita acordou só as 19;45, 4 horas depois da foda, eu ainda não tinha gozado só no carro, então foi a minha vez de brincar com Rita. Aguardem esse conto ainda não acabou beijos. Meu zap 19-98178-6780
Foto 1 do Conto erotico: Sussuros de Uma Mulher Carente


Faca o seu login para poder votar neste conto.


Faca o seu login para poder recomendar esse conto para seus amigos.


Faca o seu login para adicionar esse conto como seu favorito.


Comentários


foto perfil usuario duetto

duetto Comentou em 29/04/2018

Está de parabéns pelo seus contos, fico aguardo das continuações. Tem mais história que falta colocar o restante das histórias.

foto perfil usuario kzdopass48es

kzdopass48es Comentou em 26/11/2016

Bela morena! Betto




Atenção! Faca o seu login para poder comentar este conto.


Contos enviados pelo mesmo autor


89855 - Recheada de Bombom - Categoria: Heterosexual - Votos: 8
89905 - Carente De Amor - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
89973 - Minha Quase Sobrinha - Categoria: Traição/Corno - Votos: 18
89974 - Minha Primeira Vez Com Uma Cdzinha - Categoria: Gays - Votos: 16
89977 - Cdzinha Adrianinha - Categoria: Travesti - Votos: 12
89979 - Diabinha do Ipanema - Categoria: Traição/Corno - Votos: 15
89983 - A Mamadeira Da Boneca - Categoria: Travesti - Votos: 11
90012 - Minha Tia Helena - Categoria: Coroas - Votos: 6
90043 - Minha Sobrinha Fernanda. - Categoria: Incesto - Votos: 11
90054 - Comendo Pelo Whatsapp 1 - Categoria: Traição/Corno - Votos: 3
90122 - Ja Estou Fechando - Categoria: Traição/Corno - Votos: 7
90184 - Os Delirios De Uma Manicure - Categoria: Interrraciais - Votos: 2
90304 - Comendo Pelo Whatsapp 2 - Categoria: Masturbação - Votos: 9
90376 - Fiz Meu Sobrinho de Putinha.(Parte 1) - Categoria: Gays - Votos: 34
90424 - Fiz Meu Sobrinho de Putinha (Parte2) - Categoria: Gays - Votos: 22
90450 - Fiz Meu Sobrinho de Putinha (Ultima Parte) - Categoria: Gays - Votos: 23
90458 - Eu Ela e Meu Cachorro - Categoria: Zoofilia - Votos: 8
90592 - 3 Safadas 1 Pai e 2 Maridos - Categoria: Traição/Corno - Votos: 4
90924 - No Onibus para.Floripa - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
91088 - Casada de Americana - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
91161 - 30 Dias com meu Casal de Primos (Parte 1) - Categoria: Gays - Votos: 7
91238 - 30 Dias com meu Casal de Primos (Parte 2 ) - Categoria: Gays - Votos: 8
91327 - 30 Dias com meu Casal de Primos (Parte 3) - Categoria: Gays - Votos: 7
91374 - 30 Dias com meu Casal de Primos (Parte Final) - Categoria: Gays - Votos: 11
95539 - A Coroa do Hospital Tatuapé - Categoria: Coroas - Votos: 4
96270 - Gosto Assim - Categoria: Heterosexual - Votos: 3
96336 - A Vizinha Misteriosa - Categoria: Fetiches - Votos: 1
100297 - Dedada Milagrosa - Categoria: Fetiches - Votos: 3
101623 - Reencontro - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 9
101685 - Cdzinha Kamilinha - Categoria: Gays - Votos: 2
105682 - Sem Dentadura - Categoria: Coroas - Votos: 7
106649 - No Pesqueiro - Categoria: Traição/Corno - Votos: 6
115581 - Ela Gosta é na Cara - Categoria: Fetiches - Votos: 8
115585 - Brincando Com Elas - Categoria: Grupal e Orgias - Votos: 5
116051 - A Coroa Evangelica - Categoria: Coroas - Votos: 24
116255 - A Fantasia de Amanda - Categoria: Fetiches - Votos: 3
116364 - Aproveitando a Opotunidade - Categoria: Coroas - Votos: 7
116370 - Um Dia Com Dom Monteiro - Categoria: Traição/Corno - Votos: 13
116433 - Curando a Depressão - Categoria: Heterosexual - Votos: 5
116503 - Ponto de Vista de Dom Monteiro - Categoria: Fetiches - Votos: 1
117157 - Bia Novinha - Categoria: Fetiches - Votos: 5
120412 - Fudendo a Esposa Evangélica do Amigo - Categoria: Traição/Corno - Votos: 16
128765 - Cdzinha Bia Novinha - Categoria: Gays - Votos: 4

Ficha do conto

Foto Perfil dommonteiro
dommonteiro

Nome do conto:
Sussuros de Uma Mulher Carente

Codigo do conto:
92400

Categoria:
Traição/Corno

Data da Publicação:
25/11/2016

Quant.de Votos:
4

Quant.de Fotos:
1


Online porn video at mobile phone


vídeo de sexo de mulher morena muito rabuda e bucetuda agarrando o próprio amigo desconfiando que ele é homem sexualembebedarao uma mulher muito gostosa e fuderao ela em doisconto erotico mendiga novinhao pai fudeu minha bucetinha quando eu ainda tinha 11 aninhos ele tirou meu qabasinho qontos erotiqostomei gala de macho conto erotico gayWww.novinhamoleca.comconto erotico casada enrabada por um menininhotravesti pau meladocontos eróticos categoria casais portuguesescontos tesao pela maeconto erotico vir minha mãe tranzandoa maior pica contosconto buceta filhaConto eroticolesbico violento c orgasmoEvangelicas striptease fruta pornocontos eroticos menininha sentadinhacontos eroticos em quadrinho d mulher q foi chantageadaminha sobrinha veio dormir na minha casa videos d insestomais loucoconto erotico ela riu do meu pau pequeno emeteu o dedo no meu cusexo desenho super heroismeu vizinho bom de bola contoconto erótico rpEu e meu padrasto conto eroticobucetona e cuzao da budonaconto gosando na pica do cunhado2conto erotico desenhosconto erótico na infânciahiperdotados contos eroticoscontos eróticos surubameu pai na zoofilia contossexo enqudrinho aventura liaconto gay cu cheirosobiancamontenegro putinha casadaConto erotico menina nova com velhobuceta com buceta grudadinha gozando bem gostosos imagem lesbiscas foto de tia transando com sobrinhoconto erotico maemae e meu paipaiprimeira vez no clube swing ja virei corno mansocontos tia de bocaHentai quadrinhos pai ve a filha de vestido e sem calsinha filho ve a mae de vestido e sem calsinhamenininha assanhada sedutora do bucetao em contos eroticosconto erótico perdeu o cabaço com desconhecido engravidando puta de corno contoContos gay pau pequenoquero vídeo de conto erótica de lésbica mamando no seios como um bebê na praiaconto esposa mamandocontos eroticos bv e virgindadeconto erotico em casa shortinho polpa bunda cuzinhocoroa casada contosconto erotico pegando a madrastadeixando a esposa com tesao contosmulher dando pra outro na frente do marido e falado pro outro decha a buceta dele grade znvwww.contos eroticos mae fude com filho novenho pauzodo dando cuporno marido apanha a mulher a foder e ela diz anda juntateComendo a ex com sacanabem. E fazendo ela peidar em contos eroticoscontos eróticos no almoxarifado com aconto erotico buseta azedavariedades de conto quadrinho nacional corno manso pornôcontossexo menininhas na chuvaContos eroticos mae me ensinou a chupar meu padrastoeroticocontoChero de cu da nega contosNo banheiro com o professor contos eroticos gayhistória em quadrinhos pesados meu irão mijou na minha bocaconto comi a tia na piscinaconheci a casada no supermercadoconto erotico papakucontos+eroticos+e+excitantes+de+mulheres+loiras+e+brancas+casadas+que+e+taradas+por+negroes+bendotadosConto eróticos reais de mulheres que trabalhei no caixa de supermecadoconto estrupo nafrente do maridocontos eroticos ninfetas e virgenscontos fudendo minha tia tatuada gostosacontos eróticos cheirando a calcinha da minha irmãcontos eróticos evangélicaincesto ler contos climaxporno conto erotico meu sogro roludoquadrinhos os peitos de bulma xxxna hr do bronzeamento sexo lesbico contos erpticoscontos sexo dildos duplosconto erotico realizei o sonho com doishq erotico encanadorwww.contos descobrindo que meu namorado e uma femeacontos eroticos minha esposa com tres machos fantasiacontos eróticos gay menino e o ordináriochrisrían and porno[email protected]Bunda de gaycontos eróticos gay mictóriocontos de assalto com incesto